Combater o desmatamento usado Fiscalização Remota, será meta do Governo Federal em 2023. Saiba mais

Combater o desmatamento usado Fiscalização Remota, será meta do Governo Federal em 2023. Saiba mais. Saiba mais. Reprodução: canva

O ano de 2023 deve se iniciar com mudanças estratégicas no que tange a área ambiental. Com a mudança de governo, a equipe de transição, já sinalizou medidas para combater o desmatamento ilegal, sendo a principal delas, a Fiscalização Remota. 

A fiscalização remota, é realidade em alguns estados do Brasil. De acordo com dados da SEMA РMT (Secretaria de estado do Meio Ambiente/Mato Grosso), só no estado do Mato Grosso, mais de 35% das multas ambientais aplicadas nesse ano, tiveram origem em dados, obtidos da Plataforma de Monitoramento da Cobertura Vegetal.  

Para a equipe de meio ambiente do novo governo, será fácil ter acesso a ferramentas que realizem o Monitoramento Ambiental, usando principalmente de imagens de satélite.  

Além disso, se você deseja saber mais sobre o Monitoramento Ambiental usando drones, cliquei aqui. 

Desmatamento na Amaz√īnia

O assunto desmatamento, nos remete aos constantes acontecimentos na regi√£o da Floresta Amaz√īnica, fatos esses, na sua maioria, ligados ao desmatamento ilegal.

O desmatamento da Floresta Amaz√īnica iniciou-se em meados do ano de 1970, sendo que, o objetivo em quest√£o, para desmatar a regi√£o, era a princ√≠pio o desenvolvimento econ√īmico e a urbaniza√ß√£o de algumas √°reas.¬†

No entanto, com a construção de grandes obras de infraestrutura, comercialização de madeira, mineração e criação de animais, a d estruição da vegetação nativa tornou-se um sério problema ambiental.

O processo de ocupa√ß√£o da regi√£o Amaz√īnica – antes ocupada apenas por povos nativos – trouxe consigo o desmatamento, que se converte diariamente em irregularidades clim√°ticas e extensas √°reas des√©rticas.¬†

O desmatamento nessa região teve seu ápice nos anos 90, diminuiu o ritmo nos anos 2000, mas, atualmente, o desmatamento tem alcançado índices alarmantes. Os dados são da Revista Veja.

Os √≥rg√£os p√ļblicos buscam fiscalizar e incluir medidas de mitiga√ß√£o. No entanto, mesmo com a aplica√ß√£o de multas, o desmatamento continua aumentando, ano ap√≥s ano. De acordo com dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), entre 2020 – 2021, o desmatamento aumentou em mais de 20%, em rela√ß√£o aos anos anteriores.

Para monitorar e buscar controlar as queimadas e desmatamento ilegal na Amaz√īnia, tem se lan√ßado m√£o das mais diversas ferramentas, o uso da tecnologia tem sido fundamental. Com a cria√ß√£o do Prodes (Programa de monitoramento por sat√©lite do desmatamento da Amaz√īnia Legal), tem sido poss√≠vel monitorar as condi√ß√Ķes de desmatamento em todo o pa√≠s.¬†

Combater o desmatamento usado Fiscalização Remota, será meta do Governo Federal em 2023. Saiba mais. Saiba mais. Reprodução: canva
Combater o desmatamento usado Fiscalização Remota, será meta do Governo Federal em 2023. Saiba mais. Saiba mais. Reprodução: canva

Através do Prodes, anualmente, são realizadas analises que determinam se as áreas desmatadas aumentaram. Sendo assim, proponho conhecermos outras ferramentas de Fiscalização Remota que podem ser usada mais efetivamente pelo Ministério do Meio Ambiente. 

Depois do acordo histórico celebrado na COP 15, os países com histórico de desmatamento, devem receber recursos e investimentos para combater o desmatamento ilegal. 

Ferramenta para a Fiscalização Remota

Atualmente, existem 4 sat√©lites, usados pelo INPE para monitorar a Amaz√īnia: DETEX, PRODES, DETER e DEGRAD. No entanto, existem outros sat√©lites que tamb√©m registram imagens da floresta Amaz√īnica.¬†

No entanto, o monitoramento da cobertura vegetal da Amaz√īnia tem sido realizado, prioritariamente, usando as imagens dos sat√©lites do INPE. Outras ferramentas, podem ser implementadas pelos √≥rg√£os fiscalizadores. Como o MapBiomas Alerta, capaz de monitorar e emitir alertas de problemas ambientais.¬†

MapBiomas Alerta

Essa plataforma √© uma iniciativa do Observat√≥rio do Clima, que monitora 2 par√Ęmetros importantes, o uso da terra e a cobertura vegetal em todo o territ√≥rio brasileiro.

O MapBioma Alerta apresenta imagens de satélite desde o ano de 1985 até 2021, e mostra um dado alarmante, que é, a perca de água ao longo dos anos. Isto é, a seca e a escassez de água no Brasil tem aumentado, reforçando a necessidade, da aplicação de medidas para conter o desperdício.   

Mato Grosso já usa a Fiscalização Remota

Como já citamos anteriormente, o estado do Mato Grosso é referência em Fiscalização Remota. Ainda, de acordo com os dados da SEMA РMT, mais de 35% das multas ambientais aplicadas em 2022, deve-se ao uso da Plataforma de Monitoramento da Cobertura Vegetal. 

A plataforma em quest√£o √© de uso pr√≥prio da SEMA, e trata-se de uma ferramenta que permite aos usu√°rios a possibilidade de realizar consultas de dados. Isto √©, a plataforma permite a consulta p√ļblica de dados, alertas e mudan√ßas na cobertura vegetal. Tudo isso, com imagens de sat√©lite, em alta resolu√ß√£o.

A área monitorada pela SEMA é coberta por mais de 130 satélite, que pertencem ao projeto, Planet Scope, uma tecnologia em constelação, que recorre ao uso de altas tecnologias. 

Leia também:

O futuro da Agropecu√°ria Digital.

Entenda o fen√īmeno que causa a ‚Äúchuva excepcional‚ÄĚ, motivo das chuvas intensas no sul do Brasil.

COP 15: saiba o que aconteceu na Conferência de Biodiversidade da ONU.