Com a ajuda de rastreadores GPS, 40 toneladas de lixo são removidas do Oceano Pacífico

Com a ajuda de rastreadores GPS, 40 toneladas de lixo são removidas do Oceano Pacífico

Com a ajuda de rastreadores GPS, 40 toneladas de lixo são removidas do Oceano Pacífico

Um redemoinho no Oceano Pacífico forma pontos de acumulação de grandes quantidades de lixo. Conhecida como Zona de Convergência Subtropical do Pacífico Norte ou Giro do Pacífico, mais de 1,8 trilhão de itens de plástico pesando mais de 80.000 toneladas  estão presos nessa área. Redes de pesca, garrafas plásticas e outros lixos se acumulam nesta área. O Ocean Voyages Institute (OVI), uma organização sem fins lucrativos, coletou recentemente 40 toneladas de lixo do Giro do Pacífico.

A OVI usou tecnologia de satélite para identificar áreas de acúmulo de detritos densos com o objetivo principal de remover o máximo possível de redes de pesca. Essas redes, conhecidas como redes fantasmas, são feitas de nylon ou polipropileno e podem derivar por décadas e causar a morte de cerca de 380.000 mamíferos marinhos a cada ano. Para encontrar essas redes, a OVI encarregou iates e navios de anexar rastreadores por satélite a qualquer rede de pesca que encontrassem. Os dispositivos conectados pingaram a localização em tempo real desses detritos de pesca para que o OVI pudesse rastrear e coletar esse lixo durante sua missão de limpeza.

Rastreador GPS conectado a redes de pesca fantasmas.  Fonte: OVI
Rastreador GPS conectado a redes de pesca fantasmas. Fonte: OVI

Categoria

Tem uma pergunta?

Entre em contato com nosso suporte para qualquer dúvida.

Posts Recentes

O que é Agricultura de Precisão?

USANDO DRONES EM GEOPROCESSAMENTO

Introdução ao Google Earth Engine

Como definir a terminologia da agricultura de precisão