programa de Nanodegree Muito mais que uma graduação e pós graduação

Aplicações em Geoprocessamento e Geotecnologias

Formação direcionada para o mercado de trabalho

eficiencia no APRENDizado

tempo médio 6 meses

resultado imediato

O que é Nanodegree?

Nanodegree é uma modalidade de formação que foca em habilidades específicas para o mercado de trabalho em um curto período de tempo. Focado diretamente no conhecimento essencial para o aluno ser inserido rapidamente no âmbito profissional. Tudo isso com avaliações e certificações para provar que o aluno realmente domina o assunto.

Os programas de Nanodegree contam com aulas online que duram em média 6 meses. 

Esse tipo de modalidade garante a rapidez de um ensino de qualidade sem o vinculo com instituições de ensino por muito tempo, com a flexibilidade de horários e local para assistir as aulas. 
O foco no nanodegree é o conhecimento voltado ao mercado de trabalho sem a necessidade de disciplinas que não se aplicam ao tema principal da formação.

Aulas onlines

Especialização rápida

Inserção no mercado de trabalho

Muito mais rápido

Você se forma em até 6 meses

Focado na Prática

Práticas que serão utilizadas no mercado de trabalho

Sem TCC

No lugar do TCC, você faz um projeto em Geoprocessamento

Tutoria do Coordenador

Coordenador com experiência no mercado de trabalho

Você Escolhe a Disciplina que vai fazer

Você faz sua grade, com foco na suas competências e necessidades

Você faz o seu horário

Não é necessário comprovar presença. Estamos formando profissionais

Não há dúvidas de que quando o mundo muda, A educação muda também. Nem sempre essa mudança ocorre em uma grande velocidade, porém mais cedo ou mais tarde ela se torna inevitável.

VANTAGENS DO NANODEGREE

Presença Online

Se você reparar, tudo migrou ou está migrando para internet. Armazenamento de dados, processos empresariais, sistemas financeiros, tarefas de trabalho, reuniões de equipes, compras de produtos e serviços, atividades de lazer e até relacionamentos. Por que com a educação seria diferente? Atualmente, o número de cursos online só aumenta. Eles vão desde os cursos gratuitos até Nanodegrees pagos com certificações.

Agilidade e flexibilidade de tempo

Quem nunca desejou que o dia tivesse mais de 24 horas para poder cumprir todas as suas tarefas? Atualmente, formações que permitem ao aluno estudar nos seus próprios horários levam vantagem. Além disso, o mercado de trabalho é extremamente dinâmico e competitivo. Cada vez menos pessoas estão dispostas a passar anos estudando um assunto para, só então, obter uma certificação. Não é por acaso que os nanodegrees optam por valorizar a agilidade.

Aplicação prática

O mundo de hoje exige que os profissionais adquiram novas habilidades constantemente. E não basta ter sede de conhecimento. É preciso aprender mais rápido do que os concorrentes.

Não é à toa que as formações atuais estão focando na aquisição e aplicação prática do que o mercado pede. Ao terminar um Nanodegree, você pode ter certeza que terá conquistado capacidades totalmente úteis para o cotidiano de trabalho.

Reconhecimento do mercado

Foi-se o tempo em que as empresas só valorizavam instituições antigas e extremamente formais. Os gestores da atualidade reconhecem as formações que realmente preparam seus colaboradores para o dia a dia das profissões. Há cada vez menos espaço para aquele tipo de conhecimento que fica só nos livros ou projetos acadêmicos. A demanda é por metas e, com isso, o reconhecimento é dado para as formações que entregam resultados. Essa é outra vantagem dos Nanodegrees: os gestores logo se dão conta de que o aluno realmente sabe executar tarefas.

Melhores práticas para obtenção de um Nanodegree

Finalmente chegamos à pergunta que não quer calar: como o mercado enxerga o Nanodegree? Qual é a aceitação das empresas?

Como mencionamos anteriormente, vivemos um momento bastante dinâmico no mercado de trabalho. As mudanças ocorrem em uma velocidade impressionante e, com isso, as empresas têm menos tempo para treinar funcionários.

Sendo assim, as organizações buscam pessoas que já estejam preparadas para executar tarefas no dia a dia. Uma graduação ou pós-graduação diz muito sobre a área de interesse de uma pessoa, porém não garante habilidades específicas.

Segundo a agência de recrutamento Adecco Staffing USA, nos últimos três anos houve um crescimento inédito nas formações curtas. Isso só ocorre porque os próprios contratantes estão valorizando esse tipo de experiência no currículo. No fim das contas, o tipo de estudo buscado pelos profissionais nada mais é do que um reflexo da demanda do mercado de trabalho.

Uma pesquisa com 114 profissionais de recursos humanos de vários segmentos mostrou que apenas 5% não estão interessados nos Nanodegrees.

Além disso, 62% dos entrevistados disseram que têm interesse nesse tipo de certificado, mas também gostariam de aprender mais sobre o assunto.

Portanto, também cabe aos profissionais esclarecerem o que as formações representam. Para o contratante o mais importante não é o certificado em si, e sim o fato de que o candidato possui a habilidade desejada pela empresa.

olor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Case de Nanodegree: Udacity

A Udacity é provavelmente a maior referência em Nanodegrees no mundo, sendo pioneira na área. Como mencionamos, o surgimento desse tipo de formação aconteceu em Stanford.

Dois professores da universidade de lá — Sebastian Thrun e Peter Norvig — lançaram o primeiro MOOC, sigla para Massive Open Online Course (Curso Online Aberto e Massivo). O tema do curso era “Introdução à Inteligência Artificial”.

Foram mais de 160 mil alunos de 190 países. Logo depois esse primeiro Nanodegree deu origem à Udacity, que expandiu e chegou até a criar uma versão em português.

A instituição, que nasceu com foco na área de tecnologia, segue priorizando esse setor. Ainda assim, aos poucos está englobando segmentos como marketing, engenharia e empreendedorismo.

Entre os cursos oferecidos estão Data Science, Analista de Dados, Desenvolvedor Android, Startup Founder, Marketing Digital, Google AdWords, Introdução à Programação, Engenheiro de Machine Learning e muitos outros.

Com o crescimento da Udacity surgiram parcerias com grandes empresas para criar Nanodegrees na área de TI, como AT&T, Google, Facebook e Salesforce. O objetivo é qualificar profissionais para atuar não somente nessas companhias, como em todo o setor.

A Udacity se orgulha de ser uma universidade online “feita pelo Vale do Silício” e tem como uma das metas gerar aprendizados a um custo muito menor do que em escolas tradicionais.

Para quem acha que os Nanodegrees chegaram para brigar com as universidades, a Coursera é um ótimo exemplo de que as instituições podem colaborar umas com as outras.

A empresa se posiciona como responsável por oferecer cursos online de algumas das melhores universidades do mundo, como Stanford, Princeton, Duke, Illinois, Michigan, entre outras.

Com mais 145 parceiros e 2 mil aulas em seu site, a Coursera ministra cursos para mais de 21 milhões de alunos em todo o mundo.

Tudo começou em 2012 com os professores de ciência da computação Andrew Ng e Daphne Koller, da Universidade de Stanford. Após a parceria inicial com Stanford, no mesmo ano a instituição fechou colaborações com mais 17 universidades e, posteriormente, com mais 29 universidades (16 delas de fora dos EUA).

Uma das novidades mais interessantes foi o fechamento de acordos com a USP e a Unicamp em 2017. Por meio do Coursera, a Universidade de São Paulo disponibiliza formações em áreas como Ciências da Computação, Astronomia e Empreendedorismo.

Já a Universidade Estadual de Campinas oferta diplomas curtos em segmentos como Saúde, Desenvolvimento de Aplicativos e Economia do Trabalho.

NANODEGREES VALEM A PENA?

 

 

Obviamente, isso não quer dizer que existe uma unanimidade em relação a eles. Enquanto alguns empregadores são verdadeiros entusiastas desse formato, outros admitem que ainda precisam se informar melhor sobre o assunto.

 

O fato é que, no fim das contas, não interessa até que ponto um contratante conhece o conceito de Nanodegree. O mais importante é que ao fazer um curso desse tipo o estudante sai com o domínio de uma habilidade específica.

 

Se essa habilidade for justamente aquela que o empregador está procurando, fechou! A tendência é que os dois cheguem em um acordo com muito mais facilidade.

 

Nesse momento não cabe a nós tentar adivinhar se os Nanodegrees vão substituir os MBAs, pós-graduações ou até mesmo as próprias graduações. Como vimos em exemplos ao longo do texto, até mesmo as universidades estão se unindo com as instituições de educação online para levar conhecimento a mais pessoas.

 

Pela primeira vez na história, temos uma educação ágil, escalável e acessível. Esses são os grandes trunfos dos Nanodegrees que prometem revolucionar a forma como estudamos!

O que você irá aprender?

Aplicações em Geoprocessamento e Geotecnlogias

A formação mais completa e direcionada ao mercado de trabalho do país. 

Professores mestres e doutores com experiência no mercado de trabalho e na academia. 

A formação foi elaborada e estruturada com foco para consultorias, iniciativa pública e privada.

O aluno aprenderá na prática as principais ferramentas e conceitos exigidos pelos grandes empregadores.

PRÉ-REQUISITO

Computador com internet.

Confira a ementa, clicando abaixo: (todos os módulos estão inclusos na especialização).

MÓDULO 1 – Fundamentos do Banco de Dados Geográfico

AULA 1.1: Banco de dados

  •   O que é banco de dados
  •   Aplicações de banco de dados
  •   Tipos de modelos de banco de dados.
  •   Sistema Gerenciadores de Banco de Dados – SGDB’s.

 

AULA 1.2: Modelo Entidade Relacional

  •   Entidade
  •   Atributos
  •   Tipo de dados (Domínio de valores)
  •   Chave
  •   Relacionamento
  •   Cardinalidade

 

AULA 1.3: Modelagem de dados no banco de dados

  •         Modelo de dados
  •         Conceitual
  •   Lógica
  •   Física
  •   Normalização de dados
  •   Sistema Gerenciadores de Banco de dados -SGDB’s

 

AULA 1.4 – Modelagem de dados na prática

  •   Estudo de caso – Modelagem de banco de dados para uma Universidade

 

AULA 1.5: Modelagem de dados na prática

 

MÓDULO 2 – PostgreSQL

Aula 1 – Instalação do PostgreSQL, PgAdmin, Importação de dados e configurações

Aula 2 – Linguagem SQL Básico

Aula 3 – Linguagem SQL Avançado

Aula 4 – Função

Aula 5 – View e Triggers

 

MÓDULO 3 – Modelagem e PostgreSQL

Aula 1 – Estrutura de dados geográficos e Arquitetura em SIG

Aula 2 – Modelagem de dados geográficos: OMT e UML-Geoframe

Aula 3 – Linguagem SQL Espacial

Aula 4 – Uso de Banco de dados Geográficos nos SIG’s Desktop

Aula 5 – Modelagem de dados geográficos I (Prática)

Aula 6 – Criação de um banco de dados geográfico II (Prática)

 

MÓDULO 4 – Subconsultas e Administração no Banco de Dados

Aula 1 – Subconsultas

Aula 2 – Arquivos de configurações

Aula 3 – Conexões

Aula 4 – Esquemas, Privilégios e Tablespaces

Aula 5 – Backup e Restauração

 

MÓDULO 5 – Banco de Dados Geográfico Aplicados em Servidos de Mapas

Aula 1 – O que é o Geoserver e sua instalação

Aula 2 – Padrão OGC e configurando camadas pelo banco de dados

Aula 3 – Criação de camadas WMS e WFS

Aula 4 – Estilos

Aula 5 – Web Processing Service – WPS

 

Módulo 1 – Introdução ao ArcGIS Pro

Aula 1 – Tópicos Especiais de Cartografia I

  • Representações da Terra;
  • Sistema de Referência Geoidal;
  • Sistema de Referência Elipsoidal;
  • Orientação Cartográfica Geocêntrica;Orientação
  • Cartográfica Topocêntrica;

Aula 2 – Tópicos Especiais de Cartografia II

  • Localização Absoluta;
  • Sistema de Coordenadas Geográficas;
  • Formatação das Coordenadas Geográficas;
  • Sistemas de Coordenadas Planas;
  • Universal Transversa de Mercator;
  • Formatação das Coordenadas Planas;

Aula 3 – Tópicos Especiais de Cartografia III

  • Projeções Cartográficas – Método;
  • Projeções Cartográficas – Superfície de Projeção;
  • Projeções Cartográficas – Propriedade;
  • Contato Entre a Superfície de Projeção e Referência;
  • Principais Projeções;

Aula 4 – Apresentação do ArcGIS Pro

  • Instalar o ArcGIS Pro Versão; 
  • Configurar um projeto de Análise Espacial;
  • Criar um Projeto no ArcGIS Pro; 
  • Localizar os Painéis;
  • Configurações Básicas do ArcGIS Pro;

Aula 5 – Introdução ao ArcGIS Pro

  • Compreender a Caixa de Ferramentas;
  • Gerenciar Suplementos no ArcGIS Pro;
  • Configurar o ArcGIS Pro para Trabalhar Offline;
  • Importar de Arquivos MXD do ArcMap 10.x;
  • Abrir um Projeto no ArcGIS Pro;

 

 

 

Módulo 2 – Tópicos de Vetorização no ArcGIS Pro

Aula  1 – Trabalhando com feições em um Projeto Geodatabase 

  • Criar um File Geodatabase;
  • Criar Feição de Dados (Feature Dataset);
  • Criar de um Shapefile de pontos; 
  • Criar de um Shapefile de linhas;
  • Criar de um Shapefile de polígono;

Aula  2 – Importar dados para um Projeto Geodatabase

  • Importar Feature Class (Shapefile) para o Projeto; 
  • Importar Arquivo DWG para o Projeto;
  • Importar Arquivo KML para o Projeto;
  • Importar Dados de uma Planilha de Coordenadas;
  • Importar uma Imagem Rastes;

 Aula 3 – Edição de Feições no ArcGIS Pro 

  • Processo de Recortar Feições; 
  • Processo de Remodelar Feições; 
  • Processo de Generalizar Feições; 
  • Processo de Mesclar Feições Selecionadas; 
  • Processo de Explodir Feições; 
  • Processo de Estender Segmento de Linha da Feição; 
  • Processo de Dividir Linhas nas Intersecções da Feição;

 Aula 4 – Cartografia Temática – Simbologia 

  • Simbologia para Pontos; 
  • Simbologia para Linhas; 
  • Simbologia de Valores Únicos para Polígono; 
  • Simbologia de Valores Graduados para Polígonos; 
  • Simbologia de Símbolos Graduados para Polígonos;

Aula 5 – Cartografia Temática – Rótulos

  • Configurar Rótulos;
  • Símbolo e Posição do Rótulo; 
  • Rótulos por Expressão;
  • Rótulos por SQL;
  • Ativar/Desativar Rótulos;

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 3 – Tópicos de Geoprocessamento no ArcGIS Pro

Aula 1 – Geoprocessamento e Análise Espacial de Dados Vetoriais I

  • Ferramenta de Buffer;
  • Exemplos de Aplicação do Buffer;
  • Ferramenta de Recortar Feições (Clip);
  • Exemplos de Aplicações do Clip; 
  • Ferramenta de União de Feições (Union);
  • Exemplos de Aplicação do Union

Aula 2 – Geoprocessamento e Análise Espacial de Dados Vetoriais II

  • Ferramenta de Intersecção e Feições (Intersect);
  • Exemplos de Aplicações do Intersect; 
  • Ferramenta de Dissolver Limites (Dissolve);
  • Exemplos de Aplicação do Dissolve; 
  • Ferramenta de União Espacial;
  • Exemplos de Aplicação para União Espacial;

Aula 3 – Geocodificação de Dados

  • Configurar Tabela de Geocodificação;
  • Importar Tabela de Endereços;
  • Ferramenta de Geocodificação de Tabelas;
  • Configuração do Processo de Geocodificação;
  • Verificação do Processo de Geocodificação;

Aula 4 – Tabela de Atributo e suas funções

  • Seleção por Atributos; 
  • Seleção pela Localização;
  • Filtrar Feições;
  • Navegar usando a Tabela de Atributos;
  • Adicionar/Reordenar/Excluir Campos para a Tabela de Atributos;

Aula 5 – Trabalhando com a Tabela de Atributo

  • Cálculos entre colunas da Tabela de Atributos; 
  • Cálculo de Área via Tabela de Atributos;
  • Cálculo de Comprimento via Tabela de Atributos;  
  • Adicionar Coordenadas XY para a Tabela de Atributos; 
  • Exportar Tabela de atributo para o Microsoft Excel;

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 4 – Tópicos de Processamento Digital de Imagem no ArcGIS Pro

Aula 1 – Processamento Digital de Dados Raster 

  • Painel Funções Raster; 
  • Composição de bandas Colorida RGB;
  • Composição de bandas Falsa Cor; 
  • Composição de bandas Infravermelho;
  • Mosaico de Imagens;

 

Aula 2 – Georreferenciamento de imagem Raster;

  • Ferramenta Georreferenciar;
  • Dados de Pontos de Controle;
  • Adicionar Pontos de Controle;
  • Distribuição dos Pontos de Controle;
  • Tabela de Pontos de Controle;

 

Aula 3 – Índices para de imagem Raster 

  • Índice NDVI;
  • Índice SAVI;
  • Índice VARI;
  • Índice NDMI;
  • Calculadora Raster; 

 

Aula 4 – Extrair Curvas de Nível de Imagem Raster por MDE 

  • Importar Modelo Digital de Elevação (MDE);
  • Ferramenta Contour;
  • Configurar Simbologia de Curvas de Nível;
  • Definir Limites das Curvas de Nível;
  • Configurar Rótulos das Curvas de Nível;

 

Aula 5 – Classificação supervisionada de Imagens 

  • Analisar imagem;
  • Segmentar imagem;
  • Coletar amostras da imagem;
  • Classificar imagem;
  • Ajustar possíveis incoerências da classificação;

 

 

 

Módulo 5 – Materialização e Particularidades dos Mapas no ArcGIS Pro

Aula 1 – Layout de Mapas

  • Criando um novo Layout;
  • Configuração da Grade de Coordenadas;
  • Configuração da Legenda;
  • Configuração da Escala Gráfica;
  • Configurando o sentido Norte;
  • Configurando dados descritivos;
  • Exportar Mapa para Arquivo;
  • Exportar Mapa para o ArcGIS Online

 

Aula 2 – Exportar Dados, Camadas e Projetos

  • Ferramenta de Novo Pacote de Projeto;
  • Ferramenta de Novo Pacote de Mapas;
  • Ferramenta Mapa da Web;
  • Ferramenta Camada da Web;
  • Ferramenta Modelo de Projeto;
  • Ferramenta a Arquivos de Mapa; 

 

Aula 3 – Mapas e Cenas

  • Adicionando Mapa Base;
  • Tipos de Mapa Base;
  • Criar um novo Mapa Base;
  • Cena Global;
  • Cena Local;

 

Aula 4 – Configurar Pop up de uma Camada

  • Propriedade de Campos;
  • Propriedade de Texto;
  • Propriedade de Imagens;
  • Propriedade de Gráficos;
  • Propriedade de Carrossel;

 

Aula 5 – Automatizando Tarefas no ArcGIS Pro

  • Ferramenta ModelBuilder;Criar um Modelo de
  • Tarefas;
  • Configurar um Modelo de Tarefas;
  • Validar um Modelo de Tarefas;
  • Salvar o Modelo de Tarefas;
  • Executar o Modelo de Tarefas;

Módulo 1 – Cartografia para Geoprocessamento com ArcGIS e QGIS.

 

AULA 1 – PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS I

  • Introdução a Cartografia para Geoprocessamento;
  • Conceito de Cartografia;
  • Conceito de Geoprocessamento;
  • Cartografia Sistemática, Temática e Digital;
  • Projeções Cartográficas Cônicas, Cilíndricas e Plana / Azimutal;
  • Exemplos Práticos no Google Earth, ArcGIS e QGIS.

AULA 2 – PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS II

  • Classificação das Projeções;
  • Projeção Conforme;
  • Projeção Equivalente;
  • Projeção Equidistante;
  • Projeção Universal
  • Transversa de Mercator (UTM);
  • Exemplos Práticos no Google Earth, ArcGIS e QGIS.

AULA 3 – SISTEMAS DE COORDENDAS

  • Sistema de Coordenadas Geográficas
  • Paralelos e Meridianos
  • Latitude e Longitude
  • Graus, Minutos e Segundos
  • Graus Decimais
  • Sistema de Coordenadas Planas / Cartesianas
  • Exemplos Práticos no Google Earth, ArcGIS e QGIS.

AULA 4 – SISTEMA GEODÉSICO (DATUM)

  • Conceito de Sistema de Referência Geodésico (Datum)
  • Orientação Topocêntrica
    Datum da América do Sul (SAD-69)
  • Orientação Geocêntrica
    Sistema Geodésico Mundial (WGS-84)
  • Sistema de Referência Geocêntrico para as Américas (SIRGAS-2000)
  • Exemplos Práticos no Google Earth, ArcGIS e QGIS.

AULA 5 – ESCALA E ELEMENTOS ESSENCIAIS DE UM MAPA

  • Conceito de Escala
  • Escala Grande x Escala Pequena
  • Escala Numérica;
  • Escala Gráfica;
  • Escala Nominal;
  • Elementos Essenciais de um Mapa;
  • Exemplos Práticos no Google Earth, ArcGIS e QGIS.

 

Módulo 2 – SIG com QGIS I – Banco de Dados e Mapas

Aula 1 – Instalação e Interface do QGIS

  • Instalação do Software QGIS;
  • Apresentação e Interface do QGIS;
  • Ferramentas de Navegação;
  • Estrutura de Organização do Disco Rígido;
  • Iniciando um Projeto SIG;
  • Configuração do Sistema de Coordenadas;
  • Adicionando Dados Online (Imagens de Satélite);
  • Adicionando Camadas Vetoriais (Shapefiles);

Aula 2 – Aquisição e Reprojeção de Camadas & Tabelas de Tributos

  • Download de Dados na Internet (Shapefiles);
  • Parâmetros para Verificação de Sistemas de Coordenadas das Camadas Vetoriais (Shapefiles);
  • Parâmetros para Reprojeção e Padronização de Camadas Vetoriais (Shapefiles);
  • Visibilidade das Camadas Vetoriais;
  • Estrutura das Tabelas de Atributos;
  • Modo de edição de Tabela de Atributos;
  • Editar valores alfanuméricos manualmente;
  • Criar e excluir campos (colunas) na tabela de atributos da camada vetorial;
  • Excluir registros (linhas) da tabela de atributos da camada vetorial;

 

Aula 3 – Ferramentas de Seleção

  • Reprojeção de Camadas Vetoriais em Lote;
  • Ferramentas de Seleção;
  • Camada Selecionável;
  • Seleção por Expressão;
  • Seleção por Localização;
  • Exportando Feições selecionados para o formato Shapefile;

Aula 4 – Representação Temática

  • Estilo de Simbologia Simples;
  • Estilo de Símbologia Categorizada;
  • Estilo Graduado;
  • Salvar Estilo em QML;
  • Salvar Estilo na Galeria de Símbolos;
  • Rótulos (Conceitos e Aplicações);
  • Rótulos (Posicionamento Personalizado);

Aula 5 – Métodos Para Confecção de Mapas no QGIS

  • O Compositor de Impressão;
  • Configuração da Página (papel);
  • Os Principais Elementos de um Mapa;
  • Configuração da Grade de Coordenadas;
  • Configuração da Seta Norte ou Rosa dos Ventos;
  • Configuração da Legenda;
  • Configuração do Título e Fonte;
  • Configuração da  Escala Gráfica e Numérica;
  • Configuração da Fonte;
  • Exportando o Mapa em PDF, PNG ou JPG;

 

 

 

Módulo 3 – SIG com QGIS II – Análises Espaciais

Aula 1 – Definição da Área de Estudo

  • Organização do computador;
  • Estruturação do banco de dados;
  • Definição da área de estudo;
  • Configuração do Projeto GIS;

Aula 2 – Arquivos CAD I

  • Posicionamento de um Arquivo CAD;

Aula 3 – Arquivos CAD II

  • Georreferenciamento das Cartas Topográficas Formato DGN;
  • Conversão de Arquivos DGN/DWG para Shapefile;

Aula 4 – Modo de Edições de Feições I

  • Criação e vetorização de um novo Shapefile;
  • Opções de Aderência para vetorização com maior precisão;
  • Importação de Arquivos Raster;
  • Georreferenciamento de um arquivo Raster;
  • Vetorização das Informações do Raster;

Aula 5 – Modo de Edições de Feições II

  • Edição no QGIS – o Recurso Evitar Interseções;
  • Edição no QGIS – o Recurso Copiar/Colar Feições;
  • Edição no QGIS – o Recurso de Seleção Transparente;

Aula 06 – Modo de Edições de Feições II

  • Ferramentas de Edição Avançada: Quebrar Feições;
  • Ferramentas de Edição Avançada: Mesclar Feições Selecionadas;

 

 

 

 

 

 

Módulo 4 – Geoprocessamento na Produção de Mapas com QGIS

Aula 1 – Instalação e Interface do QGIS

  • Instalação do Software QGIS;
  • Apresentação e Interface do QGIS;
  • Ferramentas de Navegação;
  • Estrutura de Organização do Disco Rígido;
  • Iniciando um Projeto SIG;

Aula 2 – Configuração de Sistemas de Coordenadas

  • Sistema Geodésico (Datum);
  • Configuração do Sistema de Coordenadas;
  • Adicionando Dados Online (Imagens de Satélite);
  • Adicionando Camadas Vetoriais (Shapefiles);

Aula 3 – Camadas Vetoriais – SHAPEFILES

  • Download de Dados na Internet (Shapefiles);
  • Parâmetros para Verificação de Sistemas de Coordenadas das Camadas Vetoriais (Shapefiles);
  • Parâmetros para Reprojeção e Padronização de Camadas Vetoriais (Shapefiles);
  • Visibilidade das Camadas Vetoriais;
  • Estrutura das Tabelas de Atributos;

Aula 4 – Métodos Para Confecção de Mapas no QGIS

  • O Compositor de Impressão;
  • Configuração da Página (papel);
  • Os Principais Elementos de um Mapa;
  • Configuração da Grade de Coordenadas;
  • Configuração da Seta Norte ou Rosa dos Ventos;
  • Configuração da Legenda;
  • Configuração do Título e Fonte;
  • Configuração da  Escala Gráfica e Numérica;
  • Configuração da Fonte
  • Exportando o Mapa em PDF, PNG ou JPG;

Aula 5 – Desenvolvimento de WEBGIS

  • O que é um WebGIS?;
  • Aplicação Webmapping;
  • O Complemento QGIS Cloud;
  • O Complemento Publisher for QGIS;
  • Métodos para desenvolvimento de WebGIS;
  • Publicando o seu projeto SIG na internet;

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 5 – Geodesign de Mapas com QGIS

 

Aula 1 – Conceitos de Geodesign

  • O Contexto do Geodesign na sua Organização;
  • Os 3 D’s do Geodesign: Dados, Design e Decisão
  • Arquitetura de Representação Geográfica;
  •  

Aula 2 – Inicializando no Sistema de Informação Geográfica

  • Variáveis Continuas e Discretas;
  • Contexto de Projeto;
  • Padronização de Simbologia;
  • Aplicação de Métodos Quantitativos de Classificação.

Aula 3 – Cartografia Temática

  • Definição de Cartografia Temática;
  • Cartografia Temática Qualitativa;
  • Cartografia Temática Quantitativa;
  • Anamorfose Cartográfica;

Aula 4 – Representação Tridimensional

  • Definição de Cartografia Temática;
  • Cartografia Temática Qualitativa;
  • Cartografia Temática Quantitativa;
  • Anamorfose Cartográfica.

Aula 5 – Design Temporal Cartográfico

  • Dados Geográficos Temporais;
  • Organização e Configuração de Parâmetros;
  • Exportação para Vídeo.

Aula 6 – Documentação Cartográfica

  • Layout Padrão;
  • Layout Contextualizado;
  • Criação de Mapa da Web;

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 6 – Mapeamento em Campo com GPS

 

AULA 1 – INTRODUÇÃO AO GPS & COLETA DE DADOS EM CAMPO COM O GPS DO CELULAR

  • O que é GPS?;
  • Breve história do GPS;
  • Como funciona o GPS?;
  • O sistema de triangulação;
  • Modelos de GPS disponíveis no mercado;
  • Como coletar dados em campo com o GPS do celular;
  • Como tirar fotos georreferenciadas.

AULA 2 – IMPORTAÇÃO & CONVERSÃO DE ARQUIVOS

  • Importando arquivos .gpx para o QGIS;
  • A extensão “ferramentas GPS” do QGIS;
  • Conversão de arquivos .gpx para .shp;
  • A extensão “evis” do QGIS;
  • Configuração de hiperlink.

AULA 3 – CALIBRAÇÃO DO GPS GARMIN & MAPEAMENTO DE CAMPO

  • Calibração do Altímetro;
  • Calibração da Bússola;
  • Verificação do Sistema Geodésico;
  • Ajuste do modo de gravação de Tracklog (para gravação de uma nova trilha no GPS);
  • Ajuste de exibição do tracklog a ser percorrido;
  • Verificação da base de dados;
  • Configurando a maneira como o aparelho GPS deve percorrer o trajeto do destino;
  • Gravando Waypoints durante o mapeamento de campo;
  • Salvar a trilha percorrida;
  • Seguir uma trilha anteriormente gravada.

AULA 4 – SOFTWARE PARA GERENCIAMENTO DE DADOS COLETADOS EM CAMPO

  • Download e Instalação do software GPS TrackMaker;
  • Principais funcionalidades do software GPS TrackMaker;
  • Importando dados coletados em campo para o Google Earth, ArcGIS e QGIS.

AULA 5 – BASE DE DADOS PARA GPS

  • O Projeto TrackSource;
  • Importando a base de dados do projeto TrackSource para o aparelho GPS;
  • Como carregar um tracklog externo no aparelho de GPS;
  • Sites para download de tracklogs;
  • Como transferir os dados do GPS para o computador.

 

MÓDULO 1 –

AULA 1 – PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS I

  • Introdução a Cartografia para Geoprocessamento;
  • Conceito de Cartografia;
  • Conceito de Geoprocessamento;
  • Cartografia Sistemática, Temática e Digital;
  • Projeções Cartográficas Cônicas, Cilíndricas e Plana / Azimutal;
  • Exemplos Práticos no Google Earth, ArcGIS e QGIS.

AULA 2 – PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS II

  • Classificação das Projeções;
  • Projeção Conforme;
  • Projeção Equivalente;
  • Projeção Equidistante;
  • Projeção Universal
  • Transversa de Mercator (UTM);
  • Exemplos Práticos no Google Earth, ArcGIS e QGIS.

.

AULA 3 – SISTEMAS DE COORDENDAS

  • Sistema de Coordenadas Geográficas
  • Paralelos e Meridianos
  • Latitude e Longitude
  • Graus, Minutos e Segundos
  • Graus Decimais
  • Sistema de Coordenadas Planas / Cartesianas
  • Exemplos Práticos no Google Earth, ArcGIS e QGIS.

AULA 4 – SISTEMA GEODÉSICO (DATUM)

  • Conceito de Sistema de Referência Geodésico (Datum)
  • Orientação Topocêntrica
    Datum da América do Sul (SAD-69)
  • Orientação Geocêntrica
    Sistema Geodésico Mundial (WGS-84)
  • Sistema de Referência Geocêntrico para as Américas (SIRGAS-2000)
  • Exemplos Práticos no Google Earth, ArcGIS e QGIS.

AULA 5 – ESCALA E ELEMENTOS ESSENCIAIS DE UM MAPA

  • Conceito de Escala
  • Escala Grande x Escala Pequena
  • Escala Numérica;
  • Escala Gráfica;
  • Escala Nominal;
  • Elementos Essenciais de um Mapa;
  • Exemplos Práticos no Google Earth, ArcGIS e QGIS.

 

 

MÓDULO 2 – SIG com ArcGIS

AULA 1 – AS PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES DO ARCGIS

  • Introdução ao ArcCatalog e Banco de Dados Geográfico;
  • Introdução ao ArcMap;
  • Ferramentas de Navegação;
  • Adicionando Shapefiles
  • Visibilidade das Camadas;
  • Dados Online;

AULA 2 – SISTEMA DE REFERÊNCIA CARTOGRÁFICA

  • Sistema Geodésico;
    Sistema de Referência
  • Geográfica;
  • Sistema de Referência Projetada;
  • Sistema UTM (Universal Transversa de Mercator);
  • Identificação do Sistema de
  • Coordenadas no ArcMap
  • Reprojeção de Arquivos Vetoriais (Shapefile);
  • Solução de Problemas com Projeção;

AULA 3 – FERRAMENTAS DE SELEÇÃO E ANÁLISE ESPACIAL

  • Seleção Direta
  • Seleção por Atributos;
  • Seleção por localização;
  • Exportando a Seleção de Interesse;
  • Análise Espacial com Buffer
  • Análise Espacial com Intersect

AULA 4 – OPERAÇÕES EM CAMADAS VETORIAIS E RASTER

  • Dados Vetoriais x Raster
  • Simbologia das Camadas Vetoriais
  • Categorização em Camadas Vetoriais
  • Rótulos (Labels)

AULA 5 – VETORIZAÇÃO E EDIÇÃO DE DADOS

  • Criação de Shapefiles
  • Vetorização de Feições
  • Criação de tabela de atributos
  • Operações na Tabela de atributos

AULA 6 – MÉTODOS PARA CONFECÇÃO DE DADOS

  • O Modo Layout;
  • Grade de Coordenadas;
    Legenda;
  • Título e Fonte;
  • Escala Gráfica;
  • Exportando o Mapa

 

MÓDULO 3 – SIG com ArGIS II – Análises Espaciais

AULA 1 – TRABALHANDO  COM ARQUIVOS DGN E DWG

  • Georreferenciamento das Cartas Topográficas Formato DGN;
  • Conversão de Annotation do CAD para Label do ArcGIS;
  • Georreferenciamento de um Arquivo DWG;
  • Exportando arquivos DWG para Shapefile.

 

AULA 2 – TRABALHANDO COM COORDENADAS E MODO DE EDIÇÃO

  • Criação de um Shapefile de Pontos a partir de uma localização XY
  • Criação de  Shapefiles de Pontos a partir de uma tabela de coordenadas
  • Modo de Edição de Feições
  • Ferramentas para Edição Avançada
  • Operações entre Geometrias
  • União de Tabelas

 

AULA 3 – SERVIÇOS WMS, WFS, WMTS E GEORREFERENCIAMENTO DE RASTER

  • Conexão com os Serviços WMS, WFS e WMTS
  • Conversão de Mapas em PDF para Imagem (JPG, PNG, TIFF)
  • Georreferenciamento de um Raster (JPG, PNG, TIFF)
  • Vetorização das Informações do Raster
  •  

AULA 4 – FERRAMENTAS PARA GEOPROCESSAMENTO

  • Ferramenta Buffer;
  • Ferramenta Intersect;
  • Ferramenta Clip;
  • Ferramenta Merge;
  • Ferramenta Union.

 

 

AULA 5 – FIELD CALCULATOR E CALCULATE GEOMETRY

  • Abrindo a Tabela de Atributos no Excel
  • Edição de Dados da Tabela de Atributos no Excel
  • Seleção livre
  • Determinando as camadas que podem ter feições selecionadas
  • Field Calculator
  • Ferramenta Calculate Geometry

 

 

 

 

 

 

AULA 6 – REGRAS TOPOLÓGICAS E METADADOS

  • Regras Topológicas
  • Análise Topológica
  • Correção de erros topológicos
  • Análise de Metadados

 

  • Título e Fonte;
  • Escala Gráfica;
  • Exportando o Mapa;

 

 

MÓDULO 4 – SIG com ArcGis Pro

AULA 1 – AS PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES DO ARCGIS PRO

  • Ferramentas de Navegação;
  • Criando um Projeto;
  • Adicionar Dados a um Projeto;
  • Explorando Dados;
  • Criação de um Modelo de Projeto;
  • Importando Dados do ArcMap.

AULA 2 – VISUALIZAÇÃO DE DADOS

  • Converter um mapa para uma cena;
  • Organização das Camadas;
  • Simbologia das Camadas;
  • Etiquetas.

AULA 3 – BANCO DE DADOS GEODATABASE

  • Criação de Geodatabase;
  • Criação de Feature Dataset;
  • Criação de Feature Class;
  • Configurando a Tabela de Atributos;
  • Vetorização de Feições.

 

 

 

 

AULA 4 – FERRAMENTAS PARA GEOPROCESSAMENTO DO ARCGIS PRO

  • Ferramenta Buffer;
  • Ferramenta Intersect;
  • Ferramenta Clip;
  • Ferramenta Merge;
  • Ferramenta Union.

 

 

 

AULA 5 – O MODO LAYOUT DO ARCGISPRO

  • O Modo Layout;
  • Grade de Coordenadas;
  • Legenda;
  • Título e Fonte;
  • Escala Gráfica;
  • Compartilhando um Mapa na Web.
  •  

 

MÓDULO 5 – Geoprocessamento na Produção de Mapas com ArGIS

AULA 1 – A ESTRUTURA E INTERFACE O ARCGIS

  • Instalação do ArcGIS
  • Introdução ao ArcMap;
  • Ferramentas de Navegação;
  • Adicionando Shapefiles
  • Visibilidade das Camadas;
  • Dados Online;

AULA 2 – CONSTRUINDO UM BANCO DE DADOS ESPACIAL COM O ARCCATALOG

  • Introdução ao ArcCatalog e Banco de Dados Geográfico;
  • Download de Dados na Internet (Shapefiles);
  • Construindo Metadados;
  • Estrutura de Organização do Disco Rígido;
  • Iniciando um Projeto SIG;

AULA 3 – CONFIGURAÇÃO DE SISTEMAS DE COORDENDAS

  • Sistema Geodésico (Datum);
  • Configuração do Sistema de Coordenadas no ArcGIS;
  • Adicionando Dados Online (Imagens de Satélite);
  • Adicionando Camadas Vetoriais (Shapefiles);

AULA 4 – CAMADAS VETORIAIS SHAPEFILES E TABELA DE ATRIBUTOS

  • Parâmetros para Verificação de Sistemas de Coordenadas das Camadas Vetoriais (Shapefiles);
  • Parâmetros para Reprojeção e Padronização de Camadas Vetoriais (Shapefiles);
  • Estrutura das Tabelas de Atributos;
  • Estruturação e Organização da Tabela de Conteúdo.

AULA 5 – ANÁLISE ESPACIAL COM ARCGIS

  • Análise Espacial com Buffer
  • Análise Espacial com Intersect
  • A Relação Topológica
  • Análise Espacial na Tomada de Decisão

AULA 6 – MÉTODOS PARA CONFECÇÃO DE MAPAS NO ARCGIS I

  • O Compositor de Impressão;
  • Configuração da Página (papel);
  • Os Principais Elementos de um Mapa;
  • Configuração da Grade de Coordenadas;
  • Configuração da Seta Norte ou Rosa dos Ventos;
  • Configuração da Legenda;
  • Configuração do Título e Fonte;
  • Configuração da  Escala Gráfica e Numérica;
  • Configuração da Fonte
  • Exportando o Mapa em PDF, PNG ou JPG;

AULA 7 – MÉTODOS PARA CONFECÇÃO DE MAPAS NO ARCGIS II

  • Configuração do Título e Fonte;
  • Configuração da  Escala Gráfica e Numérica;
  • Configuração da Fonte
  • Exportando o Mapa em PDF, PNG ou JPG;

 

 

 

 

 

MÓDULO 6 – Geodesign de Mapas no ArcGis

ULA 1 – CONCEITO DE GEODESIGN

  • O Contexto do Geodesign na sua Organização;
  •  Os 3 D’s do Geodesign: Dados, Design e Decisão;
  • Arquitetura de Representação Geográfica.

AULA 2 – INICIALIZANDO O SIG

  • Variáveis Continuas e Discretas;
  • Contexto de Projeto;
  • Padronização de Simbologia;
  • Aplicação de Métodos Quantitativos de Classificação.

AULA 3 – CARTOGRAFIA TEMÁTICA

  • Definição de Cartografia Temática;
  • Cartografia Temática Qualitativa;
  • Cartografia Temática Quantitativa;
  • Anamorfose Cartográfica.

 

 

 

AULA 4 – REPRESENTAÇÃO TRIDIMENSIONAL

  • Design Altimétrico de Dados;
  • Graduação de Cores Altimétricas;
  • Classificação de Relevo;

 

  • Extrusão de Feições Vetoriais.

AULA 5 – DESIGN TEMPORAL CARTOGRÁFICO

  • Dados Geográficos Temporais;
  • Organização e Configuração de Parâmetros;
  • Exportação para Vídeo.

AULA 6 – DOCUMENTAÇÃO CARTOGRÁFICA

  • Layout Padrão;
  • Layout Contextualizado;
  • Criação de Mapa da Web.

 

 

 

MÓDULO 7 – Mapeamento em Campo com GPS

 

AULA 1 – INTRODUÇÃO AO GPS & COLETA DE DADOS EM CAMPO COM O GPS DO CELULAR

  • O que é GPS?;
  • Breve história do GPS;
  • Como funciona o GPS?;
  • O sistema de triangulação;
  • Modelos de GPS disponíveis no mercado;
  • Como coletar dados em campo com o GPS do celular;
  • Como tirar fotos georreferenciadas.

AULA 2 – IMPORTAÇÃO & CONVERSÃO DE ARQUIVOS

  • Importando arquivos .gpx para o QGIS;
  • A extensão “ferramentas GPS” do QGIS;
  • Conversão de arquivos .gpx para .shp;
  • A extensão “evis” do QGIS;
  • Configuração de hiperlink.

AULA 3 – CALIBRAÇÃO DO GPS GARMIN & MAPEAMENTO DE CAMPO

  • Calibração do Altímetro;
  • Calibração da Bússola;
  • Verificação do Sistema Geodésico;
  • Ajuste do modo de gravação de Tracklog (para gravação de uma nova trilha no GPS);
  • Ajuste de exibição do tracklog a ser percorrido;
  • Verificação da base de dados;
  • Configurando a maneira como o aparelho GPS deve percorrer o trajeto do destino;
  • Gravando Waypoints durante o mapeamento de campo;
  • Salvar a trilha percorrida;
  • Seguir uma trilha anteriormente gravada.

AULA 4 – SOFTWARE PARA GERENCIAMENTO DE DADOS COLETADOS EM CAMPO

  • Download e Instalação do software GPS TrackMaker;
  • Principais funcionalidades do software GPS TrackMaker;
  • Importando dados coletados em campo para o Google Earth, ArcGIS e QGIS.

AULA 5 – BASE DE DADOS PARA GPS

  • O Projeto TrackSource;
  • Importando a base de dados do projeto TrackSource para o aparelho GPS;
  • Como carregar um tracklog externo no aparelho de GPS;
  • Sites para download de tracklogs;
  • Como transferir os dados do GPS para o computador.

 

Módulo 1 – Fundamentos do Sensoriamento Remoto e suas aplicações

 

AULA 1 – NOÇÕES BÁSICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO

  • O que é o Sensoriamento remoto e suas formas de caracterização;
    • Imagens e seu processo de formação;
    • As vantagens e desvantagens do SR;
    • O que são sistemas sensores e seus tipos;
    • Radiação eletromagnética, o que é?
    • Resoluções Espacial, Espectral, Radiométrica e Temporal.

AULA 2 – SENSORES E NÍVEIS DE AQUISIÇÃO

  • Sistemas sensores e suas classificações;
    • Níveis de aquisição em SR;
    • Geometria de aquisição de imagens;
    • Noções de escala e Campo de visada instantâneo.

AULA 3 – APLICAÇÕES DO SENSORIAMENTO REMOTO

  • Onde e com que finalidade é utilizado o sensoriamento remoto;
    • Como realizar um diagnóstico de emprego dos meios de SR;
    • Exemplos de aplicações de SR.

AULA 4 – NOÇÕES DE PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS

  • Definições
    • Conceitos básicos em imagem digital
    • Fluxo de processamento de imagens
    • Funções básicas do pré-processamento
    • Técnicas de transfomação das imagens
    • Classificação de imagens
    • Modelo digital de elevação
    • Georregistro

AULA 5 – PRODUTOS DE SENSORIAMENTO REMOTO

  • Aplicação prática do sensoriamento remoto
    • O analista de imagens
    • Ciclo de produção em sensoriamento remoto
    • Banco de dados geográficos
    • Modelagem de Dados Geográficos
    • Exemplos de produtos de sensoriamento remoto

 

Módulo 2 – Princípios Físicos do Sensoriamento Remoto e Aplicações no ENVI

 

AULA 1 – A RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA

  • Definições: como se caracteriza a radiação eletromagnética;
  • A onda eletromagnética;
  • O espectro eletromagnético;
  • A dualidade da natureza da luz;
  • Ângulo sólido;
  • Grandezas radiométricas;
  • Corpo negro; e
  • Princípios da radiação eletromagnética.

AULA 2 – INTERAÇÃO DA REM COM A SUPERFÍCIE DOS ALVOS

  • Efeitos Atmosféricos;
  • Tipos de Espalhamento;
  • Absorção Atmosférica;
  • Janelas Atmosféricas;
  • Interação de REM com a Superfície;
  • Superfícies Refletoras;
  • Fatores Dominantes para a Resposta dos Alvos;
  • Rugosidade;
  • Assinatura Espectral;
  • As Cores dos Objetos; e
  • Abrindo imagens no ENVI:
  • Como abrir uma imagem;
  • Verificando a resolução espacial;
  • Localizar pixels e visualizar seu valor em ND;
  • Salvar imagens em formato ASCII;
  • Coordenadas do pixel; e
  • Recortar áreas de interesse.

AULA 3 – O ESPECTRO ÓPTICO

  • Espectro óptico;
  • Espectro solar;
  • Espectro visível;
  • Visão humana;
  • Formação de cores nos pixels de uma imagem; e
  • Prática no ENVI:
  • Comparação entre imagens com resoluções diferentes;
  • Link de displays (tela ou geográfico); e
  • Localização de feições por coordenadas.

AULA 4 – O ESPECTRO TERMAL

  • A radiação termal
  • Análise radiométrica
  • Processos de transferência de calor
  • Grandezas termais
  • Influência da cor dos alvos
  • Inércia termal
  • Cruzamento de temperaturas
  • Efeitos da condução
  • Efeitos da convecção
  • Fator vidro
  • Sombra térmica
  • Prática no ENVI:

– Abrindo uma imagem termal; e

– Composições com imagens termais.

AULA 5 – A FAIXA DAS MICROONDAS (RADAR)

  • Histórico;
  • Esquema básico radar;
  • Diferença de fase;
  • Retroespalhamento das microondas;
  • Características da radiação eletromagnética na faixa das microondas;
  • Penetração;
  • Bandas e frequências;
  • Polarização;
  • Sinal de retorno;
  • Composições multipolarizadas; e
  • Prática no ENVI:

– Abrindo uma imagem radar;

– Realizando composições multipolarizadas; e

– Realizando composições multibanda.

 

Módulo 3 – Sistemas Sensores do Sensoriamento Remoto

AULA 1 – FUNDAMENTOS DE SISTEMAS SENSORES

  • Classificação de Sensores;
    • Sistemas Passivos de Não-Varredura;
    • Sistemas Passivos de Varredura (Scanners); e
    • Distorções Decorrentes dos Movimentos da Plataforma.

AULA 2 – SISTEMAS ORBITAIS E AEROEMBARCADOS

  • Sensores Orbitais;
    • Órbita;
    • Principais Sistemas Sensores em Órbita;
    • Sensores Aeroembarcados;
    • Câmeras analógicas;
    • Câmeras Digitais e PODs eletroópticos; e
    • Plataformas Multisensores.

AULA 3 – SISTEMAS ÓPTICOS PANCROMÁTICOS, MULTI E HIPERESPECTRAIS

  • Detectores de Radiação Óptica;
    • Fenômenos e Mecanismos de Detecção;
    • Detectores e Suas Figuras de Mérito;
    • Sensores com Relação à Faixa Espectral em que Operam;
    • Sistemas Pancromáticos;
    • Imagens Multi e Hiperespectrais; e
    • Características dos Sensores Hiperespectrais Atuais.

AULA 4 – SISTEMAS TERMAIS

  • A Radiação Termal;
    • Sistemas Termais;
    • Detectores Termais;
    • Fatores que Influenciam na Formação da Imagem Termal;
    • Acoplamento Capacitivo: e
    • Sistemas FLIR.

AULA 5 – SISTEMAS RADAR

  • Sistemas Imageadores Radar;
    • Bandas de operação Radar;
    • Radar de Abertura Real;
    • Radar de Abertura Sintética;
    • Geometria de Aquisição SAR;
    • Processamento Multi-look;
    • Ruído Speckle;
    • Distorções Geométricas em Imagens Radar;
    • Conversão Slant to Ground Range;
    • Efeitos Decorrentes de Movimentos não Compensados da Plataforma;
    • Vantagens dos Sensores Radar; e
    • Displays de Apresentação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 4 – Processo Digital de Imagens – PDI

AULA 1 – CONCEITOS BÁSICOS DAS IMAGENS DIGITAIS

  • Notação da Imagem – Pixel;
    • Discretização da Imagem Digital;
    • Quantização dos Números Digitais;
    • Resoluções e Suas Interrelações;
    • Detectabilidade do Alvo;
    • Notação de Imagem Digital; e
    • Técnicas de Transformação em Imagens.

AULA 2 – CORREÇÕES NOS DOMÍNIOS ESPACIAL E ESPECTRAL

Aula Prática de correções no ENVI.

AULA 3 – GEORREFERENCIAMENTO DE IMAGENS E MOSAICOS

  • Aula Prática de Georreferenciamento no ENVI.

AULA 4 – FUSÃO DE IMAGENS E MODELOS DIGITAIS DE TERRENO

  • Aula Prática de Fusão e MDT no ENVI.

AULA 5 – CLASSIFICAÇÃO

  • Aula Prática de Classificação no ENVI; e
    • Classificação no PIXEL EXPLORER (PEX)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 5 – Interpretação de Imagens Opticas

AULA 1 – CONCEITOS BÁSICOS DE INTERPRETAÇÃO E ELEMENTOS
CHAVE

  • OMD;
    • Fatores aue Influenciam a Percepção;
    • Processo de Interpretação de Imagens;
    • Fatores Dominantes para a Resposta dos Alvos;
    • Interpretação Visual de Imagens;
    • Interpretação Digital de Imagens;
    • A Influência da Resolução Espacial na Interpretação;
    • A Influência da Resolução Radiométrica na Interpretação; e
    • A Influência da Resolução Espectral na Interpretação.

AULA 2 – INTERPRETAÇÃO EM IMAGENS PANCROMÁTICAS

  • Padrão de Reflexão da radiação Óptica de alvos;
    • Forma;
    • Tamanho;
    • Sombra;
    • Textura;
    • Cor/Tonalidade;
    • Padrão; e
    • Cercanias.

AULA 3 – INTERPRETAÇÃO EM IMAGENS MULTIBANDAS

  • Interpretação com Composições Coloridas;
    • Comparação de Espectros de Reflexão; e
    • Bibliotecas Espectrais.

AULA 4 – INTERPRETAÇÃO COM MULTI SENSORES

  • Complementação de Informações; e
    • Técnicas de comparação.

AULA 5 – DETECÇÃO DE MUDANÇAS NO TEMPO

  • Como identificar mudanças temporais em imagens.

         

 

 

 

 

 

Módulo 6 -Interpretação de Imagens Infravermelhas

AULA 1 – CARACTERÍSTICAS DAS IMAGENS TERMAIS

  • Conceitos Gerais da Radiação Termal; e
    • Registro da Radiação Termal Pelos Sensores.

AULA 2 – RESPOSTA DOS ALVOS À RADIAÇÃO INFRAVERMELHA

  • Emissividade;
    • Temperatura Cinética vs. Radiante;
    • Fatores Ambientais;
    • Resposta dos Alvos; e
    • Imagens Diurnas vs magens noturnas.

AULA 3 – DIFERENÇAS ENTRE AS IMAGENS ÓPTICAS E TERMAIS

  • Comparação Entre as Características das Imagens Ópticas e as Imagens Termais;
    • Corpos d’água;
    • Vegetação;
    • Objetos metálicos;
    • Solo Seco vs Solo Úmido; e
    • Condição Dinâmica dos alvos.

AULA 4 – SOMBRAS TÉRMICAS E INÉRCIA TERMAL

  • Sombras Térmicas;
    • Inércia Termal;
    • Cruzamento de Temperaturas;
    • Efeito vento;
    • Alvos Subterrâneos; e
    • Identificação de Materiais.

AULA 5 – PRODUTOS GERADOS A PARTIR DE IMAGENS TERMAIS

  • Produtos de Segurança;
    • Produtos de Vigilância;
    • Produtos de Meio Ambiente; e
    • Produtos de Monitoramento.

 

 

 

 

 

 

Módulo 7 – Imageamento Radar I

AULA 1 – HISTÓRICO RADAR

  • História;
    • Conceitos Radar;
    • Radiação de Microondas;
    • Bandas de Utilização e Suas Características; e
    • Comprimento de onda vs Frquência.

AULA 2 – O IMAGEAMENTO SAR

  • Sistema radar;
    • Geometria de aquisição;
    • Célula de Resolução Radar;
    • Projeções; e
    • Área Imageada.

AULA 3 – CARACTERíSTICAS DAS IAMGENS SAR

  • Multipolarização;
    • Multipolarimetria;
    • Composição;
    • Multi Look;
    • Rugosidade em Função do Comprimento de Onda;
    • Sombra radar;
    • Intensidade do Sinal; e
    • Penetração.

AULA 4 – INTERFEROMETRIA SAR

  • Diferença de Fase;
    • O modo Interferométrico;
    • Modelos Digitais do terreno; e
    • Sobreposição de imagens 2 D em 3 D.

AULA 5 – TARBALHANDO COM COMPOSIÇÕES

  • Imagens Pseudo Cor;
    • Atribuindo cores às bandas;
    • Composições para aplicações Específicas; e
    • Rampa de Cores para Alturas Diferentes.

 

 

 

 

 

Módulo 8 – Interações da Radiação de Microondas com a Superfície

AULA 1 – ONDAS DE RADAR E DISPERSÃO

  • Retroespalhamento das Microondas;
    • Fatores de Influência na Imagem Radar no sensor; e
    • Fatores de Influência na Imagem Radar no alvo.

AULA 2 – INTERAÇÕES COM A SUPERFÍCIE

  • Ângulo de Incidência;
    • Ângulo de Visada;
    • Rugosidade da Superfície;
    • Constante Dielétrica; e
    • Tipos de Backscatter.

AULA 3 – TIPOS DE RETORNO RADAR

  • Refletor Simples;
    • Corner Reflector;
    • Diedro Virtual; e
    • Retorno de Range Extendido.

AULA 4 – EFEITOS CARACTERÍSTICOS DAS IMAGENS SAR

• Efeito da Orientação
• Sombra
• Cilindro Vertical
• Blooming
• Alvos Móveis;
• Desfocalização; e
• Despolarização.

AULA 5 – APLICAÇÕES DAS IMAGENS SAR

  • Imagens SAR na Identificação de Mudanças Ambientais;
    • Imagens SAR na Identificação de Manchas de Óleo;
    • Imagens SAR na Cartografia;
    • Imagens SAR no Cálculo de Biomassa; e
    • Estudo de Caso – Imagens SAR na Busca do Air France 447

 

 

 

 

 

 

Módulo 9 –   Interpretação de Imagens de Radar 

AULA 1 – INTERPRETAÇÃO DE ALVOS TERRESTRES

  • Vegetação;
    • Corpos D’água;
    • Solo; e
    • Pavimentação.

AULA 2 – INTERPRETAÇÃO DE TRANSPORTE TERRESTRE E AÉREO

  • Vias de comunicação;
    • Edificações;
    • Ferrovias; e
    • Aeródromos.

AULA 3 – INTERPRETAÇÃO DE ESTRUTURAS INDUSTRIAIS

  • Industriais; e
    • Petróleo e Dervivados.

AULA 4 – ANÁLISE DE ATIVIDADES MILITARES

  • Estruturas Militares; e
    • Atividade Militar.

AULA 5 – ANÁLISE DE AGRICULTURA

  • Irrigação;
    • Diferenciação de Culturas; e
    • Pivô Central.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 10 –  Interpretação de Alvos Marítimos e Desastres Ambientais em

Imagens SAR 

AULA 1 – AS DIFERENTES RESPOSTAS DAS POLARIZAÇÕES EM AMBIENTE MARÍTIMO

  • Superfície do Mar vs Polarizações Radar;
    • Condição de mar;
    • Ângulo de Incidência; e
    • Ganho do Sensor.

AULA 2 – EMBARCAÇÕES

  • Embarcações Mercantes; e
    • Embarcações Militares.

AULA 3 – ESTRUTURAS DE LOGISTICA MARÍTIMA

  • Portos; e
    • Estaleiros.

AULA 4 – DESASTRES EM AMBIENTE MARÍTIMO

  • Manchas de Óleo;
    • Destroços de acidentes; e
    • Náufragos.

AULA 5 – APLICAÇÕES PRÁTICAS

  • Exemplos de Aplicações Práticas de Imagens SAR.

 

MÓDULO 1 – Fundamentos do Google Earth Engine 

 

 

Aula 1 – Introdução a Lógica de Programação com Javascript

  • Estruturação de Algoritmos
  • Declaração de Variáveis e Constantes
  • Funções
  • Estruturas condicionais
  • Estrutura de repetição
  • Boas práticas de programação no GEE

Aula 2 – Introdução ao Google Earth Engine 

  • Apresentação da plataforma de computação em nuvem GEE
  • Cadastro de usuário
  • Ferramentas e editor de código (JavaScript)
  • Verificando erros no terminal
  • Gerenciador de Scripts
  • Exemplo das principais Aplicação no Geoprocessamento
  • Explorando a base de dados do GEE

Aula 3 – Análise Espacial no Google Earth Engine

  • Análise espacial utilizando imagens multibandas
  • Trabalhando com coleção de imagens
  • Utilização de vetores, geometria e coleções
  • Implementação de métodos e algoritmos
  • Noções de sensoriamento remoto
  • Pré-processamento de imagens orbitais

Aula 4 – Processamento de Índices Biogeofísicos

  • Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI);
  • índice de vegetação realçado (EVI)
  • Índice de vegetação ajustado ao solo (SAVI)
  • Seleção e visualização de imagens na biblioteca
  • Utilização de filtros nas bibliotecas
  • Operações e processamento de imagens (Reducers)
  • Utilização de variáveis no processamento
  • Adicionando mapa ao display
  • Máscara para remoção de água e valor de pixel zero
  • Compartilhamento de Script

Aula 5 – Tabelas e Vetores

  • Utilizando biblioteca de tabelas
  • Regras para importação de Fusion Table e Asset
  • Enviado arquivos shapefiles (Asset)
  • Criando Coleções
  • Recorte e visualização de mapas

MÓDULO 2 – Java Script e Ambiente de Desenvolvimento

 

Aula 1 – Boas Práticas de Programação no Google Earth Egnine

  • Funções cliente e servidor
  • seleções e máscaras
  • Redução (média, máximo e mínimo)
  • Coleções
  • Como realizar a exportação de arquivos

Aula 2 – Depurando o Código no GEE

  • Verificando erros de Sintaxe
  • Erros do cliente
  • Bloqueio do navegador
  • Tempo limite de execução de script
  • Erros Internos

Aula 3 – Instalação do Python 

  • Opções de Instalação
  • Importação de Pacote
  • Sintaxe
  • Objeto data
  • Utilização de plugins com QGIS

Aula 4 – Java Script (Objeto e Métodos)

  • Estrutura de dados com Listas
  • Conversão de tipos Casting
  • Estrutura de dados com Dicionários
  • Manipulando Datas
  • Passagem de valor por parâmetros

Aula 5 – Utilizando o paradigma de programação funcional

  • Estrutura de repetição (foor/loops)
  • Condicionais If/Else
  • Interação Cumulativa
  • Boas práticas

 

 

 

 

 

 

 

MÓDULO 3 – Objetos e Métodos do Google Earth Engine 

Aula 1 – Imagens 

  • Visualização de imagens
  • Informação e metadados
  • Operações Matemáticas
  • Operações Condicionais
  • Operações morfológicas
  • Transformações Espectrais

 Aula 2 – Coleção de Imagens

  • Filtrando Coleção de Imagens
  • Trabalhando com imagem multiespectral
  • Exibindo coleção de imagens
  • Matemática de imagens
  • Estatística de imagens
  • Reduzindo uma coleção de imagens
  • Composição de mosaicos

Aula 3 – Composição, máscara e mosaico de Imagens

  • Composição com redutores
  • Aplicação de máscaras
  • Construção de Mosaico
  • Extração de gráficos
  • Exportação de dados

Aula 4 – Reduces (Redutores)

  • Redução de coleção de imagens
  • Estatística de uma região de imagem
  • Estatística de uma vizinhança de imagem
  • Estatística de tabelas
  • Regressão Linear

Aula 5 – Construção de gráficos

  • Gráficos de dados matriciais
  • Construindo gráficos para imagens
  • Coleção de imagens expressa em gráficos
  • Estilo e configurações de gráficos

 

 

 

 

 

 

MÓDULO 4 – Algoritmos Especializados

 

Aula 1 – Conceitos do GEE 

  • Como funciona
  • Aplicação Cliente vs Servidor
  • Escala
  • Projeção

Aula 2 – Algoritmos para Landsat 

  • Cálculo da radiância
  • Cálculo da reflectância
  • Reflectância de superfície
  • Filtro de nuvem

Aula 3 – Algoritmo para Sentinel

  • Metadados e filtragem
  • Pré-processamento Sentinel-1
  • Reamostragem e redução da resolução
  • Reduzir resolução

Aula 4 – Recursos e Fusion Tables (Dados vetoriais e matriciais)

  • Calculando índices biogeofísicos por município
  • Trabalhando com dados CSV (Fusion Tables)
  • Criando Fusion Tables
  • Carregar Fusion Table no Display
  • Convertendo shapefile para Fusion Table

Aula 5 – Análise de Séries Temporais com GEE

  • Análise de séries temporais utilizando LANDSAT 8 NDVI
  • Utilizando as funções join(), map() e reduce()
  • Elaboração de gráficos e análise de tendências Linear NDVI
  • Exportação de gráficos e dados

 

 

 

 

 

 

 

 

MÓDULO 5 – Aplicações no Google Earth Engine I

 

 

Aula 1 – Importação e Exportação de Dados 

  • Importando Dados Raster
  • Carregando recursos de imagem
  • Edição de propriedades
  • Importando Dados da Tabela
  • Exportando dados de imagem e tabela

Aula 2 – Análise de Cobertura Florestal

  • Dados Hansen et al. (2013)
  • Pré-processamento de dados de cobertura florestal
  • Quantificando Mudanças Florestais em uma Região de Interesse
  • Calculando áreas de pixel
  • Mapeando a perda anual da floresta

Aula 3: Sistema de Alerta de Desmatamento (FORMA)

  • Filtrando dados por data
  • Aplicando análise em uma região de interesse
  • Análise para múltiplas regiões
  • Comparando FORMA e Hansen et al.

Aula 4 – Análise da Água Superficial Global

  • Visualização de dados
  • Adicionando Parâmetros de Visualização
  • Resumindo a mudança dentro de uma região de interesse
  • Transição de classe de água
  • Criação de um gráfico de resumo

Aula 5 – Classificação Supervisionada

  • Algoritmos de classificação
  • Filtro de nuvem
  • Implementação de Algoritmo
  • Avaliação de precisão
  • Classificação não supervisionada

 

 

 

 

 

 

MÓDULO 6 – Aplicações no Google Earth Engine I

Aula 1 – Índice de Seca 

  • Produto de incide de seca PDSI
  • Banco de dados TERRACLIMATE
  • Construção de mapas
  • Construção de gráficos
  • Análise de séries temporais
  • Exportação de dados

Aula 2 – Análise de Áreas de Pastos no Brasil

  • Dados do satélite MODIS
  • Índices de vegetação
  • Classificação automática
  • Regressão linear da evolução de áreas de pastos
  • Exportação de dados

Aula 3 – Trabalhando com Dados de Precipitação

  • Dados TRMM
  • Extração de chuva
  • Estatística aplicada a precipitação
  • Análise espacial chuva
  • Validação de Dados
  • Exportação de mapas de precipitação e gráficos

Aula 4 – Utilização da Base do MapBiomas

  • Conhecendo a plataforma do Mapbioamas
  • Acessando os dados pelo GEE
  • Reamostragem de dados
  • Recorte de áreas de interesse
  • Exportação de imagens processadas

Aula 5 – Evapotranspiração

  • Balanço de Energia
  • O algoritmo SEBAL
  • Importação e utilização do algoritmo
  • Visualização de dados
  • Exportação de imagens de evapotranspiração

Módulo 1 – Cartografia e Aerofotogrametria no Mapeamento com Drones

AULA 1 – CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE CARTOGRAFIA.

  • História da Cartografia e origem dos mapas;
  • Produtos cartográficos;
  • Projeções cartográficas;
  • Elementos de um mapa;

AULA 2 – MÉTODOS DE LEVANTAMENTO EM CAMPO.

  • Noções de topografia;
  • Sistema de Posicionamento por Satélites;
  • Imageamento por satélites;
  • Precisão e Acurácia;

AULA 3 – SISTEMA DE COORDENADAS.

  • Forma da Terra;
  • Datum;
  • Sistema de coordenadas geográficas;
  • Sistema de coordenadas UTM;

AULA 4 – HISTÓRIA E FUNDAMENTOS DA AEROFOTOGRAMETRIA.

  • História da aerofotogrametria;
  • Estereoscopia;
  • Restituição fotogramétrica;
  • Plano de voo;

AULA 5 – CONCEITOS DE AEROFOTOGRAMETRIA APLICADOS A DRONES.

  • Recobrimento frontal e lateral;
  • Distância focal;
  • Cálculo da resolução;
  • Tipos de sensores;

Módulo 2 – Fundamentos Legais do Uso de Drones

AULA 1 – HISTÓRIA DOS DRONES.

  • Surgimento dos drones;
  • Aplicações iniciais;
  • Popularização dos drones;
  • Principais fabricantes de drones;

AULA 2 – COMPONENTES E FUNCIONAMENTO DOS DRONES.

  • Tipos de drones;
  • Partes componentes de um drone;
  • Interação e movimentos de um drones;
  • Aspectos ambientais a serem considerados;

AULA 3 – FUNDAMENTOS DE PILOTAGEM DE DRONES.

  • Aeronave;
  • Operador (piloto);
  • Ambiente;
  • Segurança;

AULA 4 – ASPECTOS LEGAIS DO USO DE DRONES NO BRASIL.

  • Legislações vigentes;
  • RBAC n° 94-E;
  • ICA 100-40 (2020);
  • MCA 56-1, MCA 56-2 e MCA 56-3;

AULA 5 – CADASTROS OBRIGATÓRIOS E SOLICITAÇÕES DE VOO.

  • Classes de RPA’s;
  • Cadastro ANAC;
  • Cadastro Anatel;
  • Cadastro DECEA (SARPAS);
  • Solicitação de voo;
  • Tipos de voo;
  • Práticas de boas condutas;
  • Documentos de porte obrigatório;

Módulo 3 – Levantamento de Dados em Campo com Drones

AULA 1 – PLANEJAMENTO DO MAPEAMENTO E CHECK LIST PRÉ-VOO.

  • Objetivo do mapeamento e produto a ser gerado;
  • Análise da área a ser mapeada e das condições climáticas;
  • Solicitações de voo;
  • Check list pré-voo (logística, plano de voo, aeronave, baterias, cartões de memória, etc.);

AULA 2 – PLANO DE VOO (SOFTWARES E APLICATIVOS).

  • Aspectos a serem considerados para o plano de voo;
  • Construindo plano de voo no Dronedeploy;
  • Construindo plano de voo no Pix4d Capture;
  • Construindo plano de voo no GSP;

AULA 3 – EXECUÇÃO DO VOO.

  • Preparação da aeronave;
  • Conexão drone-controle-aplicativo;
  • Aspectos de segurança e pilotagem durante a execução do voo;
  • Boas práticas na execução do voo;

AULA 4 – LEVANTAMENTO COM PONTOS DE APOIO.

  • Tipos de pontos de apoio;
  • Pontos de apoio com GNSS geodésico;
  • Método RTK;
  • Método PPK;

AULA 5 – PÓS VOO (VERIFICAÇÕES).

  • Conferência das fotografias;
  • Check List pós voo;
  • Voos em sequência;
  • Interrupção e continuidade de voo;

Módulo 4 – Processamento de Imagens de Drones

AULA 1 – DOWNLOAD E INSTALAÇÃO DO SOFTWARE AGISOFT METASHAPE.

  • Acesso ao site da Agisoft;
  • Instalação do software Agisoft Metashape;
  • Interface gráfica;
  • Configurações e melhoramentos;

AULA 2 – PROCESSAMENTO.

  • Descarga de fotos no computador;
  • Carregamento de fotos ou pastas;
  • Chunks;
  • Alinhamento de fotos;
  • Importando pontos de controles;
  • Ajustando pontos de controle às fotografias;
  • Geração de nuvem de pontos;

AULA 3 – AJUSTES NO LEVANTAMENTO.

  • Ajuste de fotografias;
  • Reajustando pontos de controle;
  • Realinhando fotos;

AULA 4 – GERAÇÃO DE PRODUTOS E EXPORTAÇÃO PARA OUTROS PROGRAMAS.

  • Geração de DEM;
  • Geração de ortofotomosaico;
  • Geração de curvas de nível;
  • Exportando produtos;

AULA 5 – PROCESSAMENTO DE IMAGENS DE DRONES NA NUVEM.

  • O serviço da Dronedeploy;
  • Outros serviços existentes;

Módulo 5 – Geoprocessamento no Mapeamento com Drones

 

Aula 1 – Fundamentos teóricos do geoprocessamento.

  • O que é geoprocessamento;
  • Sistema de Informação Geográfica;
  • Tipos de dados;

Aula 2 – Download e instalação do software QGIS.

  • Acesso ao site do QGIS e escolha da versão;
  • Instalação do Qgis;
  • Interface do usuário;

Aula 3 – Trabalhando com imagens de drones no QGIS.

  • Inserindo uma imagem de drone no QGIS;
  • Georreferenciando uma fotografia de drone no QGIS;
  • Ajuste de histograma;
  • Trabalhando com DEM no Qgis;

Aula 4 – Integração com base de dados (vetores).

  • Inserindo arquivos vetoriais no Qgis;
  • Digitalização de imagens de drone no Qgis;
  • Classificação no Qgis;
  • Conversão imagem -> vetor;

Aula 5 – Produção de mapas com Qgis.

  • Modo layout e suas ferramentas;
  • Inserindo elementos do mapa;
  • Exportando o mapa como imagem ou PDF;

Módulo 6 – Classificação e Segmentação de Imagens de Drones

AULA 1 – FUNDAMENTOS TEÓRICOS DO PDI.

  • O que é PDI;
  • Técnicas de interpretação visual de imagens;
  • Composição colorida, fusão e realces;
  • Tipos de classificação;

AULA 2 – SOFTWARES PARA PDI.

  • QGIS;
  • PCI Geomatics;
  • E-cognition;
  • Orfeo ToolBox;

AULA 3 – CLASSIFICAÇÃO ESPECTRAL.

  • Espectro eletromagnético;
  • Sensores e bandas;
  • Classificação supervisionada;
  • Classificação Não supervisionada;

AULA 4 – SEGMENTAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS.

  • O conceito de GEOBIA;
  • Correções;
  • Segmentação;
  • Classificação;

AULA 5 – ÍNDICES DE VEGETAÇÃO.

  • NDVI;
  • VARI;
  • SAVI;
  • GLI;

 

 

Módulo 7 – Planejamento e Execução de Voo com Drones*

  • Aula 1 – Planejamento do mapeamento e de voo (manhã).
  • Aula 2 – Execução de voo com pontos de controle (tarde).
  • Aula 3 – Processamento das imagens de drones (manhã).
  • Aula 4 – Geoprocessamento e PDI aplicados a imagens de drones (tarde).

*Opção de módulo presencial custo adicional, com previsão de turmas em 2022.

MÓDULO 1 – Geoprocessamento na Agricultura de Precisão

Aula 1 – O Caráter Múltiplo da Agricultura de Precisão

  • História
  • Conceito
  • Vertentes
  • Necessidades
  • Produção
  • Aplicações práticas / Atuação
  • Dificuldades
  • Softwares

Aula 2 – Configurando Projeto 

  • Informações necessárias para iniciar; 
  • Iniciando Projeto ArcGis; 
  • Configuração do Sistema de Coordenada; 
  • Compatibilidade de equipamento e projeto; 
  • Obtenção de arquivos.

Aula 3 – Dados Base 

  • Aprender a Identificar um Sistema de Coordenadas;
  • Fixar uma Projeção para Vetor/Raster;
  •  Reprojeção de Arquivos Vetoriais;
  •  Reprojeção de Arquivos Raster;
  •  Solução de Problemas com Projeções.

Aula 4 – Análise Espacial Vetor

  • Operações entre Geometrias;
  • Modo de Edição de Feições;
  •  Ferramentas para Edição Avançada;
  •  Ferramenta para Geoprocessamento: Buffer;
  •  Ferramenta para Geoprocessamento: Cortador (Clip).

Aula 5 – Análise Espacial Vetor e Atributos

  • Ferramenta para Geoprocessamento: Cruzar (Intersect);
  •  Ferramenta para Geoprocessamento: Dissolver (Dissolve);
  •  Ferramenta para Geoprocessamento: Diferença Simétrica;
  •  Verificar a Validade da Geometria / Regras Topológicas;
  • Tabela de Atributos.

 

 

 

 

 

MÓDULO 2 – Processamento de Imagens

 

Aula 1 – Baixando Imagens Orbitais 

  • Sites; 
  • Bandas espectrais;
  • Bandas para NDVI;
  • Resolução; 
  • Utilização. 

Aula 2 – Imagens Orbitais

  • Processamento Digital de Imagens;
  • Composição Colorida RGB;
  • O que é NDVI;
  • Gerar NDVI;
  • Transformação Radiométrica.

Aula 3 – Análise Espacial Raster

  • Análise dos Metadados de uma Imagem;
  • Georreferenciamento de uma Imagem de Satélite;
  • Base de Mapas para suporte em mapeamento;
  • Criação de um TIN a partir das curvas de nível.

Aula 4 – Processamento de Imagens

  • Fusão de Imagens;
  • Mosaico de Imagens;
  • Reamostragem de Pixels;
  • Recorte de Imagens.

Aula 5 – Modelos de Terreno e Elevação 

  • Obtenção dos dados Base (Satélite ou RPA);
  • Pós Processamento; 
  • Validação; 
  • Criação de Curvas de nível a partir do raster.

Aula 6 – imagens de RPA

  • Noções Básicas; 
  • Processamento necessários (Precisão);
  • Recomendação de Pixel; 
  • Processamento de Imagens; 
  • Utilizações; 
  • Extração de MDE.

 

 

 

 

MÓDULO 3 – Elaboração do Grid Amostral

Aula 1 – Geração de grid amostral por pontos regulares

  • O que é Interpolação; 
  • Tamanho do Grid Ideal;
  • Pontos regulares para amostragem em campo;
  • ArcGis;
  • Qgis; 
  • Transforma tabela do Excel em CSV e importar.

Aula 2 – Geração de Zonas de Manejo

  • Diferença entre o Grid e Zonas; 
  • Geração de zonas NDVI;
  • Mapas de produtividade; 
  • Mapas de argila ou areia;
  • Imagens de satélite das culturas anteriores; 
  • Mapas de condutividade elétrica do solo;
  • Topografia e relevo;
  • CTC (Capacidade de troca catiônica do solo);
  • Matéria orgânica do solo;
  • Tipo de solo;
  • Alguns tipos de pragas do solo (nematoides e fungos de solo);
  • Smart-Map;
  • Ponderação pelo Inverso da Distância (IDW);
  • Krigagem. 

Aula 3 – Como exportar da grid amostral e quais aplicativos usar

  • Exportar em SHP;
  • Exportar em KML;
  • Aplicativos que podem ser utilizadores; 
  • Inserindo dados no aplicativo.

Aula 4 – Como fazer a coleta a campo

  • Amostra composta;
  • Amostra simples; 
  • UTM Geo Map; 
  • Avenza Map.

Aula 5 – Layout de Impressão do Mapa de Aplicação de Taxa Variável

  • Configurando projeto; 
  • Inserindo Grade de coordenadas; 
  • Modos de apresentação; 
  • Configuração de Paleta de cores. 

 

 

 

 

MÓDULO 4 – Obtendo Dados das Máquinas e Interpolação

Aula 1 – Modelos de Elevação 

  • Processamento dos dados da máquina; 
  • Geração de Modelo de Elevação; 
  • Curvas de Nível.
  • Criação do TIN

Aula 02 – Dados Disponíveis 

  • Tipo de sinal de Correção;
  • Modelo de trabalho do produtor; 
  • Pontos de Altitude; 
  • Limites de talões; 
  • Umidade; 
  • Quantidade de produtos;
  • Colheita. 

Aula 3– Utilizando Máquinas para mapear.

  • Disponibilidade;
  • Tempo; 
  • Mão de Obra; 
  • Tipo de Sinal; 
  • Valor Agregado.

Aula 4 Coleta de Dados 

  • Criação de planilhas; 
  • Fertilidade; 
  • Coleta de Daninhas; 
  • Insetos; 
  • Fungos; 
  • Criação de dados a partir de planilhas. 

Aula 5 – Criação de mapas interpolados 

  • Recomendação de sólidos;
  • Herbicidas; 
  • Inseticidas; 
  • Fúngicos; 
  • Exportação de dados.

Aula 6 – Inserindo dados no Monitor 

  • Monitores; 
  • Particularidades;
  • Inserindo Mapa;
  • CNH i Pro 700;
  • Hexagon Ti7;
  • Trimble XCN 1050.

 

 

MÓDULO 5 – Projeto de Linha e AutoCAD

Aula 1 – Integração entre Softwares 

  • Transformando SHP em DWG;
    • ArcGis;
    • Qgis;
  • Inserindo imagem no AutoCad;
  • Configuração de DWG para SIG.

Aula 2 – AFS Software 

  • Instalação; 
  • Configuração;
  • Conhecendo o programa; 
  • Intendendo as ferramentas.

Aula 3 – Árvore de comando 

  • Criando Proprietário; 
  • Fazenda; 
  • Talhão; 
  • Safra; 
  • Inserir imagem google de fundo; 
  • Ativar modo edição; 
  • Criar limites;
  • Linha Guia. 

Aula 4 – Importação e Safra 

  • Importar dados do monitor;
  • Importar SHP; 
  • Criar safra; 
  • Interpolação; 
  • Trabalhando a Legenda.

Aula 5 – Definir Projeto de linhas de Plantio e Pulverização

  • Criar Faixa de multi-linhas;
  • Fazer linhas de bordadura;
  • Linhas dentro do talhão;
  • Definir limites;
  • Extend;
  • Smooth;
  • Definido como linha de Clip;
  • Exportar dados;
  • Layout de Impressão do Mapa.

 

 

Módulo 1 – Power Bi com Ênfase em Geoprocessamento

 

  • Apresentação, Instalação e Configuração do Power BI
  • Formatando Consultas
  • Editando as Consultas
  • Montando Relatórios
  • Interação de Dados: O Diferencial do Power BI
  • Produção de Mapas no Power BI

 

Módulo 2 – Mapas interativos no POWER BI

  • Preparação de tabelas
  • Conceitos de BI
  • Relacionando Tabelas
    Botões e Indicadores
  • Produzindo Mapas Interativos
  • Maximizando o Potencial dos Mapas com Indicadores

 

 

Módulo 3 – Análise de Dados no Power Bi

 

  • Fórmulas Lógicas: SE, E e OU
  • Fórmulas de Texto: Concatenar, Direita, Esquerda e Outras
  • Fórmulas Numéricas: Soma, Média, Máx, Min e Outras
  • Fórmulas Inteligentes: Calcular, Trocar e Outras
  • Fórmulas de Filtro: Filter, All, Allexcept, Allselected
  • Funções de Inteligência Temporal: Dateiff, Datesentre, Totalytd, Dateadd e outras

 

 

 

 

Módulo 4 – Automações de Dados no Power BI

  • Tabelas e Gráficos Multiníveis
  •  Parâmetros
  • Agregação de Arquivos
  • Atualização Incremental
  • Ambiente Online
  • Publicação de Relatórios e Atualizações de Relatórios
  • Gateway Pessoal e Profissional

 

 

 

 

Módulo 5 – Automações de Dados no Power BI

 

  • Premissas e levantamento de requisitos
  • Análise das fontes de dados e da qualidade dos dados
  • Importação e padronização dos dados para o Power BI
  • Edição de dados e relacionamento de tabelas

 

 

Módulo 6 – Projeto Completo com Power BI II

 

  • Criação de tabelas, gráficos e controles interativos
  • Formatação do relatório
  • Publicação e compartilhamento do relatório
  • Automatização da atualização do relatório

 

Módulo 1 – Fundamento em Phyton para QGIS

AULA 1 – PHYTON E BIBLIOTECAS EM SIG

  • O que é o python;
    • Bibliotecas python em SIG.

AULA 2 – VARIÁVEIS E SEUS MÉTODOS

  • Variáveis
    • String;
    • Float;
    • Integer.

AULA 3 – ESTRUTURA DE DADOS

  • Listas;
    • Conjuntos (set);
    • Dicionário;
    • Tupla.

AULA 4 – OPERAÇÕES, CONDICIONAIS E LOOPS

  • Operadores aritmético
  • Operadores comparação
  • Operadores lógico
  • Condicionais
  • If, elif e else;
  • try e except;
  • Loops
  • for;
  • while.

AULA 5 – ARQUIVOS E FUNÇÕES

  • O que são funções.
  • Manipulação de arquivos.
  • Comando def.
  • Built-in.
  • abs.
  • map
  • filter.
  • lambda.

AULA 6 – CLASSE

  • Programação Orientada à objeto
  • Classes.
  • Métodos.
  • Atributos.
  • Construção de classes no python.

 

 

 

 

Módulo 2 – Biblioteca PyQGIS

 

AULA 1 – TRABALHANDO COM CAMADAS VETORIAS NO QGIS

  • Ambiente de programação python no QGIS.
  • Adicionando dados externo (shapefiles e sqlite).
  • Interatividade com as camadas vetoriais no QGIS.
  • Listando atributos da camada vetorial.
  • Acessando atributos.
  • Iterando vetores no QGIS sobre região de interesse;
  • Leitura da geometria na camada vetorial;
  • Criando camadas vetoriais a partir de arquivos de textos.

AULA 2 – TRABALHANDO FUNÇÕES PYTHON NA CALCULADORA DE CAMPO NO QGIS

AULA 3 – TRABALHANDO FUNÇÕES PYTHON EM RÓTULOS  NO QGIS

AULA 4 – USO DE ALGORITMOS NATIVOS NO QGIS CUSTOMIZADAS COM PYTHON

  • Módulo processing
  • Lista de ferramentas
  • native:buffer
  • native:filedownloader
  • native:clip

AULA 5 – COMUNCANDO AO USUÁRIO QGIS COM PYTHON

  • Barra de mensagem
  • Mensagens de progresso do processamento
  • Mensagens de log

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 3 – Biblioteca GDAL Phyton

AULA 1 – TRABALHANDO COM IMAGENS

  • Biblioteca Numpy
  • Acessando imagens e suas propriedades
  • Forma de acesso as imagens (BIL,BIP e BIQ)

 AULA 2 – ÁLGEBRA DE MAPAS 

  • Adição
  • Subtração
  • Multiplicação
  • Divisão
  • WHERE (Filtro)
  • Criação de imagens
  • Estatística de imagens
  • Cálculo de Indice pelo gdal_calc

AULA 3 – UTILITÁRIOS DO GDAL ṔARA PROCESSAMENTO DE IMAGENS

  • gdal_translate
  • gdal_merge (Mosaico)
  • gdal_contour (Contornos)
  • gdalbuildvrt (Mosaico Virtual)

AULA 4 – TRABALHANDO COM VETORES

  • Acessando os vetores e suas propriedades
  • Geometria
  • Criação e edição de vetores
  • Filtro e operações espaciais com vetores

AULA 5 – UTILITÁRIOS DO OGR PARA PROCESSAMENTO DE VETORES

  • ogrinfo
  • ogr2ogr
  • ogrmerge

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 4 – Criando Ferramentas e Plugins Phyton no QGIS

AULA 1 – ESTRUTURA DO MODELO SCRIPT TOOLS NO QGIS

  • Parâmetros I/O (Input/Output)
  • Tipos de parâmetros de entrada e saída
  • Início de construção da ferramenta (InitAlgorithm)
  • Processamento do algoritmo ferramenta (processAlgorithm)
  • Configurando ajuda na ferramenta

 

AULA 2 – PRÁTICA: FERRAMENTA DE DOWNLOAD DOS PROCESSOS MINERÁRIOS NO BRASIL

AULA 3 – PRÁTICA: FERRAMENTA DE ESTATÍSTICA DOS PIXELS NAS IMAGENS

AULA 4 – PRÁTICA: FERRAMENTA DE BUFFER POR SELEÇÃO DE ATRIBUTOS

AULA 5 – APLICAÇÃO EM LOTE DO SCRIPTS DAS PRÁTICAS NO QGIS

 

Módulo 5 – Criacao de Plugins para QGIS com Phyton

MÓDULO COMPOSTO POR 5 AULAS PRÁTICAS SOBRE CRIAÇÃO DE PLUGINS PARA O QGIS COM PYTHON

Módulo 1 – Fundamento em Python com ArcGIS

AULA 1 – PHYTON E BIBLIOTECAS EM SIG

  • O que é o python;
    • Bibliotecas python em SIG.

AULA 2 – VARIÁVEIS E SEUS MÉTODOS

  • Variáveis
    • String;
    • Float;
    • Integer.

AULA 3 – ESTRUTURA DE DADOS

  • Listas;
    • Conjuntos (set);
    • Dicionário;
    • Tupla.

AULA 4 – OPERAÇÕES, CONDICIONAIS E LOOPS

  • Operadores aritmético
  • Operadores comparação
  • Operadores lógico
  • Condicionais
  • If, elif e else;
  • try e except;
  • Loops
  • for;
  • while.

AULA 5 – ARQUIVOS E FUNÇÕES

  • O que são funções.
  • Manipulação de arquivos.
  • Comando def.
  • Built-in.
  • abs.
  • map
  • filter.
  • lambda.

AULA 6 – CLASSE

  • Programação Orientada à objeto
  • Classes.
  • Métodos.
  • Atributos.
  • Construção de classes no python.

 

 

Módulo 2 – Biblioteca ArcPy

 

AULA 1 – TRABALHANDO COM CAMADAS VETORIAS NO ArcGIS

  • Ambiente de programação python no ArcGIS.
  • Adicionando dados externo (shapefiles e sqlite).
  • Interatividade com as camadas vetoriais no ArcGIS.
  • Listando atributos da camada vetorial.
  • Acessando atributos.
  • Iterando vetores no ArcGIS sobre região de interesse;
  • Leitura da geometria na camada vetorial;
  • Criando camadas vetoriais a partir de arquivos de textos.

AULA 2 – TRABALHANDO FUNÇÕES PYTHON NA CALCULADORA DE CAMPO NO ArcGIS

AULA 3 – TRABALHANDO FUNÇÕES PYTHON EM RÓTULOS  NO ArcGIS

AULA 4 – USO DE ALGORITMOS NATIVOS NO ArcGIS CUSTOMIZADAS COM PYTHON

  • Módulo processing
  • Lista de ferramentas
  • native:buffer
  • native:filedownloader
  • native:clip

AULA 5 – COMUNCANDO AO USUÁRIO ArcGIS COM PYTHON

  • Barra de mensagem
  • Mensagens de progresso do processamento
  • Mensagens de log

 

 

Módulo 3 – Biblioteca Arcpy com Imagens

AULA 1 – TRABALHANDO COM IMAGENS

  • Biblioteca Numpy
  • Acessando imagens e suas propriedades
  • Forma de acesso as imagens (BIL,BIP e BIQ)

 AULA 2 – ÁLGEBRA DE MAPAS 

  • Adição
  • Subtração
  • Multiplicação
  • Divisão
  • WHERE (Filtro)
  • Criação de imagens
  • Estatística de imagens
  • Cálculo de Indice pelo gdal_calc

AULA 3 – UTILITÁRIOS DO ARCPY ṔARA PROCESSAMENTO DE IMAGENS

  • arcpy_translate
  • arcpy_merge (Mosaico)
  • arcpy_contour (Contornos)
  • arcpybuildvrt (Mosaico Virtual)

AULA 4 – TRABALHANDO COM VETORES

  • Acessando os vetores e suas propriedades
  • Geometria
  • Criação e edição de vetores
  • Filtro e operações espaciais com vetores

AULA 5 – UTILITÁRIOS DO OGR PARA PROCESSAMENTO DE VETORES

  • ogrinfo
  • ogr2ogr
  • ogrmerge

 

 

Módulo 4 – Criando Ferramentas e Plugins Phyton no ArcGIS

 

AULA 1 – ESTRUTURA DO MODELO SCRIPT TOOLS NO QGIS

  • Parâmetros I/O (Input/Output)
  • Tipos de parâmetros de entrada e saída
  • Início de construção da ferramenta (InitAlgorithm)
  • Processamento do algoritmo ferramenta (processAlgorithm)
  • Configurando ajuda na ferramenta

AULA 2 – PRÁTICA: FERRAMENTA DE DOWNLOAD DOS PROCESSOS MINERÁRIOS NO BRASIL

AULA 3 – PRÁTICA: FERRAMENTA DE ESTATÍSTICA DOS PIXELS NAS IMAGENS

AULA 4 – PRÁTICA: FERRAMENTA DE BUFFER POR SELEÇÃO DE ATRIBUTOS

AULA 5 – APLICAÇÃO EM LOTE DO SCRIPTS DAS PRÁTICAS NO QGIS

 

 

 

Módulo 5 – Criacacao de Plugins para ArcGIS com Phyton

MÓDULO COMPOSTO POR 5 AULAS PRÁTICAS SOBRE CRIAÇÃO DE PLUGINS PARA O ARCGIS COM PYTHON

 

Módulo 1 – Procedimentos Prátic para o Licenciamento Ambiental

AULA 1 – O CARÁTER MÚLTIPLO DO CONCEITO DE AMBIENTE.

  • Conceito de Ambiente.
  • Esferas da Terra.
  • Componentes do meio.
  • Diferentes significados do binômio natureza-sociedade.

AULA 2 – LICENCIAMENTO AMBIENTAL: PRINCIPAIS CONCEITOS

  • Licenciamento Ambiental.
  • Estudos Ambientais.
  • Poluição x Impacto Ambiental x Degradação Ambiental.
  • Aspecto Ambiental.

AULA 3 – LEGISLAÇÃO AMBIENTAL NO BRASIL I

  • A Legislação Ambiental no Brasil.
  • O Sistema Nacional de Meio Ambiente (SISNAMA)
  • O Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA)
  • Política Nacional do Meio Ambiente e seus Instrumentos

AULA 4 – LEGISLAÇÃO AMBIENTAL NO BRASIL II

  • A Constituição Federal e a questão ambiental
    • A competência da União na questão ambiental
    • A competência dos Estados na questão ambiental
    • A competência dos Municípios na questão ambiental

AULA 5 – ETAPAS PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL

  • Conceito de licença ambiental
  • Diferentes tipos de licenças ambientais
  • Licença prévia (LP)
  • Licença de instalação (LI)
  • Licença de operação (LO)

AULA 6 – PROCEDIMENTOS PRÁTICOS PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL

  • Documentação;
  • Momento da requisição da licença (empreendedor);
  • Ações do órgão licenciador;
  • Audiência pública;
  • Ação do órgão ambiental – Complementação;
  • Da Concessão das licenças.

Módulo 2 – Documentos e Estudos Necessários para o Licenciamento Ambiental

AULA 1 – DOCUMENTOS PRÉVIOS

  • Ficha de Caracterização do Empreendimento;
  • Termo de Referência.

AULA 2 – ESTUDO PARA IMPACTOS AMBIENTAIS SIGNIFICATIVOS

  • Estudo de Impacto Ambiental – EIA;
  • Relatório de Impacto Ambiental – RIMA.

AULA 3 – ESTUDO PARA IMPACTOS AMBIENTAIS DE PEQUENO PORTE

  • Relatório Ambiental Simplificado – RAS;
  • Relatório de Controle Ambiental – RCA.

AULA 4 – ESTUDOS COMO REQUISITOS PARA OBTENÇÃO DE LICENÇA

  • Projeto Básico Ambiental – PBA;
  • Relatório de Detalhamento de Programas Ambientais – RDPA;
  • Relatório de Desempenho Ambiental do Empreendimento.

AULA 5 – ESTUDOS COMPLEMENTARES

  • Plano de Recuperação de Áreas Degradadas – PRAD;
  • Plano de Gerenciamento de Riscos – PGR;
  • Plano de Ações de Emergência – PAE.

Módulo 3 – Órgãos Intervenientes e outras licenças/autorizações no processo de licenciamento ambiental.

AULA 1 – PORTARIA INTERMINISTERIAL N0 065/2015

  • Fundação Nacional do Índio – FUNAI;
  • Fundação Cultural Palmares – FCP;
  • Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan;
  • Ministério da Saúde.

AULA 2 – UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

  • Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio;
  • Órgãos ambientais responsáveis por Unidades de Conservação Estadual.

AULA 3 – ESFERA MUNICIPAL

  • Participação das Prefeituras no licenciamento ambiental.

AULA 4 – OUTRAS LICENÇAS/AUTORIZAÇÕES

  • Autorização de Supressão de Vegetação;
  • Outorga de Uso de Recursos Hídricos;
  • Licença de Uso e Ocupação do Solo.

Módulo 4 – Instrumentos de gestão associados ao licenciamento

AULA 1 – AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL

  • Objetivo;
  • Processo de avaliação;
  • Atividades preparatórias para a realização de um estudo de impacto ambiental;
  • Identificação das causas.

AULA 2 – NORMAS E PADRÕES DE QUALIDADE AMBIENTAL

  • O Conama e suas normas;
  • Ar;
  • Água;
  • Ruídos.

AULA 3 – PROGRAMAS AMBIENTAIS 

  • Conceito;
  • Objetivo;
  • Meio físico;
  • Meio Biótico;
  • Meio Socioeconômico

AULA 4 – INSTRUMENTOS DE ACOMPANHAMENTO

  • Finalidade
  • Monitoramento ambiental;
  • Auditoria ambiental;
  • Sistema de Gestão Ambiental;

Módulo 5 – Vivenciando o licenciamento ambiental

AULA 1 – FONTES DE INFORMAÇÃO PARA O RECONHECIMENTO AMBIENTAL INICIAL DA ÁREA E ENTORNO 

  • Documentos cartográficos;
  • Estudos secundários;
  • Base de dados ambientais;
  • Base de dados socioeconômicos;
  • Conversas com moradores locais;
  • Identificação e conversa com as lideranças locais;
  • Conversa com os municípios.

AULA 2 – ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS E UTILIZADORAS DE RECURSOS AMBIENTAIS. 

  • O caso da mineração.

AULA 3 – ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS E UTILIZADORAS DE RECURSOS AMBIENTAIS. 

  • O caso de uma linha de transmissão de energia elétrica.

AULA 4 – ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS E UTILIZADORAS DE RECURSOS AMBIENTAIS. 

  • O caso de uma rodovia

 

Módulo 1 – Fundamentos do CAR no ArcGIS e QGIS

AULA 1 – APLICAÇÕES NO CAR I

  • Introdução ao CAR (Cadastro Ambiental Rural)
  • Benefícios e Malefícios do CAR (Cadastro Ambiental Rural)
  • Funcionamentos dos programas Envolvidos.
  • Introdução aos conceitos de “Áreas de Servidão Ambiental” e PSA (Pagamentos por Serviços Ambientais). Conceitos do CRA (Cotas de Reservas Ambiental).

AULA 2 – APLICAÇÕES NO CAR II

  • Conceitos Gerais do Cadastro Ambiental Rural (CAR)
  • Introdução aos conceitos de “Passivos Ambientais”
  • Introdução aos conceitos de Reserva Legal, Topo de Morro,
  • APP (Área de Preservação Ambiental) de Lagoa, Área
  • Produtiva, APP de Margem de Rio.
  • Introdução a História e Dinâmica do CAR (Cadastro  Ambiental Rural).

AULA 3 – ASPECTOS TÉCNICOS DO CAR I 

  • Ciências e Técnicas Aplicáveis: Quais são as ferramentas e ciências utilizadas no CAR. O que é  Conceituação das Ciências e Tecnologias Aplicadas ao CAR
  • Introdução ao Sensoriamento Remoto no CAR
  • Introdução aos Conceitos de Topografia e Georreferenciamento
  • Introdução à Regularização Fundiária.
  • Introdução às Técnicas Espaciais no CAR.

AULA 4 – ASPECTOS TÉCNICOS DO CAR II

  • Diferenciação do “Justo Possuidor” com o “Proprietário” – Relação de Direito sobre a terra. Introdução aos Conceitos de “Justo Possuidor” e “Proprietário”
  • Análise sobre a Relação de Direito sobre a Terra.
  • Análise dos Documentos Aceitos no CAR (Cadastro Ambiental Rural).
  • Introdução espacial dos Sistemas Nacionais e dinâmicas pertinentes.
  • Introdução ao sistema do SICAR
  • Acesso ao sistema de Banco de dados Espaciais do SICAR.

AULA 5 – ASPECTOS TÉCNICOS DO CAR III

  • Banco de Dados Espaciais no CAR (Cadastro Ambiental Rural).
  • Utilização dos arquivos “Shapefiles” e “Kml”
  • Análises Espaciais dos Municípios Brasileiros.
  • Aplicação Prática da Ferramenta “Buffer” no ArcGIS

 

 

 

Módulo 2 – Análise Espacial no CAR com ArcGIS e QGIS

AULA 1 – DINÂMICA DO USO DO SOLO – CASO BRASILEIRO. 

  • Aspectos Gerais da Dinâmica do Uso do Solo no CAR.
  • Introdução ao Uso do Solo no CAR (Cadastro Ambiental Rural).
  • Utilização dos arquivos “shapefiles” com o arquivo “Raster”.
  • Acesso aos Bancos de dados do ArcGIS e QGIS.

AULA 2 – DINÂMICA DO USO DO SOLO II – CASO BRASILEIRO 

  • Aplicações Espaciais e Práticas dos Passivos Ambientais.
  • Aplicações dos Conceitos de Passivos Ambientais.
  • Conceito de Reserva Legal.
  • Aplicação Prática das Geotecnologias em Propriedades Rurais.
  • Conceito e Aplicação da Análise Multitemporal no ArcGIS e QGIS.

AULA 3 – AMPLIAÇÃO DOS CONCEITOS DA ANÁLISE ESPACIAL DAS FLORESTAS. 

  • O que é Vegetação Nativa ?
  • Conceito de Vegetação Nativa.
  • Introdução a Vegetação Nativa nos Biomas Brasileiros.
  • Introdução e Aplicação do Uso do Solo nos Biomas Brasileiro
  • Utilização do Programas ArcGIS e QGIS.

AULA 4 – APLICAÇÕES PRÁTICAS E TRATAMENTO DOS DADOS ESPACIAIS. 

  • Aplicação de Técnicas para assegurar a qualidade dos dados espaciais do Projeto.
  • Conceitos e Aplicações Técnicas
  • Introdução da Inserção dos Dados Espaciais no sistema Federal (SICAR).
  • Transformação dos Dados “Shapefiles” em arquivos “kml”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 3 – Aplicações Técnicas em APP com ArcGIS e QGIS

 

AULA 1 – CONCEITOS DE APP (ÁREA DE PROTEÇÃO PERMANENTE). 

  • Conceitos de APP – Área de Proteção Ambiental.
  • Introdução e Aplicação das APP’s no ArcGIS e QGIS.
  • Aplicação do conceito de APP de Drenagem – Utilizando no ArcGIS e QGIS.
  • Aplicação do conceito de APP de Vereda no ArcGIS e QGIS.

AULA 2 – APLICAÇÕES TÉCNICAS ESPACIAIS – APP’S 

  • Exemplos de Aplicações Práticas de Identificação e Análise de APP.
  • Introdução à Identificação e Análise Espacial das APP”S
  • Aplicação do Conceito de APP de Topo de Morro
  • Aplicação do Conceito de APP de Lagoa Natural – Utilizando ArcGIS e QGIS.

AULA 3 – APARATO LEGAL SOBRE PROPRIEDADES ABAIXO E ACIMA DE QUATRO MÓDULOS LEGAIS.

  • Principais Conceitos.
  • Introdução aos Conceitos Jurídicos para o CAR.
  • Introdução ao PRA (Programa de Regularização Ambiental).
  • Aplicação Prática da APP de Reserva Legal.

AULA 4 – APLICAÇÕES PRÁTICAS – “DINÂMICA ESPACIAL” ESTUDO DE CASO.

  • Introdução a orientação espacial para as áreas de Reserva Legal.
  • Diferenciação da Dinâmica Espacial das áreas Públicas e áreas de APP.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 4 – Banco de Dados Espacial no CAR

AULA 1 – OPÇÕES DA INTERNET 

  • Introdução aos Banco de Dados Espaciais – Para os dados da Geotecnologia.
  • Introdução a sites de Dados Espaciais.
  • Introdução a sistemas de Banco de Dados Espaciais.
  • Vislumbre de Programas e dados das Geotecnologias.

AULA 2 – ACESSO A IMAGENS DE SATÉLITE – ANÁLISE MULTITEMPORAL DAS PROPRIEDADES. 

  • Principais Bases de Dados Nacionais.
  • Introdução aos Principais Bancos de Dados Nacionais.
  • Introdução aos dados Espaciais Estaduais.
  • Exemplificação: dos Estados de Minas Gerais, Santa Catarina entre outros.

AULA 3 – UTILIZAÇÃO DAS BASES DE ARQUIVO DWG (AUTO CAD). 

  • Formas de Tratamento dos dados Dwg para as Geotecnologias
  • Principais Bases de Dados Nacionais.
  • Casos Específicos dos Estados.
  • Exemplo: Minas Gerais; Santa Catarina; São Paulo entre outras.

AULA 4 – EXEMPLOS ESPECÍFICOS “UTILIZAÇÃO DO ARCGIS E QGIS” 

  • Introdução as técnicas de separação dos Perímetros (Limítrofes) das Propriedades Rurais. Utilização dos Programas de Geoprocessamento ArcGIS e QGIS.

AULA 5 – PRÁTICA TÉCNICA COM OS BANCOS DE DADOS. 

  • Introdução à prática dos dados Espaciais nas operações técnicas diárias do CAR (Cadastro Ambiental Rural).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 5 – Aplicações Espaciais Qualitativas no CAR I

AULA 1 – CONCEITOS GERAIS – BIOMA CERRADO 

  • Exemplos Práticos com os Biomas Cerrado e Caatinga.
  • Introdução e Aplicação de exemplos práticos dos Biomas Cerrado e Caatinga.
  • Introdução à Análise documental da Propriedade Rural.
  • Introdução as análises sobre os Passivos Ambientais.
  • Utilização do ArcGis e Qgis.
  • Introdução do manuseio do arquivo “kml”

AULA 2 – CONCEITOS GERAIS – BIOMA AMAZONAS. 

  • Exemplo Prático com o Bioma Amazônas.
  • Introdução à aplicação do CAR no Bioma Amazonas.
  • Aplicação de Análise Espacial, Análise Documental da Propriedade e sua situação frente aos passivos ambientais  – Utilização do ArcGis/Qgis nas aplicações.
  • Correto manuseio com o arquivo final “kml” (Com o processamento anterior com o arquivo “shapefile”).

AULA 3 – CONCEITOS GERAIS – BIOMA MATA ATLÂNTICA. 

  • Exemplo Prático com o Bioma Mata Atlântica.
  • Introdução da Aplicação na Análise Espacial e Documental da Propriedade Rural.
  • Análise dos Passivos Ambientais.
  • Correto manuseio do arquivo final “kml”

AULA 4 – CONCEITOS GERAIS – BIOMA PAMPA 

  • Introdução aos exemplos práticos dos Biomas Pampa e Pantanal.
  • Introdução da Aplicação na Análise Espacial e Documental da Propriedade Rural.
  • Utilização dos Programas ArcGIS/QGIS.
  • Correto Manuseio do Arquivo final “kml”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 6 – Aplicações Espaciais Qualitativas no CAR II

AULA 1 – CONCEITOS GERAIS – BIOMA CAATINGA. 

  • Introdução as Técnicas Práticas com o Bioma da Caatinga.
  • Utilização dos Programas ArcGIS/QGIS.

AULA 2 – CONCEITOS GERAIS – BIOMA PANTANAL. 

  • Introdução as Técnicas Práticas com o Bioma do Pantanal
  • Utilização dos Programas ArcGis e Qgis.

AULA 3 – ÁREAS DE TRANSIÇÃO DE BIOMAS. 

  • Introdução as Técnicas Práticas nas áreas de Transição de Biomas
  • Explicação conceitual da análise espacial.

AULA 4 – ORIENTAÇÃO GERAL SOBRE TODOS OS BIOMAS 

  • Considerações espaciais e conceituais.
  • Introdução as Considerações Espaciais específicas separadas por Biomas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 7 – Utilização do SICAR e Análises Espaciais

 

AULA 1 – CONCEITOS GERAIS – SISTEMA SICAR

  • Introdução aos principais aspectos técnicos do sistema SICAR
  • Introdução aos conceitos de “abas” no Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural.

AULA 2 – MÓDULO DO CAR NACIONAL (SISTEMA OFFLINE). 

  • Introdução ao sistema SICAR.
  • Introdução ao passo a passo do SICAR.
  • Exemplificação das ferramentas dos “Dados da Propriedade” no SICAR.
  • Introdução as Perguntas e Respostas.

AULA 3 – CADASTRAMENTO NO SISTEMA DO SICAR. 

  • Demonstração Prática do Cadastramento do CAR no sistema SICAR.

AULA 4 – PÓS-CADASTRAMENTO. 

  • Quais são os passos pós-cadastramento.
  • Introdução e conceituação dos caminhos técnicos dos “pós-cadastramento”

 

Módulo 8 – Retificação do Cadastro Ambiental Rural

 

AULA 1 – CONCEITOS DA RETIFICAÇÃO. 

  • Conceituação da “Retificação”.
  • Introdução aos Casos de Retificação no sistema SICAR.

AULA 2 – PRINCIPAIS PROBLEMAS – DO ATO DA RETIFICAÇÃO. 

  • Introdução aos Problemas Técnicas da Sobreposição.
  • Conceituação dos Problemas da Não Sincronização dos Dados.
  • Introdução das ações práticas na utilização do sistema SICAR.

AULA 3 – MÉTODO ALTERNATIVO PARA RETIFICAÇÃO. 

  • Explicação do método alternativo para processamento da Retificação no sistema SICAR.
  • Exemplificação Prática de Metodologia Alternativa para o Ato da Retificado do SICAR. Introdução à Consulta no sistema online do CAR – Central do Produtor Rural.

AULA 4 – CASOS PRÁTICOS DE SOLUÇÕES – EXEMPLOS PRÁTICOS. 

  • Introdução e Conceituação dos Casos Técnicos de Retificação. Introdução às sobreposições com os limítrofes rurais.
  • Introdução ao problema técnica da “Partilha” da propriedade rural.  Introdução ao Problema Técnico das áreas Homogêneas e Heterogênicas.

Módulo 1 – O que é Perícia Judicial e Extradjudicial?

 

AULA 1

  • O trabalho pericial;
  • Quem pode ser perito?;
  • Processo judicial com atuação de peritos judiciais e assistentes técnicos;
  • Atuação e nomeação do perito;
  • Atividades periciais;
  • Exemplos de perícia legal.

AULA 2

  • Impacto ambiental;
  • Avaliação de impacto ambiental;
  • Escolha do perito pelas partes;
  • Proteção penal ambiental;
  • Assédio moral.

AULA 3

  • Novo código do processo civil;
  •  Prova pericial no trabalho pericial;
  • Prova pericial na perícia ambiental criminal;
  • Meios utilizados no trabalho pericial;
  • Inspeção judicial;
  • Honorários periciais.

AULA 4

  • Excludentes de antijuricidades;
  • Tipos penais do código penal;
  • Prova pericial na perícia ambiental criminal;
  • Prova documental;
  • Quesitos utilizados na perícia legal;
  • Elaboração de quesitos periciais pelo assistente técnico.

AULA 5

  • Introdução a lei de crimes ambientais;
  • Introdução ao laudo pericial;
  • Parecer técnico;
  • Estudo de caso – perícia em condomínio residencial.

 

 

 

 

 

Módulo 2 – Conciliação, Mediação e Suspeição, Diagnose Fotográfica

 

AULA 1

  • Imparcialidade do mediador;
  • Câmaras de mediação;
  • Escolha do mediador;
  • Impedimento do mediador;
  • Exclusão do mediador.

AULA 2

  • Rito pericial;
  • Suspeição e impedimento do perito judicial;
  • Exemplo de atuação do perito;
  • Laudo pericial de equiparação.

AULA 3

  • Tensor ambiental;
  • Perícia de função do indivíduo;
  • Função populacional da perícia;
  • Introdução a perícia de inspeção para análise de seguro ambiental.

AULA 4

  • Fotografia utilizada na perícia;
  • Diagnose fotográfica no trabalho pericial;
  • Condenações ambientais oriundas do trabalho pericial;
  • Supressão parcial ou total das atividades;
  • Prestação de serviços à comunidade.

AULA 5

  • Fluxograma da perícia legal;
  • Meios necessários para realização de perícia;
  • Estudo de caso: explosão de banco de baterias no metrô do Rio de Janeiro;
  • Tipos de baterias utilizadas em subestações de energia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 3 – Desenvolvimento e Estruturação do Trabalho Pericial e Arbitragem

 

AULA 1

  • Lei de crimes ambientais;
  • Artigos que envolvem o trabalho pericial;
  • Metodologia utilizada no trabalho pericial relacionada aos artigos legais;
  • Crime contra a flora e fauna;
  • Exemplos de crimes ambientais.

AULA 2

  • Perícia da função comunitária;
  • Ritmo circadiano;
  • Causa e fenômeno na perícia;
  • Responsabilidade culposa ou dolosa na perícia;
  • Tensor e tensão ambiental.

AULA 3

  • Arbitragem, lei 9307/96 e lei 13129/15 que define o perito arbitral;
  • Vantagens da arbitragem;
  • Papel do juiz arbitral;
  • Formação de quesitos na arbitragem;
  • Perito e assistentes nomeados.

AULA 4

  • Características do árbitro;
  • Deontologia;
  • Sentença arbitral;
  • Exemplos de arbitragem.

AULA 5

  • Modelo de laudo pericial;
  • Instrumentos utilizados na perícia ambiental;
  • Respostas aos quesitos no laudo pericial;
  • Metodologia utilizada no laudo pericial;
  • Descrição da vistoria pericial;
  • Estudo de caso: Supressão vegetal em fazenda no ES.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 4 – Perícia do Seguro Ambiental e Deterioração Cadavérica.

AULA 1

  • Deterioração cadavérica utilizada na perícia;
  • Perícia em ambiente aberto com corpos em decomposição;
  • Acidez ou alcalinidade do solo;
  • Animal deteriorando no tempo.

AULA 2

  • Lei de biossegurança  11105/05;
  • Normas de cultivo e armazenamento de OGM;
  • Atividades de pesquisas de OGM
  • Definição de OGM
  • Pesquisas com embriões geneticamente modificados
  • Criação da CNBS
  • Trabalho do perito no campo

AULA 3

  • Programas Ambientais
  • Conceito
  • Objetivo;
  • Meio físico;
  • Meio Biótico;
  • Meio Socioeconômico.

AULA 4

  • Instrumentos de acompanhamento.
  • Finalidade;
  • Monitoramento ambiental;
  • Auditoria ambiental;
  • Sistema de Gestão Ambiental.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 5 – Estudos de Casos Reais de Perícia

 

AULA 1

  • Ruptura de um transformador por uma empilhadeira em SP;
  • Óleo mineral e rigidez dielétrica;
  • Utilidade do meio refrigerante de transformadores.

 

AULA 2

  • Roubo de transformador de grande porte em subestação no RJ;
  • Vazamento de askarel, bifelina policlorada.

AULA 3

  • Aparecimento de óleo em praias do Rio de Janeiro;
  • Extensão do vazamento de óleo.

AULA 4

  • Incêndio em fazenda em Mato Grosso do Sul;
  • Morte de cabeças de gado.

AULA 5

  • Perícia para seguradora ambiental;
  • Morte de bois em fazenda por queda de raios;
  • Cálculo de corrente elétrica de circuitos;
  • Sistemas de proteção elétrica;
  • Tipos de para-raios.

 

Módulo 1 – Interpretação de Imagens Ópticas

 

AULA 1 – CONCEITOS BÁSICOS DE INTERPRETAÇÃO E ELEMENTOS
CHAVE

  • OMD;
    • Fatores aue Influenciam a Percepção;
    • Processo de Interpretação de Imagens;
    • Fatores Dominantes para a Resposta dos Alvos;
    • Interpretação Visual de Imagens;
    • Interpretação Digital de Imagens;
    • A Influência da Resolução Espacial na Interpretação;
    • A Influência da Resolução Radiométrica na Interpretação; e
    • A Influência da Resolução Espectral na Interpretação.

AULA 2 – INTERPRETAÇÃO EM IMAGENS PANCROMÁTICAS

  • Padrão de Reflexão da radiação Óptica de alvos;
    • Forma;
    • Tamanho;
    • Sombra;
    • Textura;
    • Cor/Tonalidade;
    • Padrão; e
    • Cercanias.

AULA 3 – INTERPRETAÇÃO EM IMAGENS MULTIBANDAS

  • Interpretação com Composições Coloridas;
    • Comparação de Espectros de Reflexão; e
    • Bibliotecas Espectrais.

AULA 4 – INTERPRETAÇÃO COM MULTI SENSORES

  • Complementação de Informações; e
    • Técnicas de comparação.

AULA 5 – DETECÇÃO DE MUDANÇAS NO TEMPO

  • Como identificar mudanças temporais em imagens.

 

 

 

 

Módulo 2 – Interpretação de Imagens Infravermelhas

 

AULA 1 – CARACTERÍSTICAS DAS IMAGENS TERMAIS

  • Conceitos Gerais da Radiação Termal; e
    • Registro da Radiação Termal Pelos Sensores.

AULA 2 – RESPOSTA DOS ALVOS À RADIAÇÃO INFRAVERMELHA

  • Emissividade;
    • Temperatura Cinética vs. Radiante;
    • Fatores Ambientais;
    • Resposta dos Alvos; e
    • Imagens Diurnas vs magens noturnas.

AULA 3 – DIFERENÇAS ENTRE AS IMAGENS ÓPTICAS E TERMAIS

  • Comparação Entre as Características das Imagens Ópticas e as Imagens Termais;
    • Corpos d’água;
    • Vegetação;
    • Objetos metálicos;
    • Solo Seco vs Solo Úmido; e
    • Condição Dinâmica dos alvos.

AULA 4 – SOMBRAS TÉRMICAS E INÉRCIA TERMAL

  • Sombras Térmicas;
    • Inércia Termal;
    • Cruzamento de Temperaturas;
    • Efeito vento;
    • Alvos Subterrâneos; e
    • Identificação de Materiais.

AULA 5 – PRODUTOS GERADOS A PARTIR DE IMAGENS TERMAIS

  • Produtos de Segurança;
    • Produtos de Vigilância;
    • Produtos de Meio Ambiente; e
    • Produtos de Monitoramento.

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 3 – Imageamento Radar I

AULA 1 – HISTÓRICO RADAR

  • História;
    • Conceitos Radar;
    • Radiação de Microondas;
    • Bandas de Utilização e Suas Características; e
    • Comprimento de onda vs Frquência.

AULA 2 – O IMAGEAMENTO SAR

  • Sistema radar;
    • Geometria de aquisição;
    • Célula de Resolução Radar;
    • Projeções; e
    • Área Imageada.

AULA 3 – CARACTERíSTICAS DAS IAMGENS SAR

  • Multipolarização;
    • Multipolarimetria;
    • Composição;
    • Multi Look;
    • Rugosidade em Função do Comprimento de Onda;
    • Sombra radar;
    • Intensidade do Sinal; e
    • Penetração.

AULA 4 – INTERFEROMETRIA SAR

  • Diferença de Fase;
    • O modo Interferométrico;
    • Modelos Digitais do terreno; e
    • Sobreposição de imagens 2 D em 3 D.

AULA 5 – TARBALHANDO COM COMPOSIÇÕES

  • Imagens Pseudo Cor;
    • Atribuindo cores às bandas;
    • Composições para aplicações Específicas; e
    • Rampa de Cores para Alturas Diferentes.

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 4 – Interações da Radiação de Microondas com a Superfície

 

AULA 1 – ONDAS DE RADAR E DISPERSÃO

  • Retroespalhamento das Microondas;
    • Fatores de Influência na Imagem Radar no sensor; e
    • Fatores de Influência na Imagem Radar no alvo.

AULA 2 – INTERAÇÕES COM A SUPERFÍCIE

  • Ângulo de Incidência;
    • Ângulo de Visada;
    • Rugosidade da Superfície;
    • Constante Dielétrica; e
    • Tipos de Backscatter.

AULA 3 – TIPOS DE RETORNO RADAR

  • Refletor Simples;
    • Corner Reflector;
    • Diedro Virtual; e
    • Retorno de Range Extendido.

AULA 4 – EFEITOS CARACTERÍSTICOS DAS IMAGENS SAR

• Efeito da Orientação
• Sombra
• Cilindro Vertical
• Blooming
• Alvos Móveis;
• Desfocalização; e
• Despolarização.

AULA 5 – APLICAÇÕES DAS IMAGENS SAR

  • Imagens SAR na Identificação de Mudanças Ambientais;
    • Imagens SAR na Identificação de Manchas de Óleo;
    • Imagens SAR na Cartografia;
    • Imagens SAR no Cálculo de Biomassa; e
    • Estudo de Caso – Imagens SAR na Busca do Air France 447

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 5 – Interpretação de Imagens Radar

AULA 1 – INTERPRETAÇÃO DE ALVOS TERRESTRES

  • Vegetação;
    • Corpos D’água;
    • Solo; e
    • Pavimentação.

AULA 2 – INTERPRETAÇÃO DE TRANSPORTE TERRESTRE E AÉREO

  • Vias de comunicação;
    • Edificações;
    • Ferrovias; e
    • Aeródromos.

AULA 3 – INTERPRETAÇÃO DE ESTRUTURAS INDUSTRIAIS

  • Industriais; e
    • Petróleo e Dervivados.

AULA 4 – ANÁLISE DE ATIVIDADES MILITARES

  • Estruturas Militares; e
    • Atividade Militar.

AULA 5 – ANÁLISE DE AGRICULTURA

  • Irrigação;
    • Diferenciação de Culturas; e
    • Pivô Central.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 6 – Interpretação de Alvos Marítimos e Desastres Ambientais em Imagens SAR

AULA 1 – AS DIFERENTES RESPOSTAS DAS POLARIZAÇÕES EM AMBIENTE MARÍTIMO

  • Superfície do Mar vs Polarizações Radar;
    • Condição de mar;
    • Ângulo de Incidência; e
    • Ganho do Sensor.

AULA 2 – EMBARCAÇÕES

  • Embarcações Mercantes; e
    • Embarcações Militares.

AULA 3 – ESTRUTURAS DE LOGISTICA MARÍTIMA

  • Portos; e
    • Estaleiros.

AULA 4 – DESASTRES EM AMBIENTE MARÍTIMO

  • Manchas de Óleo;
    • Destroços de acidentes; e
    • Náufragos.

AULA 5 – APLICAÇÕES PRÁTICAS

  • Exemplos de Aplicações Práticas de Imagens SAR.

Módulo 1 – Fundamentos do Sensoriamento Remoto e suas Aplicações

 

AULA 1 – NOÇÕES BÁSICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO

  • O que é o Sensoriamento remoto e suas formas de caracterização;
    • Imagens e seu processo de formação;
    • As vantagens e desvantagens do SR;
    • O que são sistemas sensores e seus tipos;
    • Radiação eletromagnética, o que é?
    • Resoluções Espacial, Espectral, Radiométrica e Temporal.

AULA 2 – SENSORES E NÍVEIS DE AQUISIÇÃO

  • Sistemas sensores e suas classificações;
    • Níveis de aquisição em SR;
    • Geometria de aquisição de imagens;
    • Noções de escala e Campo de visada instantâneo.

AULA 3 – APLICAÇÕES DO SENSORIAMENTO REMOTO

  • Onde e com que finalidade é utilizado o sensoriamento remoto;
    • Como realizar um diagnóstico de emprego dos meios de SR;
    • Exemplos de aplicações de SR.

AULA 4 – NOÇÕES DE PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS

  • Definições
    • Conceitos básicos em imagem digital
    • Fluxo de processamento de imagens
    • Funções básicas do pré-processamento
    • Técnicas de transfomação das imagens
    • Classificação de imagens
    • Modelo digital de elevação
    • Georregistro

AULA 5 – PRODUTOS DE SENSORIAMENTO REMOTO

  • Aplicação prática do sensoriamento remoto
    • O analista de imagens
    • Ciclo de produção em sensoriamento remoto
    • Banco de dados geográficos
    • Modelagem de Dados Geográficos
    • Exemplos de produtos de sensoriamento remoto

 

 

Módulo 2 – Princípios Físicos do Sensoriamento Remoto e Aplicações no ENVI

 

AULA 1 – A RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA

  • Definições: como se caracteriza a radiação eletromagnética;
  • A onda eletromagnética;
  • O espectro eletromagnético;
  • A dualidade da natureza da luz;
  • Ângulo sólido;
  • Grandezas radiométricas;
  • Corpo negro; e
  • Princípios da radiação eletromagnética.

AULA 2 – INTERAÇÃO DA REM COM A SUPERFÍCIE DOS ALVOS

  • Efeitos Atmosféricos;
  • Tipos de Espalhamento;
  • Absorção Atmosférica;
  • Janelas Atmosféricas;
  • Interação de REM com a Superfície;
  • Superfícies Refletoras;
  • Fatores Dominantes para a Resposta dos Alvos;
  • Rugosidade;
  • Assinatura Espectral;
  • As Cores dos Objetos; e
  • Abrindo imagens no ENVI:
  • Como abrir uma imagem;
  • Verificando a resolução espacial;
  • Localizar pixels e visualizar seu valor em ND;
  • Salvar imagens em formato ASCII;
  • Coordenadas do pixel; e
  • Recortar áreas de interesse.

AULA 3 – O ESPECTRO ÓPTICO

  • Espectro óptico;
  • Espectro solar;
  • Espectro visível;
  • Visão humana;
  • Formação de cores nos pixels de uma imagem; e
  • Prática no ENVI:
  • Comparação entre imagens com resoluções diferentes;
  • Link de displays (tela ou geográfico); e
  • Localização de feições por coordenadas.

AULA 4 – O ESPECTRO TERMAL

  • A radiação termal
  • Análise radiométrica
  • Processos de transferência de calor
  • Grandezas termais
  • Influência da cor dos alvos
  • Inércia termal
  • Cruzamento de temperaturas
  • Efeitos da condução
  • Efeitos da convecção
  • Fator vidro
  • Sombra térmica
  • Prática no ENVI:

– Abrindo uma imagem termal; e

– Composições com imagens termais.

AULA 5 – A FAIXA DAS MICROONDAS (RADAR)

  • Histórico;
  • Esquema básico radar;
  • Diferença de fase;
  • Retroespalhamento das microondas;
  • Características da radiação eletromagnética na faixa das microondas;
  • Penetração;
  • Bandas e frequências;
  • Polarização;
  • Sinal de retorno;
  • Composições multipolarizadas; e
  • Prática no ENVI:

– Abrindo uma imagem radar;

– Realizando composições multipolarizadas; e

– Realizando composições multibanda.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Módulo 3 – Sistemas Sensores do Sensoriamento Remoto

 

AULA 1 – FUNDAMENTOS DE SISTEMAS SENSORES

  • Classificação de Sensores;
    • Sistemas Passivos de Não-Varredura;
    • Sistemas Passivos de Varredura (Scanners); e
    • Distorções Decorrentes dos Movimentos da Plataforma.

AULA 2 – SISTEMAS ORBITAIS E AEROEMBARCADOS

  • Sensores Orbitais;
    • Órbita;
    • Principais Sistemas Sensores em Órbita;
    • Sensores Aeroembarcados;
    • Câmeras analógicas;
    • Câmeras Digitais e PODs eletroópticos; e
    • Plataformas Multisensores.

AULA 3 – SISTEMAS ÓPTICOS PANCROMÁTICOS, MULTI E HIPERESPECTRAIS

  • Detectores de Radiação Óptica;
    • Fenômenos e Mecanismos de Detecção;
    • Detectores e Suas Figuras de Mérito;
    • Sensores com Relação à Faixa Espectral em que Operam;
    • Sistemas Pancromáticos;
    • Imagens Multi e Hiperespectrais; e
    • Características dos Sensores Hiperespectrais Atuais.

AULA 4 – SISTEMAS TERMAIS

  • A Radiação Termal;
    • Sistemas Termais;
    • Detectores Termais;
    • Fatores que Influenciam na Formação da Imagem Termal;
    • Acoplamento Capacitivo: e
    • Sistemas FLIR.

AULA 5 – SISTEMAS RADAR

  • Sistemas Imageadores Radar;
    • Bandas de operação Radar;
    • Radar de Abertura Real;
    • Radar de Abertura Sintética;
    • Geometria de Aquisição SAR;
    • Processamento Multi-look;
    • Ruído Speckle;
    • Distorções Geométricas em Imagens Radar;
    • Conversão Slant to Ground Range;
    • Efeitos Decorrentes de Movimentos não Compensados da Plataforma;
    • Vantagens dos Sensores Radar; e
    • Displays de Apresentação.

 

Módulo 4 – Processamento Digital de Imagens – PDI

 

AULA 1 – CONCEITOS BÁSICOS DAS IMAGENS DIGITAIS

  • Notação da Imagem – Pixel;
    • Discretização da Imagem Digital;
    • Quantização dos Números Digitais;
    • Resoluções e Suas Interrelações;
    • Detectabilidade do Alvo;
    • Notação de Imagem Digital; e
    • Técnicas de Transformação em Imagens.

AULA 2 – CORREÇÕES NOS DOMÍNIOS ESPACIAL E ESPECTRAL

  • Aula Prática de correções no ENVI.

AULA 3 – GEORREFERENCIAMENTO DE IMAGENS E MOSAICOS

  • Aula Prática de Georreferenciamento no ENVI.

AULA 4 – FUSÃO DE IMAGENS E MODELOS DIGITAIS DE TERRENO

  • Aula Prática de Fusão e MDT no ENVI.

AULA 5 – CLASSIFICAÇÃO

  • Aula Prática de Classificação no ENVI; e
    • Classificação no PIXEL EXPLORER (PEX)

 

Para a certificação, É necessário realizar Projeto de Conclusão com tema de uma das disciplinas.

GEOPROCESSAMENTO É A ESCOLHA CERTA!

A Geo Sem Fronteiras é o maior Portal de Ensino em Geoprocessamento e Geotecnologias do país, com mais de 50 mil alunos formados em diferentes áreas do geoprocessamento.

Com professores mestres e doutores e com experiência no mercado de trabalho.

 

Registro no Crea-RJ

A Geo Sem Fronteiras já atendeu mais de 50 mil alunos de diferentes partes do mundo por meio dos seus cursos. A relevância desse trabalho promoveu, no início de 2017, uma parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ), que passou divulgar os nossos cursos. A empresa está registrada no CNPJ sob número 28.665.577/0001-31, com registro no Crea-RJ sob o número 2018201404.

crea-rj
5/5

QUEM serÃO seuS Professores?

Entenda mais sobre o curso

Programa de aprendizado

Acompanhamento dos Professores

Networking

Serviços de carreira

Sistema de Certificação para consulta de empresas

Projeto de Conclusão

Perguntas Mais Frequentes

Para acesso ao certificado de formação do Nanodegree, é necessário realizar um projeto relacionado a um dos temas das disciplinas do programa.

Um tutor selecionado para acompanhar as principais dúvidas, e quando necessário, será direcionado para outros professores.

Duas turmas ao ano. O curso será iniciado de acordo com o calendário ou quando formar a turma de 22 alunos.

A formação é realizada no período de 6 meses. Caso o aluno não consiga terminar no período, será estendido por mais 6 meses, totalizando no máximo 1 ano.

Sim. As aulas são gravadas de forma que cada aluno assista no seu tempo e horário que estiver disponível.

Estudantes com busquem uma qualificação rápida e objetiva, com foco no mercado de trabalho.

Conteúdo direto ao ponto, aplicável e com soft skills.

Professor Lucas Figueira.
Mestrado em Ciência e Sistema de Informação Geográfica pela Universidade Nova de Lisboa, especialista em Gestão Ambiental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Graduado em Geografia (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Gama Filho (UGF).

NANODEGREE: APLICAÇÕES EM Geoprocessamento
E GEOTECLOGIAS



Inscrições Abertas para a Próxima turma

Dias
Horas
Minutos
Segundos
Investimento

R$ 9.200,00

R$ 5700,00

Em até 12x sem Juros no Cartão de Crédito ou Boleto Bancário


Vamos Conversar?​
Agende um horário conosco e tire todas as suas dúvidas!

Agende um horário com o nosso Coordenador de Ensino prof. Lucas Figueira!