Pesquisar
Close this search box.

Filtro de Categorias

Principais softwares de sensoriamento remoto.

principais-softwares-sensoriamento-remoto

Existem diversos softwares em várias áreas do conhecimento e muitas vezes os profissionais ficam na dúvida de qual usar. Neste artigo, vamos falar sobre os principais softwares de sensoriamento remoto, pois, esta é uma tecnologia essencial para a coleta de dados à distância, permitindo a análise de fenômenos terrestres por meio de sensores embarcados em diferentes plataformas, como satélites e aeronaves. 

Para processar e interpretar esses dados, uma variedade de softwares especializados está disponível. Neste artigo, exploraremos o que é sensoriamento remoto, quem são os profissionais que utilizam essa ferramenta e as aplicações específicas, além de apresentar os principais softwares disponíveis no mercado.

O que é Sensoriamento Remoto?

O sensoriamento remoto é uma técnica que envolve a aquisição de informações sobre a Terra sem que haja contato direto com a superfície. Isso é alcançado por meio de sensores que captam a radiação eletromagnética refletida ou emitida pelos objetos terrestres. Esses dados possibilitam a obtenção de informações valiosas sobre características físicas, biológicas e químicas do nosso planeta.

Quais os Profissionais que Utilizam do Sensoriamento Remoto?

Diversos profissionais fazem uso dos principais softwares de sensoriamento remoto em suas atividades diárias. Geógrafos, geólogos, agrônomos, engenheiros ambientais, urbanistas, profissionais de sensoriamento remoto, entre outros, empregam essa tecnologia para análise espacial, monitoramento ambiental, planejamento urbano, agricultura de precisão, e muitas outras aplicações.

softwares-sensoriamento-remoto
softwares sensoriamento remoto – Imagem: Canva/Reprodução

Quais as Aplicações dos Principais Softwares de Sensoriamento Remoto?

As aplicações dos principais softwares de sensoriamento remoto são diversas, entre elas estão:

Agricultura de Precisão

O sensoriamento remoto na agricultura proporciona a identificação de áreas com necessidades específicas, permitindo a aplicação precisa de insumos agrícolas, otimizando recursos e aumentando a produtividade.

Monitoramento Ambiental

Na área ambiental, o sensoriamento remoto é crucial para o monitoramento de desmatamento, mudanças climáticas, qualidade da água e do ar, além de oferecer suporte na identificação de áreas de preservação.

Planejamento Urbano

Urbanistas utilizam dados de sensoriamento remoto para analisar padrões de crescimento urbano, identificar áreas propensas a desastres naturais e planejar o desenvolvimento sustentável de regiões urbanas.

Geologia e Recursos Naturais

Na geologia, o sensoriamento remoto é empregado para mapeamento geológico, identificação de recursos minerais e monitoramento de atividades vulcânicas.

Monitoramento de Desastres Naturais

O sensoriamento remoto é uma ferramenta valiosa para o monitoramento de desastres naturais, possibilitando a avaliação de danos e auxiliando em operações de resposta a eventos como enchentes, terremotos e incêndios.

Quais são os Principais Softwares de Sensoriamento Remoto?

  1. ENVI (Exelis Visual Information Solutions): o ENVI é conhecido por sua capacidade avançada de processamento e análise de imagens, sendo um dos principais softwares de sensoriamento remoto. Oferece uma ampla gama de ferramentas para extração de informações e classificação de imagens.
  2. ERDAS IMAGINE (Hexagon Geospatial): amplamente utilizado na indústria geoespacial, o ERDAS IMAGINE é reconhecido pela sua capacidade de processamento de imagens e geração de produtos cartográficos.
  3. ArcGIS (Esri): além de suas funcionalidades em Sistemas de Informações Geográficas (SIG), o ArcGIS oferece ferramentas de sensoriamento remoto para análise e interpretação de imagens.
  4. QGIS (Quantum GIS): como uma opção de código aberto, o QGIS possui ferramentas robustas para processamento de dados de sensoriamento remoto. Sua comunidade ativa contribui para constantes melhorias e atualizações.
  5. Erdas Apollo (Hexagon Geospatial): este software é especializado em gerenciamento e distribuição de dados de sensoriamento remoto, facilitando o acesso e a colaboração em grandes conjuntos de dados.
  6. eCognition (Trimble Geospatial): focado em análise automatizada de imagens, o eCognition é amplamente utilizado em projetos que demandam processamento eficiente de grandes volumes de dados e um dos principais softwares de sensoriamento remoto.

ENVI (Exelis Visual Information Solutions):

O ENVI destaca-se por suas capacidades avançadas de processamento e análise de imagens, sendo um dos principais softwares de sensoriamento remoto. Suas vantagens incluem:

  1. Análise Espectral Avançada: Oferece ferramentas poderosas para análise espectral, possibilitando a extração de informações detalhadas das imagens.
  2. Processamento Multiespectral e Hiperespectral: Suporta dados multiespectrais e hiperespectrais, permitindo análises detalhadas de diferentes tipos de imagens.
  3. Ferramentas de Classificação: Possui algoritmos robustos para classificação de imagens, facilitando a identificação e mapeamento de diferentes coberturas terrestres.
  4. Integração com Outras Plataformas: Pode ser integrado a outros softwares e plataformas GIS, aumentando sua versatilidade.

Já suas desvantagens são:

  1. Custo: Por ser uma solução comercial, o ENVI pode ter um custo mais elevado em comparação com algumas opções de código aberto.
  2. Curva de Aprendizado: Para usuários iniciantes, a curva de aprendizado pode ser íngreme, devido à complexidade das funcionalidades oferecidas.
  3. Dicas para Iniciantes:
  4. Capacitação: Buscar treinamento ou tutoriais online pode acelerar o processo de aprendizado.
  5. Exploração Gradual: Começar com tarefas mais simples e progredir gradualmente para análises mais complexas ajuda na adaptação ao software.

ERDAS IMAGINE (Hexagon Geospatial):

O ERDAS IMAGINE é uma ferramenta amplamente utilizada na indústria geoespacial, oferecendo recursos robustos para processamento de imagens, sendo um dos principais softwares de sensoriamento remoto.

Suas vantagens são:

  1. Processamento Avançado: Oferece uma variedade de técnicas avançadas de processamento de imagens, incluindo correção radiométrica e atmosférica.
  2. Suporte Multiespectral e Hiperespectral: Permite a manipulação eficiente de dados multiespectrais e hiperespectrais para análises mais precisas.
  3. Integração GIS: Integra-se facilmente a sistemas GIS, facilitando a análise espacial.
  4. Interoperabilidade: Compatível com diversos formatos de dados, proporcionando uma ampla gama de opções de entrada e saída.

Já suas desvantagens são:

  1. Custo: Assim como o ENVI, o ERDAS IMAGINE pode apresentar um investimento financeiro significativo.
  2. Interface Complexa: Para iniciantes, a interface complexa pode ser desafiadora, exigindo tempo para familiarização.

ArcGIS (Esri):

O ArcGIS, desenvolvido pela Esri, é um dos principais softwares de sensoriamento remoto. Suas vantagens são:

  1. Integração GIS Completa: Integração perfeita com outras ferramentas GIS, facilitando a análise espacial completa.
  2. Ampla Comunidade e Suporte: Uma comunidade extensa e suporte sólido oferecem recursos adicionais e solução de problemas.
  3. Atualizações Frequentes: A Esri fornece atualizações regulares, incorporando novas funcionalidades e melhorias.
  4. Versatilidade: Além do sensoriamento remoto, o ArcGIS é uma solução completa para análise geoespacial.

Já suas desvantagens são:

  1. Custo: A licença do ArcGIS pode ser onerosa, principalmente para pequenas organizações ou usuários individuais.
  2. Requisitos de Hardware: Pode exigir hardware robusto para operar eficientemente, adicionando custos adicionais.

QGIS (Quantum GIS):

O QGIS é uma alternativa de código aberto e gratuita e um dos principais softwares de sensoriamento remoto, com uma comunidade ativa que contribui para seu desenvolvimento. Suas vantagens são:

  1. Custo Zero: Sendo uma opção de código aberto, o QGIS é uma escolha econômica para muitos usuários.
  2. Comunidade Ativa: A comunidade ativa contribui para melhorias contínuas e oferece suporte por meio de fóruns e recursos online.
  3. Funcionalidades Avançadas: Apesar de gratuito, o QGIS oferece funcionalidades avançadas para processamento e análise de imagens de sensoriamento remoto.
  4. Plataforma Transversal: Disponível para Windows, Mac e Linux, proporcionando flexibilidade de plataforma.

Já suas desvantagens são:

  1. Menos Recursos Específicos: Pode ter menos recursos específicos de sensoriamento remoto em comparação com soluções comerciais.
  2. Atualizações Menos Frequentes: As atualizações podem ser menos frequentes do que em soluções comerciais.

Os principais softwares de sensoriamento remoto desempenham papéis cruciais, cada um com suas características distintas. A escolha entre eles dependerá das necessidades específicas do usuário e da aplicação desejada.

[activecampaign]