COP 15: saiba o que aconteceu na Conferência de Biodiversidade da ONU

COP 15: saiba o que aconteceu na Conferência de Biodiversidade da ONU. Reprodução: canva

Iniciou-se em 7 de dezembro de 2022, em Montreal, no Canadá, a COP 15, uma conferência realizada pela ONU (Organização das Nações Unidas)

O evento se estendeu até o dia 19 deste mês e contou com a presença de governos de diversos países, totalizando mais de 70 governantes, além de outros representantes.

A participação do Brasil aconteceu em meio a cobranças dos grupos ambientalistas, pela preservação da Amazônia e ainda foi marcada pela presença da equipe de transição do Governo Federal. 

As pautas em questão abrangeram pontos como preservação das florestas tropicais, inclusão dos povos nativos e mudanças climáticas. No entanto, a preservação do Cerrado brasileiro também foi assunto no evento. 

O objetivo principal desta Conferência foi definir um marco Global para preservar a biodiversidade, em um documento com metas previstas para 2030 e 2050. A exemplo, do modelo das Cidades Inteligente, o plano é melhorar a relação da sociedade com o meio ambiente. 

São planos audaciosos, quando se trata de países em desenvolvimento, como o Brasil, visto que, serão cobrados ações para conservar no mínimo 30% das regiões, marinhas, terrestres e costeiras de todo o mundo. 

Além disso, pelo menos 20% dos ecossistemas de água doce, marítimo e terrestre degradados, devem receber ações para restauração.

Outro ponto importante a se destacar, é o direcionamento de medidas de controle para reduzir as taxas de introdução de especieis invasoras, reduzir o uso de pesticidas e eliminar os resíduos de plástico. 

Continue a leitura e saiba a importância da COP 15.

Os compromissos assumidos na COP 15

A discussão aberta na COP 15 é acompanhada de mais de 20 metas em pauta, com o intuito de preservar a biodiversidade do planeta. Com objetivos semelhantes ao Acordo de Paris, a principal cobrança de ambientalistas e cientistas é a redução do Aquecimento Global.

O evento visa conservar o planeta, controlar a poluição e conter os problemas climáticos, com a participação e o investimento de todos os grupos étnicos e governos.

COP 15: saiba o que aconteceu na Conferência de Biodiversidade da ONU. Reprodução: canva
COP 15: saiba o que aconteceu na Conferência de Biodiversidade da ONU. Reprodução: canva

A COP 15 é um evento global que permite reunir os principais países e negociar recursos para financiar ações de conservação ambiental.

Além disso, o evento ainda recebeu o compromisso de alguns países, como a China: o então presidente XI, prometeu apoio para a preservação da biodiversidade, mas não citou valores. No mais, o objetivo da conferência é contar com mais de R$ 200 milhões de dólares para investir na preservação da biodiversidade. 

Benefícios para o Brasil

Antes de citarmos os benefícios para o Brasil, destacamos que neste evento, o Brasil recebeu críticas e elogios. Críticas, porque o desmatamento na Amazônia tem aumentado nos últimos anos, mas não é apenas isso, o Cerrado brasileiro foi citado, onde foram cobradas medidas para conter o desmatamento, que também tem aumentado. 

O Presidente Eleito Luiz Inácio – Lula – quando esteve presente na COP 27, realizada no Egito, destacou que irá cobrar dos países ricos, ajuda financeira para que o Brasil possa cumprir com as metas climáticas. O novo governo que se inicia em 2023 ainda destacou que planeja monitorar as florestas de maneira remota, usando imagens de satélite. 

Para garantir a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável, o Brasil como um país em desenvolvimento precisará receber subsídios de países ricos. 

Segundo a Folha do UOL, o Brasil é o país que tem “puxado” a briga por recursos durante a COP 15. Desta forma, ajudando também a outros países, a solicitarem recursos para investir no Meio Ambiente. 

Ainda segundo o portal Valor Econômico, o Brasil solicitou fundos para investir na preservação da biodiversidade, incluindo na solicitação mais de 70 países. 

Outro destaque desta edição, COP 15, ficou por conta da Mata Atlântica Brasileira, que recebeu da ONU o título de referência em restauração. 

Para o Agronegócio, a redução do uso de agrotóxicos poderá levar um tempo, até que novas práticas agrícolas possam ser desenvolvidas e implementadas. 

Em suma, o documento aprovado e assinado por 197 países, inclui metas e ações para conservar a biodiversidade em todo o planeta.   

Leia também: 

O futuro da Agropecuária Digital.

Cidades Inteligente – o que é?

8 passos para o sucesso do Geomarketing.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn