Como o GIS está mudando o mundo

1000 aplicações e usos gis – como o GIS está mudando o mundo

este guia repleto de 1000 aplicações GIS abrirá sua mente para o nosso incrível planeta e sua interconectividade.

Agricultura

Aplicações de GIS agrícolas

1. Agricultura de Precisão – Colheita de mais alqueires por acre enquanto gasta menos em fertilizantes usando agricultura de precisão e software.

2. Controle de Doenças – Combate à disseminação de pragas por meio da identificação de áreas de intervenção crítica e intervenções eficientes de controle de alvo.
3. Agricultura dos Alpes Suíços – Cultivando encostas voltadas para o sul nos Alpes suíços usando dados de aspecto porque se abriga de ventos frios e secos, o que é fundamental para o sucesso do crescimento das culturas.
4. Scanners 3D para Biomassa – Medição com precisão a laser biomassa 3D utilizando o scanner FARO.
5. Crop Yields em tempo real – Mudando para monitoramento de culturas em tempo real e respostas automatizadas com drones e sensores de rega de precisão.
6. Segurança Alimentar Atual – Salvaguardar populações inseguras de alimentos estabelecendo causas subjacentes através do armazenamento de dados por satélite, coleta de dispositivos móveis e GIS.
7. Agroturismo – Navegando através de labirintos de culturas com receptores GPS no campo em desenvolvimento do agroturismo.
8. Dureza vegetal – Definição de limites distintos em que as plantas são capazes de crescer conforme definido pelas condições climáticas.
9. Desempenho da máquina – Registrar coordenadas geográficas de máquinas agrícolas em um campo agrícola para entender melhor o custo de variabilidade espacial da operação de campo e do desempenho das máquinas.
10. Demanda Alimentar Futura – Diagnosticar a demanda futura de alimentos e planejar como atender às necessidades de uma população cada vez mais rica.
11. Modelo de Assimilação da Cultura – Simulando processos de solo, água e cultura para melhor entender a produtividade da cultura e o monitoramento utilizando a ferramenta Modelo de Assimilação da Cultura em SIG de GRAMA.
12. Estresse hídrico – Equilibrando a proporção de retirada local (demanda) sobre a água disponível (abastecimento).
13. Terras Agrícolas Históricas – Traçar as tendências históricas e futuras da agricultura atendidas.
14. Mapa da Fome – Conscientização sobre a fome global e lugares que estão em necessidade.
15. Agromap – Desfazendo as culturas primárias de alimentos por distritos administrativos subnacionais e agregando pela produção de culturas, área colhida e produção agrícola.
16. Resiliência das Culturas às Mudanças Climáticas – Adaptando-se às mudanças climáticas e mudando os padrões climáticos, promovendo a saúde contínua de seus campos.
17. Produtividade das Culturas – Calibrando a produtividade das culturas utilizando índices como o Índice de Vegetação de Diferença Normalizada (NDVI) para estimar a produtividade global das culturas.
18. Calculadora de Impacto de Erosão-Produtividade (EPIC) – Priorizando implementações do programa de conservação de lavouras por meio da “Simulação modelo de perda de solo, perda de nutrientes e mudança no carbono orgânico do solo associado à produção agrícola”.
19. Capacidade agrícola – Classificando o potencial variado para a produção agrícola utilizando o Inventário Terrestre Canadense.
20. Manejo de Pastagens de Rancho – Coleta de tipos de solo, linhas de cerca, estradas e outros dados para melhor gerenciamento para relatórios e mapas mais significativos.
21. Poluição Agrícola – Quantificando os impactos sobre o clima e o meio ambiente a partir da poluição agrícola.
22. Receita Agrícola – Determinando o Custo de Oportunidade Efetiva relativo ao desmatamento e potencial receita agrícola com IDRISI GeOSIRIS para REDD.
23. Irrigação – Captura de infraestrutura de irrigação para decisões de gestão da terra mais de dois terços das retiradas mundiais de água doce são para irrigação de culturas.
24. Preservação agrícola – Estabelecer zonas prioritárias agrícolas analisando a paisagem agrícola local e construindo critérios para áreas agrícolas de alta qualidade.
25. Orçamento versátil de umidade do solo – Simulando as condições de umidade do solo das áreas de cultivo levando em conta evapotranspiração, chuvas, escoamento e outros fatores.
26. Seca – Minimizando o impacto da seca analisando a distribuição espacial das chuvas e sensores em tempo real como SMAP, SMOS e radar de abertura sintética.
27. CropScape – Estimando a área de cultivo e distribuição espacial utilizando imagens de satélite com os Serviços Nacionais de Estatísticas Agrícolas.
28. Previsão de Culturas – Previsão de rendimentos agrícolas utilizando NDVI, clima, umidade do solo, tipos de solo e outros parâmetros.
29. Agricultura Orgânica – Gestão de diversas fontes de dados para licenças de cultivo orgânico, incluindo histórico de lavouras, insumos de campo, rotações de culturas e medidas de manejo de pragas em campo por campo.
30. Modelo de Fonte Não Pontual Agrícola (AGNPS) – Prever os efeitos da agricultura na qualidade da água utilizando o modelo de poluição de origem não pontual agrícola no MapWindow
31. Valas de drenagem – Traçando linhas de drenagem de campos agrícolas usando imagens estéreo em MicroImages TNTMips.
32. Duração do Período de Cultivo – Atendendo às demandas completas de evapotranspiração das culturas quando as temperaturas médias são maiores ou iguais a 5°C e a precipitação mais a umidade no solo excedem metade do potencial de evapotranspiração.

Astronomia

Aplicações de GIS de Astronomia

33. Asteroides – Olhando o céu e rastreando asteroides com o mapa de eventos de bólido da NASA.
34. Mapeando Marte com MOLA – Comece a mapear um novo planeta inteiro usando o MOLA da NASA.
35. Mars Terrain – Indo dar uma volta no terreno acidentado de Marte usando dados capturados pelo instrumento Mars Orbiter Laser Altimeter (MOLA) no Mars Global Surveyor (MGS).
36. Mars Rover Landing – Examinando como pousar o Mars Rover com segurança com critérios de operações, incluindo latitude para energia solar, maciez do solo, encostas usando altimetria a laser, dustiness, rockiness e uma pegada de pouso.
37. Fluxo de água em Marte – Hillshading o Modelo de Elevação Digital de Marte para aumentar a legibilidade e entender onde os rios podem ter fluído e oceanos floresceram
38. Órbitas de satélite – Olhando o céu para satélites e até mesmo satélites de programação para aquisição de imagens.
39. Campos Magnéticos – Investigando linhas de campo magnético em 3D com mapas internacionais de campo geomagnético.
40. Astrogeologia – Entregando mapeamento planetário para a comunidade científica internacional em domínio público – da topologia planetária à geologia lunar.
41. Avistamentos de OVNIs – Avistamentos especulando OVNIs com símbolos proporcionais com mais de 90.000 relatórios datando de 1905. m
42. Poluição luminosa – Reconhecendo a luz artificial introduzida pelos humanos no céu noturno e como ela interfere na observação das estrelas.
43. Marte no Google Earth – Procurando marcos marcianos com a camada “Viva de Marte” do Google Earth.
44. Estação Espacial Internacional – Acompanhamento da localização em tempo real da Estação Espacial Internacional (ISS) em Dados Online ArcGIS.
45. Vênus – Mapeando a altimetria, o relevo sombreado e a geologia de Vênus.
46. Declínio magnético – Posicionamento com a declinação magnética, um ângulo variado de um verdadeiro norte geográfico usando dados do Centro Nacional de Dados Geofísicos da NOAA 2015 e o Plugin QGIS de Declínio Magnético.
47. Anomalia gravitacional – Entendendo a gravidade da nossa Terra mapeando as concentrações incomuns de massa em diferentes regiões da Terra.
48. NASA Visible Earth – Catalogando imagens e animações do nosso planeta natal no espectro eletromagnético de vários sensores.
49. Tycho – Mapeando Tycho, a mais jovem cratera lunar.
50. Via Láctea – Pesquisando a parte interna da Galáxia da Via Láctea com GLIMPSE

Archaeology

Archaeology GIS Applications

51. Cidades Perdidas – Revelando cidades perdidas no solo usando radares de penetração no solo e sensores infravermelhos. (LiDAR descobre cidades perdidas)
52. Pesquisa Arqueológica – Enfrentando enormes problemas que os arqueólogos enfrentam todos os dias – coletando locais físicos de suas descobertas de escavação a partir de uma riqueza de locais.
53. Geodátagem do Oriente Médio para Antiguidades – Registro, monitoramento e proteção de sítios arqueológicos para evitar impactos, custo fator para mitigação do local – desenvolvido pelo Getty Conservation Institute (GCI) e pelo World Monuments Fund (WMF).
54. Análise geográfica de texto – Incorporando uma exploração semi-automatizada de textos escritos combinando técnicas de Processamento de Linguagem Natural, Linguística corpus e SIG.
55. Ferramentas de Arqueologia QGIS – Informatizar a comunidade arqueológica com seu registro com o plugin pyArchInit QGIS.
56. Dinâmica da Paisagem Mediterrânea – Modelando a mudança de processo de superfície e a evolução da paisagem para entender melhor as interações de longo prazo de humanos e paisagens no Mediterrâneo usando GRASS GIS.
57. Investigação Preliminar do Local – Pesquisando mapas antigos de edifícios, cemitérios, estradas e cercas, pois esses locais apresentam pistas importantes para sítios arqueológicos.
58. Ferramentas de Pedra – Caracterizando características geográficas adequadas para a confecção de ferramentas de pedra e cerâmica de argila, como materiais líticos, recursos hídricos, hidrologia de córregos com controles geológicos como afloramentos de rochas e planícies de inundação de bacias de drenagem.
59. Viewshed – Escopo de um site, determinando o que está dentro da visão considerando todas as condições pré-históricas associadas a esse derramamento de vista.
60. Previsão do Sítio Arqueológico – Conexão de inclinação, aspecto, geologia, hidrologia e distância à água utilizando a Avaliação de Múltiplos Critérios (MCE) para prever sítios arqueológicos.
61. Inventário do Patrimônio Cultural – Personalização e implantação do acervo de observações de campo do patrimônio cultural com o software geoespacial de código aberto Arches.
62. Arqueologia 3D – Renderização de gravações 3D precisas e eficientes de patrimônios arqueológicos, em particular, escavações arqueológicas com imagens aéreas e ambientes 3D.
63. Poços de Teste de Pás – Transectos de registro, poços de teste de pás e outras gravações quando visitam locais potenciais para realizar investigações de campo.
64. Prever rastros de dinossauros – Obter a pista interna sobre entender exatamente onde os dinossauros uma vez vagavam pela Terra com cobertura de vegetação, inclinação, aspecto e proximidade com deslizamentos de terra.

Arquitetura

Aplicações GIS de arquitetura

65. Linha de Visão – Planejamento de edifícios altos para que eles não obstruam a vista das montanhas em Portland usando a linha de visão ferramenta.
66. Exposição ao Ruído – Orquestrando planos de mobilidade urbana com especial consideração pelo impacto do ruído ambiental utilizando OrbisGIS.
67. Planejamento de Desenvolvimento – Fazer os cidadãos felizes através do planejamento inteligente do desenvolvimento e compreensão do quadro geral.
68. Simulação de Multidão – Dominando a dinâmica coletiva de interagir objetos em fenômenos urbanos na escala de domicílios individuais, pessoas e unidades de imóveis e em escalas de tempo que se aproximam do “tempo real”.
69. Exposição Solar – Luz de colheita para avaliar a adequação da instalação de painéis solares (fotovoltaicos) em telhados utilizando modelos 3D da cidade e informações geométricas, como inclinação, orientação e área do telhado.
70. City Engine – Avaliando a viabilidade e a implementação do plano usando o City Engine da Esri melhorando o planejamento urbano, a arquitetura e o design geral.
71. Comportamento do Pedestre – Discernimento dos movimentos dos pedestres e do comportamento urbano por toda a praça de Copenhague.
72. Análise de Sombras – Diagnosticando a quantidade de sombra lançada na fase pré-construção em seu entorno usando o Mapa Bentley.
73. Disponibilidade de estacionamento – Estacionamento orquestrado disponível coletando a porcentagem de vagas ocupadas versus tempo de pesquisa.
74. Integração do SIG e BIM – Operar uma instalação com BIM (modelagem de informações de construção) devido à sua capacidade de analisar informações e integrar dados de diferentes sistemas
75. Paisagem Tangível – Experimentando o impacto potencial de diferentes configurações de construção com uma ferramenta de esboço 3D fácil de usar.
76. Geodesign – Conceituar planos de construção com foco na participação e colaboração das partes interessadas para acompanhar de perto os sistemas naturais.
77. Propagação do Ruído em Ambientes Urbanos – Modelagem de dados 3D para responder como os cidadãos urbanos são prejudicados pela poluição sonora e como atenuá-los com barreiras sonoras.
78. Utilização espacial – Ampliando o Centro de Pesquisa Langley da NASA, aplicando algoritmos de otimização à utilização espacial.

79. Ordnance Survey Geovation – Inovação pioneira em localização no Reino Unido através da Geovation – a colaboração, troca de ideias e inovação inspiradora.  

Ártico/Antártica

Aplicações GIS do Ártico

80. Quantarctica – Familiarizando-se com a Antártida com a coleta gratuita e de código aberto de conjuntos de dados geográficos.
81. Zonas Econômicas Exclusivas – Esculpir fronteiras no Ártico – Canadá, Noruega, Rússia, Dinamarca (via Groenlândia) e Estados Unidos estão limitados à sua economia adjacente às suas costas, enquanto todas as águas além são consideradas águas internacionais.
82. Atalhos da Rota marítima – Transporte de mercadorias através da passagem do Ártico por causa do derretimento do gelo no Polo Norte.
83. Movimento do Gelo marinho – A manutenção de um inventário de extensões de gelo do mar é snapshots do Centro Nacional de Dados de Neve e Gelo da NOAA.
84. Aspecto – Utilização de dados de radiação solar e aspecto e entrada para entender como as geleiras se acumulam no lado do polo.
85. Lagos Subglaciais – Mapeando lagos sob geleiras – isolados do mundo exterior por até 35 milhões de anos, e podem ser refúgios finais para a vida, como não existe em nenhum outro lugar da Terra.
86. Projeto de Anomalia Magnética Digital Antártica (ADMAP) – Descobrindo a evolução tectônica usando dados de anomalia magnética próxima à superfície.
87. Rastreamento da Vida Selvagem – Registrando a riqueza de espécies de mamíferos marinhos como baleias, focas, morsas e narvais e aves marinhas ou aves aquáticas no Ártico.
88. Índice de Gelo do Mar – Reunindo dados sobre a superfície do manto de gelo da Antártida, espessura e limite usando sensoriamento remoto passivo. (Índice de Gelo NSIDC do Mar)
89. Peixes – Mostrando a probabilidade de ocorrência e observações para espécies de peixes – de bacalhau atlântico a Walleye Pollock.
90. Projetos de Pesquisa no Ártico – Exibindo projetos de pesquisa, mostrando dados disponíveis e explorando possíveis colaborações.
91. Fundo do Oceano Ártico – Esculpindo o Oceano Ártico com o localizador de profundidade sônica e descobrindo dinâmica com trincheiras, cumes e planícies abissais.
92. Geologia do Ártico – Interpretando a geologia do Ártico usando dados magnéticos aprimorados, imagens landsat e dados topográficos.
93. Instalações COMNAP – Mapeando as instalações do COMNAP na Antártida que atualmente suporta uma série de pesquisas científicas.
94. Urso Polar – Mantendo contagens das populações mais vulneráveis de urso polar (devido à mudança climática) comparando duas imagens de satélite ao longo do tempo.
95. Busca e Resgate – Mergulhando em operações de busca e resgate utilizando o Índice de Segurança e Operabilidade que calcula o risco com base em fatores como gelo marinho, visibilidade, temperatura, distância dos recursos do SAR.
96. Risco Ambiental – Avaliar a vulnerabilidade ambiental dos recursos marinhos no que diz respeito ao derramamento de óleo como estressor externo.
97. Polar Ice Melt – Monitoramento do derretimento do gelo polar usando satélites como GOCE e GRACE que mede a quantidade de massa na Terra.

Aquáticos

Aplicações de SIG aquáticos

98. Ordem do Córrego – Definição do tamanho do fluxo com base em uma hierarquia de afluentes o Índice Strahler (ou Índice Horton-Strahler) – um importante indicador de pesca e habitat aquático.
99. Modelos de Habitat de Peixes – Conectando espécies de peixes com seu habitat usando índices de adequação de habitat.
100. Rastreamento de Baleias – Perseguindo pigmy killer, espermatozoides, bicos e baleias assassinas falsas no Oceano Pacífico com aplicações de mapeamento on-line.
101. Global Shark Tracker – Monitorando as taxas de recuperação de tubarões com etiquetas acústicas que permitem a detecção em múltiplas dimensões.
102. Erradicação de Peixes – Erradicação do pique norte que afeta negativamente a pesca de trutas locais e a economia, rastreando seus movimentos com GPS.
103. Locais de desova – Desenhando limites do local de desova para peixes migratórios que são conhecidos por liberar ovos.
104. Hidro-Acústica – Ouvir ecos com hidro-acústica para o projeto Hidro-Acústica do Lago Crean – capturando profundidade do lago, classe de peixes, números de estoque de peixes, preferência de habitat relacionada à temperatura. (Crean Lake Hydro-Acoustics)
105. Mercúrio em Córrego – Agarrando a origem do mercúrio – que são contaminantes ao tecido de peixes – estudando a paisagem, como solos e húmus.
106. Áreas de Conservação de Habitat de Peixes – Áreas de conservação de habitats de peixes finos, conhecendo o quadro geral da distribuição de peixes.
107. Sobrepesca – Manutenção de níveis sustentáveis de população de peixes com monitoramento por satélite da temperatura da superfície do mar e das cores do oceano (por serem indicativos de espécies específicas de peixes).
108. Monitoramento do Estresse – Correlacionando os estresses dos peixes do ambiente local, como o estresse térmico da remoção de árvores ao longo de um córrego.
109. SCIMAP – Identificando locais de risco difuso de poluição para água poluída e habitat aquático utilizando SCIMAP.

Aviação

Aplicações GIS de aviação

110. Tráfego Aéreo Ao Vivo – Transformando seu computador em centro de controle de tráfego aéreo usando o Radar de Voo 24.
111. Identificação do avião – Apontando seu telefone para o céu e identificando aviões acima de você usando o Radar de Voo 24.
112. Aeroportos mais movimentados do mundo – Surfando nos 25 aeroportos mais movimentados do mundo com o Mapa de Histórias da Encruzilhada Global Esri.
113. Diagrama Voronoi – Descobrindo que o Aeroporto de Mataveri, na Ilha de Páscoa, é o aeroporto mais remoto do mundo com o mapa de proximidade do aeroporto de Voronoi.
114. Avaliação de Obstrução – Garantir decolagens e pousos seguros com o banco de dados
de obstrução vertical 115 da Agência Federal de Aviação (FAA). Flight Path – Simulando rotas de voo integradas com dados de elevação, imagens e outros dados espaciais usando o Falcon View.
116. Busca pelo voo MH370 – Crowd-sourcing a busca pelo voo MH370 com imagens de satélite fornecidas pela DigitalGlobe.
117. Construtor do Espaço Aéreo – Visualizando o ar disponível para aeronaves para voar com volumes 3D usando o World Wind da NASA. (NASA World Wind)
118. Controle de Tráfego Aéreo – Controle de tráfego aéreo com uma imagem operacional comum para vulnerabilidade de segurança e autorização de uso da terra.
119. Zonas de exclusão aérea de drones – Delineando zonas de exclusão aérea de drones onde é ilegal voar, como perto de aeroportos e bases militares.
120. Gráficos Aeronáuticos – Explorando as melhores rotas, altitudes seguras e auxílios de navegação no céu com gráficos aeronáuticos.
121. Invasão da Zona de Abordagem da Pista – Identificar obstruções na zona de aproximação de uma pista usando dados de elevação detalhados para garantir que não haja colisões na Análise de Segurança da FAA.
122. Exposição sonora do aeroporto – Avaliação da relação entre os níveis de ruído gerados pela aeronave e os usos da terra, receptores de ruído e demografia nos arredores do aeroporto.
123. Fly Through – Cruzando as altas altitudes com visualização 3D interativa e fly-throughs com Landserf.
124. Flight Simulator – Tornando-se piloto no cockpit com vistas tridimensionais de perspectiva de uma área, combinada com elevação e imagens.
125. Revisão do Espaço Aéreo – Automatizando a disseminação e o retrato das informações do Espaço Aéreo de Atividade Especial através dos Serviços Web da OGC.

Automóvel

Aplicações GIS de automóveis

126. Toyota Vehicle Crowd Sourcing – Reunindo mapas hiper precisos e atualizados usando o GPS e a câmera do veículo Toyota.
127. Uso no veículo – Monitorar hábitos de condução como velocidade, aceleração súbita e pressionar fortemente os freios para subscrição do seguro.
128. GeoFencing – Imobilização de viagens transfronteiriços com geofencing (barreiras virtuais) – perfeito para programas de compartilhamento de carros e aluguel.
129. Veículos Autônomos – Sentar e relaxar enquanto o carro autônomo do Google faz todo o trabalho equipado com LiDAR, GPS, uma unidade inercial e software sofisticado.
130. Receptores GPS – Nutrindo a tecnologia de mapeamento como é quase padrão ter um receptor GPS e um monitor com todos os mapas mais recentes.
131. Waze Real-Time Driving – Economizando tempo e dinheiro no seu trajeto à medida que os motoristas compartilham informações de tráfego em tempo real e alertas rodoviários uns com os outros com o Waze.
132. Tempo estimado de viagem – Travando em seu destino e recebendo atualizações ao vivo para o tempo estimado de viagem.
133. Morgan Freeman’s Voice – Desfrutando da voz calma e calmante de Morgan Freeman enquanto ele entrega instruções do seu sistema de navegação GPS.

Bancário

Aplicações de GIS bancários

134. Market Share – Examinando as localizações das filiais, locais de concorrentes e características demográficas para identificar áreas dignas de expansão ou determinar a participação de mercado.
135. Máquina ATM – Preencher lacunas de mercado e serviços entendendo onde clientes, instalações e concorrentes estão com ferramentas de localização de endereços, gerenciamento de banco de dados e ferramentas de consulta.
136. Estatísticas Econômicas do Banco Mundial – Fatiamento e corte de dados financeiros brutos do Banco Mundial.
137. Fusão e Aquisições – Perfil e encontrar oportunidades de ganho e construção onde os clientes estão com perfil de
mercado 138. Oferta e Demanda – Identificando áreas subu servidas e analisando o mercado de seu concorrente.
139. Lei de Reinvestimento Comunitário (CRA) – Cumprindo as obrigações de empréstimo em áreas com especial atenção às famílias de baixa e moderada renda – utilizando o SIG para compreender a demografia espacial.
140. Mobile Banking – Captura de locais onde ocorrem transações móveis existentes e auxilia na infraestrutura de segurança móvel.

Negócio

Aplicações de GIS de negócios

141. Gestão de Frotas – Manter-se na rota e resolver problemas de agendamento com a gestão da frota.
142. Realidade Aumentada – Realidade aumentada com uso comercial em mente – como publicidade e avaliações de restaurantes.
143. Marketing Direto – Revitalizando estratégias de venda, alcançando clientes diretamente com inteligência local.
144. Análise do Tempo de Unidade – Determinar uma área de comércio com base no tempo que um cliente deve dirigir para chegar à loja – levando em conta os limites de velocidade das ruas, volumes de tráfego e outros impedâncias.
145. Internet das Coisas – Melhorar a eficiência, a precisão e o benefício econômico através de uma rede de objetos físicos, como dispositivos, veículos, edifícios e outros itens — incorporados com eletrônica, software, sensores e conectividade de rede que permite que esses objetos coletem e troquem informações entre si.
146. Análise de Participação de Mercado – Otimização das localizações das instalações para que a demanda alocada seja maximizada na presença de concorrentes utilizando ferramentas como alocação de localização no ArcGIS.
147. Localização mais próxima – Resolução do posto de gasolina, restaurantes ou cafeterias mais próximos usando posicionamento baseado em GPS e dados comerciais geocó codificados.
148. Avaliação de Propriedades – Avaliação de propriedades residenciais usando dados do Censo e encontrando sua propriedade on-line através de espectadores interativos de avaliação de propriedades.
149. Internet Geocoding – Mapeando e analisando dados geocodificados gerados pelo usuário para ter um vislumbre do que os usuários da internet (no agregado) pensam sobre lugares específicos.
150. Empresas de Geocodificação – Apontou qualquer coisa para tudo, desde restaurantes, bancos e lojas de donuts com uma lista de endereços.
151. Geocodificação Reversa – Geocodificação ao contrário; pegando locais de um mapa e listando seus endereços.
152. População Diurna – Comercialização de produtos efetivamente com demografia populacional diurna detalhada para uma área que reflete quem trabalha nessa área em oposição à demografia residencial.
153. Publicidade Local – Publicidade através de meios sociais, locais e móveis através da localização e tornando a presença mais conhecida.
154. Paraísos Fiscais – Abrigar impostos através de paraísos fiscais, em seguida, colocar tudo em um mapa.
155. GeoBranding – Aumentando a credibilidade e aumentando as vendas com potenciais clientes, fornecedores e mídia, transmitindo dados complexos para aumentar as vendas.
156. Linhas do Desejo – Traçar linhas de desejo mostrando lojas que atende clientes.
157. Estabelecimentos Comerciais – Atualização do estabelecimento comercial utilizando o gvSIG Mobile e bancos de dados locais. (Banco de Dados de Estabelecimento Comercial)
158. Supply Chain – Encontrar quais cadeias de suprimentos são vulneráveis a melhores planos para interrupções (Cadeia de Suprimentos Sem Limites)
159. Modelo integrado de rede de frete – Integrando informações altamente detalhadas sobre custos de transporte, custos de transferência, volumes de tráfego e propriedades de interconectividade de rede em uma plataforma baseada em SIG. (Modelo integrado de rede de frete)
160. Projetos de Capital – Listagem de todos os projetos de capital com diferentes etapas de conclusão.
161. Gravity Models – Determinando a probabilidade de os clientes patrocinarem uma determinada loja com base na proximidade, concorrência e outros fatores da loja.
162. Employee Travel Times – Modelando os tempos de viagem em redes urbanas para os tempos de viagem dos funcionários.
163. Aberturas de lojas – Historicizando as aberturas de lojas de uma empresa. (Aberturas de lojas IKEA)
164. Foursquare – Recomendando que 50 milhões de usuários procurem por restaurantes, recomendem bares e faça check-in em todo o mundo com um mapa personalizado da marca Mapbox. (Quadrangular)
165. Expansão da infraestrutura – Comparando dados históricos com condições atuais com dados de satélite da Astro Digital.

Negócio

Aplicações de GIS de negócios

141. Gestão de Frotas – Manter-se na rota e resolver problemas de agendamento com a gestão da frota.
142. Realidade Aumentada – Realidade aumentada com uso comercial em mente – como publicidade e avaliações de restaurantes.
143. Marketing Direto – Revitalizando estratégias de venda, alcançando clientes diretamente com inteligência local.
144. Análise do Tempo de Unidade – Determinar uma área de comércio com base no tempo que um cliente deve dirigir para chegar à loja – levando em conta os limites de velocidade das ruas, volumes de tráfego e outros impedâncias.
145. Internet das Coisas – Melhorar a eficiência, a precisão e o benefício econômico através de uma rede de objetos físicos, como dispositivos, veículos, edifícios e outros itens — incorporados com eletrônica, software, sensores e conectividade de rede que permite que esses objetos coletem e troquem informações entre si.
146. Análise de Participação de Mercado – Otimização das localizações das instalações para que a demanda alocada seja maximizada na presença de concorrentes utilizando ferramentas como alocação de localização no ArcGIS.
147. Localização mais próxima – Resolução do posto de gasolina, restaurantes ou cafeterias mais próximos usando posicionamento baseado em GPS e dados comerciais geocó codificados.
148. Avaliação de Propriedades – Avaliação de propriedades residenciais usando dados do Censo e encontrando sua propriedade on-line através de espectadores interativos de avaliação de propriedades.
149. Internet Geocoding – Mapeando e analisando dados geocodificados gerados pelo usuário para ter um vislumbre do que os usuários da internet (no agregado) pensam sobre lugares específicos.
150. Empresas de Geocodificação – Apontou qualquer coisa para tudo, desde restaurantes, bancos e lojas de donuts com uma lista de endereços.
151. Geocodificação Reversa – Geocodificação ao contrário; pegando locais de um mapa e listando seus endereços.
152. População Diurna – Comercialização de produtos efetivamente com demografia populacional diurna detalhada para uma área que reflete quem trabalha nessa área em oposição à demografia residencial.
153. Publicidade Local – Publicidade através de meios sociais, locais e móveis através da localização e tornando a presença mais conhecida.
154. Paraísos Fiscais – Abrigar impostos através de paraísos fiscais, em seguida, colocar tudo em um mapa.
155. GeoBranding – Aumentando a credibilidade e aumentando as vendas com potenciais clientes, fornecedores e mídia, transmitindo dados complexos para aumentar as vendas.
156. Linhas do Desejo – Traçar linhas de desejo mostrando lojas que atende clientes.
157. Estabelecimentos Comerciais – Atualização do estabelecimento comercial utilizando o gvSIG Mobile e bancos de dados locais. (Banco de Dados de Estabelecimento Comercial)
158. Supply Chain – Encontrar quais cadeias de suprimentos são vulneráveis a melhores planos para interrupções (Cadeia de Suprimentos Sem Limites)
159. Modelo integrado de rede de frete – Integrando informações altamente detalhadas sobre custos de transporte, custos de transferência, volumes de tráfego e propriedades de interconectividade de rede em uma plataforma baseada em SIG. (Modelo integrado de rede de frete)
160. Projetos de Capital – Listagem de todos os projetos de capital com diferentes etapas de conclusão.
161. Gravity Models – Determinando a probabilidade de os clientes patrocinarem uma determinada loja com base na proximidade, concorrência e outros fatores da loja.
162. Employee Travel Times – Modelando os tempos de viagem em redes urbanas para os tempos de viagem dos funcionários.
163. Aberturas de lojas – Historicizando as aberturas de lojas de uma empresa. (Aberturas de lojas IKEA)
164. Foursquare – Recomendando que 50 milhões de usuários procurem por restaurantes, recomendem bares e faça check-in em todo o mundo com um mapa personalizado da marca Mapbox. (Quadrangular)
165. Expansão da infraestrutura – Comparando dados históricos com condições atuais com dados de satélite da Astro Digital.

Comportamento do Consumidor

Aplicações GIS de Ciência do Consumidor

166. Data Analytics – Analisar informações baseadas em localização para revelar a relação entre indivíduos, famílias e comunidades e o ambiente em que vivem.
167. Huff Model – Cálculo do potencial de vendas com base no Modelo Huff – um modelo de interação que mede as probabilidades dos consumidores em cada local de origem patrocinando uma nova loja em vez de outras lojas.
168. Perfil do Consumidor – Otimização do perfil do consumidor com informações baseadas em localização sobre idade, etnia, escolaridade, moradia e muito mais.
169. Segmentação de Clientes de Varejo – Segmentação de mercados por protótipos de clientes para melhorar a efetividade das campanhas.
170. Comportamento de Compra – Correlacionando variáveis impensáveis como clima e localização com comportamentos de compra para encontrar oportunidades de vendas.
171. Movimento da Loja de Varejo – Detalhando como os clientes se deslocam pelas lojas de varejo, o que compraram, rejeitaram e olharam.
172. Preços do Gás em Tempo Real – Variações de preços da gasolina em vários postos de gasolina em ou ao longo de uma rota.
173. Colocação da loja – Orientar a colocação de novas lojas estudando renda descartável, população ou outras variáveis para melhor atender a população.

Mudanças Climáticas

Aplicações GIS de mudança climática

174. Observatório da Terra da NASA – Explorando as causas e efeitos das mudanças climáticas de nossa atmosfera, oceanos, terra e vida através do uso de dados de satélite.
175. Céticos das Mudanças Climáticas – Transformando céticos em crentes. Mapas tornam as descobertas sobre mudanças climáticas mais fáceis para os céticos entenderem e aceitarem.
176. Interações terrestres – Modelando vegetação, atmosférica, chuvas e ecossistemas para estudar suas interações simultaneamente
177. Elevação do Nível do Mar – Coleta de dados para estudar o aumento do nível do mar e as mudanças climáticas do satélite Jason-3.
178. County Climate – Veja por si mesmo como a temperatura máxima média sobe/cai em cada condado dos Estados Unidos.
179. Desertificação – Compreender as causas subjacentes da desertificação, como práticas agrícolas inadequadas, desmatamento e seca.
180. Mudança de temperatura da superfície terrestre – Usando álgebra de mapa para ver como a temperatura da superfície terrestre muda ano a ano.
181. Juntando o Quebra-Cabeça das Mudanças Climáticas – Combinando vários conjuntos de dados sobre mudanças climáticas de várias fontes – por exemplo, relacionando práticas terrestres com aerossóis da atmosfera.
182. Modelagem da poluição – Mapeamento das fontes de poluição do ar e impactos sobre o meio ambiente e as pessoas.
183. Motor Planetário do Google – Vendo com seus próprios olhos as mudanças alarmantes do nosso planeta. )
184. Risco e Riqueza de Aves – Estudando os efeitos do encolhimento dos habitats nas populações de aves no mundo.
185. Sequestro de Carbono – Adiando o aquecimento global através do sequestro de carbono através de sistemas de gerenciamento de carbono baseados em localização.
186. Classificação Climática Köppen-Geiger – Modelagem observou e projeta cenários de mudanças climáticas com variáveis como crescimento populacional, desenvolvimento econômico e uso de energia variável e inovações tecnológicas.
187. Fumaça – Espreitando os olhos para ver através de toda essa poluição.
188. Mudança de Temperatura – Medir os efeitos dos gases de efeito estufa como o principal culpado da mudança de temperatura, mapeando a temperatura em níveis acima da superfície da Terra.
189. Projeto de Mudanças Climáticas – Redesenhando para acomodar as mudanças climáticas e identificando os locais mais necessários.
190. Land Change Modeller – Simplificando o planejamento inovador da terra e o suporte à decisão com o Land Change Modeler da IDRISI. Inclui ferramentas especiais para a avaliação das estratégias de mitigação das mudanças climáticas redd (redução das emissões do desmatamento e da degradação florestal).
191. Índices de Vegetação – Utilizando índices de vegetação de sensoriamento remoto como NDVI, CTVI, NRVI e PVI para monitorar a mudança de vegetação ao longo do tempo.

Crime

Aplicações de SIG do Crime

192. Padrões de Criminalidade – Responder a crimes com uma abordagem baseada em dados e fornecer respostas personalizadas através da rápida implantação de pessoal e recursos. (Spillman CompStat)
193. Mapa de Incidentes – Manter a comunidade mais segura por meios visuais de incêndio, assalto, roubo, homicídio, prostituição, roubo, roubo e vandalismo em uma cidade.
194. Roubo e Recuperação de Automóveis – Rastreamento de roubo de veículos com GPS.
195. Agressores Sexuais – Rastreamento de criminosos passados com padrões de movimento gps em relação a escolas e outras entidades.
196. Chamadas de Emergência e Despacho – Uma chamada de emergência começa e termina em um local. O GIS pode gerenciar ambas as chamadas do 911 e enviar unidades para locais precisos. (Despacho auxiliado por computador Zetron)
197. Operações de Aplicação da Lei – Alocando e despachando policiais onde é mais necessário, estudando atividades criminosas.
198. Proprietários ilegais – Capturar assinaturas térmicas de inquilinos ilegais em galpões porque alugar galpões é ilegal em Londres, Inglaterra.
199. Policiamento Preditivo – Patrulhamento Mapeando grupos de roubos ou outros crimes atribuindo mais policiais nesses locais usando mapas de calor ou Getis-Ord General G e padrões de pontos.
200. Busca corporal desaparecida – Reduzindo a busca de um desaparecido, encontrando anomalias de terreno sutis no solo usando LiDAR.
201. Lei de Megan – Obedecendo à exigência de que as agências locais de aplicação da lei notifiquem os moradores sobre a presença de certos agressores sexuais em sua área, apenas entrando em contato com uma área tamponada da residência do infrator.
202. SIG Forense – Aplicação de informações científicas e geográficas para a investigação de um crime – como o uso de informações registradas por GPS em veículos para comprovar a localização na cena do crime. (GIS forense – O papel das tecnologias geoespaciais para investigar crimes e fornecer evidências)
203. Notificação geoevento – Evitar áreas de alta criminalidade com geofencing ao fornecer mercadorias de alto valor.
204. Penalidades extras – A desonragem de penas extras a criminosos se condenados por vender drogas a uma distância especificada da propriedade escolar.
205. Contrabando Ilegal – Monitorando a atividade de contrabando transfronteiriço colocando um GPS em um veículo com um mandado para fazê-lo.
206. Medo do Crime – Entrevistar indivíduos por medo de crime usando computação móvel habilitada para GPS.
207. Perfil Geográfico – Utilizando uma série de crimes conectados para determinar a localização mais probabilística de um criminoso ou delito – útil para encontrar criminosos em série.
208. Perseguição – Abusando da tecnologia GPS ao perseguir com um receptor GPS. Um bloqueador GPS impede o monitoramento posicional.
209. Primeira Resposta – Chegar a uma cena de crime mais rápido com todas as informações críticas necessárias no campo. (Software de comando de incidentes de Adashi)
210. Infrações de trânsito – Coleta e mapeamento de incidentes de trânsito para avaliar se as unidades devem ser espalhadas ou concentradas em determinados locais.
211. Mercados de Drogas ao Ar Livre – Descobrindo a relação entre os crimes e a localização dos mercados de drogas ao ar livre com base em crimes análogos em outras comunidades
212. Monitor de Tornozelo – Entre aqueles em prisão domiciliar ou em liberdade condicional. Pulseiras GPS só têm valor se você sabe para onde estão indo.

Defesa

Aplicações de DEFESA E GIS Militar

213. Realidade Aumentada Sandtable (ARES) – Melhorando o espaço de batalha e a visualização militar com dados gis projetados em uma mesa de areia.
214. Busca do Terrorismo – Encontrar Osama Bin Laden usando imagens de sensoriamento remoto com teoria biogeográfica (teoria da decadência à distância e teoria da biogeografia da ilha).
215. Antiaérea – Respondendo ao alcance de armas antiaéreas usando camadas de cúpula 3D para evitar espaço aéreo perigoso
216. Pousos Seguros – Paraquedismo dos céus com segurança, avaliando os arredores subjacentes da área.
217. Integração de Dados de Inteligência – Sobreposição de dados geográficos precisos para aplicação de campo de batalha e tomar decisões
que salvam vidas 218. Software de planejamento de voo de combate (CFPS) – Visualização de rotas de combate, entrega de armas e planejamento de airdrop no Falcon View. (Exibição falcão)
219. Satélites de Reconhecimento – Espionando inimigos com satélites – desde Corona em 1959 até o pequeno CubeSat que está sendo usado hoje.
220. Planejamento de Construção Base – Construir um local base sem que seja visível de grandes estradas próximas usando a ferramenta skyline 3D.
221. GEOINT – Revelando a atividade humana através do uso de investigação geoespacial e ultravioleta para imagens de micro-ondas.
222. Simulação Militar – Simulando veículo terrestre em um mundo virtual altamente realista.
223. Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA – Entregando serviços vitais de engenharia pública e militar mantendo em mente informações geoespaciais. (Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA)
224. Mapeamento de Pombos – Espionando inimigos na Segunda Guerra Mundial com o Corpo de Pombos bávaros – um bando de pombos equipados com câmeras.
225. Chokepoint – Salvaguarda de pontos de estrangulamento como pontes ou barragens onde a infraestrutura crítica converge – explosões aqui causariam múltiplos efeitos.
226. Bird Strike – Voando com segurança através do Modelo de Prevenção de Aves (BAM) – uma grade de raster temporal igual à soma da massa média de aves para todas as espécies presentes.
227. Esgotamento do urânio – Mapeando urânio empobrecido e impedindo-o de chegar às mãos erradas.
228. Assassinato do Presidente – Prevenir assassinatos por entender a logística de um passado.
229. Modelagem de comando móvel – Configurando a loja encontrando o local de comando móvel mais ideal.
230. Imagem operacional comum – Colocando todos na mesma página com uma imagem operacional comum.
231. Planejamento de Missões Militares – Aumento da conscientização operacional aos pilotos de helicópteros através do 3D para a realização de ingress e movimento de saída.
232. Inteligência Local : Criação de áreas de segurança e perigo para armas terra-terra (Zonas de Perigo de Superfície) e Zona de Perigo de Armas ar-terra.
233. Manutenção da paz das Nações Unidas – Manutenção da paz empregando a ajuda humanitária necessária, desenvolvendo a paz em países devastados pela guerra e fornecendo o apoio necessário.
234. Características Críticas – Identificar ameaças à segurança nacional, coletando conhecimento dos ambientes construídos e culturais.
235. Planejamento Tático – Implantação de tropas e equipamento militar para combater zonas de forma inteligente, procurando imagens de reconhecimento compactadas e de carregamento rápido.
236. Vídeo de movimento – Capturando vídeo georreferenciado para avaliar qualquer coisa como status operacional de uma planta industrial, dano de bomba em um alvo ou comprimento de uma pista.
237. Segurança Interna – Abordar vulnerabilidades e formular medidas de preparação em caso de terrorismo e situações de emergência.
238. Realidade Virtual – Simulando militares e treinamento em ambiente 3D usando dados GIS.
239. Modelagem de Ataque – Modelando um potencial ataque para legitimar as necessidades e fazer com que os formuladores de políticas realmente entendam as consequências de um ataque com gastos de preparação.
240. Pouso de helicóptero – Inventário de possíveis zonas de pouso para helicópteros invisíveis, inéditos e em terreno plano.
241. Guarda Postagem – Postagem de guardas armados em locais ideais para eliminar pontos de estrangulamento.
242. Cercas 3D – Edificações de cercas de segurança com pós-intervalo e número de fios/placas com alturas em um ambiente GIS 3D.
243. Mapas de Guerra – Familiarizando-se com as defesas e território inimigos mapeando ataques estratégicos.
244. World Trade Center – Respondendo a ataques terroristas, incluindo entrega de dados em tempo real, rastreamento de vítimas, vulnerabilidade de instalações e recursos, disponibilidade de dados, implementação, exposição ambiental e monitoramento aéreo
245. Vídeo georreferenciado – Catalogando e recuperando vídeo em movimento completo usando o ArcGIS Full Motion Video Add-In ou Hexagon Geospatial GeoMedia Motion GeoVideo Analyst.
246. Detectando IED – Monitorando superfícies perturbadas um dia a outro para encontrar dispositivos explosivos improvisados
247. Logística – Respondendo às decisões militares e de segurança com logística e suporte oportunos.
248. Detecção de Camuflagem – Realizar missões de reconhecimento precoce durante a guerra usando infravermelho próximo.
249. Sistema de Referência da Grade Militar – Localização de pontos na Terra com três partes – designador de zonas de grade, identificador quadrado e localizações numéricas.

Desastre

Aplicações DE GIS de desastre

250. Escala Richter – Retratando terremotos em um globo 3D como espinhos em um porco-espinho para cada leitura na escala Richter.
251. Operações Compartilhadas – Respondendo a desastres com rapidez e confiabilidade usando uma Imagem Operacional Comum e serviços em nuvem (Cloud GIS for Disaster Monitoring)
252. Zona de Exclusão de Chernobyl – Tamponando um raio de 30 km que agora é conhecido como Zona de Exclusão de Chernobyl.
253. Vulnerabilidade de deslizamento de terra – Esquivando-se de deslizamentos de terra com mapas de alívio e análise 3D.
254. Resposta a furacões – Afastando a ameaça de furacões, rastreando caminhos históricos de furacões e através de uma melhor resposta/assistência a desastres.
255. Previsão de Terremotos – Obtenção de assinaturas de terremotos que medem eventos de subdução com satélite GRACE e geoide.
256. Surtos Costeiros – Estimando o risco em três etapas usando o software HAZUS pela FEMA.
257. Alerta cidadão – Garantia de proteção dos cidadãos por meio da entrega de alertas geo-direcionados no celular.
258. Cenários E se – Determinando eventos de maior probabilidade com base em dados históricos e análises espaciais.
259. Evacuação – Avaliar capacidades de evacuação que os bairros podem enfrentar e gerar um projeto eficaz.
260. Derramamento de óleo – Desengradurando derramamentos de óleo identificando a direção atual e a taxa de movimentação do petróleo.
261. Sirene de Aviso de Tornado – Salvaguarda dos moradores com cobertura efetiva de sirenes no beco do tornado.
262. Gravidade do Fogo – Priorizando os esforços de prevenção e planejamento durante os incêndios florestais.
263. Previsão de Enchentes – Simulando com hidrografias de descarga de córrego com variações de água ao longo do tempo.
264. Tornado Alley – Encontrando padrões de tornados históricos no Beco do Tornado.
265. Modelagem de Avalanche – Desvendando áreas propensas a avalanches, avaliando encostas altas com vegetação esparsa para planejamento residencial, estações de esqui e planejamento de segurança rodoviária.
266. Dano de tsunami – Identificação de áreas de alto risco para danos causados
por tsunami 267. Abrigo de Emergência – Alocação de abrigo de emergência no momento do desastre
268. Conjunto de Ferramentas de Avaliação de Consequências (CATS) – Analisar danos ao meio ambiente, à população exposta e fornece informações de alocação de recursos em tempo real para mitigar as consequências. (Conjunto de ferramentas de avaliação de consequências de Leidos)
269. Vulnerabilidade aos Riscos Naturais – Desmarcação de terras propensas a riscos para comunidades mais resilientes através de planejamento inteligente de terras.
270. Busca e Salvamento – Resgatando pessoas desaparecidas usando pequenos veículos aéreos não tripulados (drones).
271. Cinzas Vulcânicas – Tornando nuvens de cinzas vulcânicas em 3D para sua dispersão de derramamentos debaixo d’água.
272. Epicentro do Terremoto/Hipocentro – Estabelecendo o epicentro, hipocentros, falhas e linhas, raio e frequência de terremotos.
273. Atividade do Vulcão – Monitoramento da emissão térmica do cume do vulcão na Islândia usando o infravermelho térmico de Landsat.
274. Aviso de Desastres – Alertar os cidadãos antes que um terremoto em larga escala aconteça com uma nova geração de sistemas de alerta interoperáveis para múltiplos perigos.
275. Assistência a terremotos – Auxiliando no rescaldo do enorme terremoto no Equador, listando locais “Lugar Seguro” de listas governamentais.
276. Detritos de desastres – Estimar os destroços equivale a melhor preparação e resposta a um grande evento gerador de detritos.
277. Suscetibilidade terremoto-deslizamento de terra – Mapeando a suscetibilidade de deslizamentos de terra induzidos por terremotos usando redes neurais artificiais e fatores como inclinação, aspecto, curvatura e distância da drenagem.

Ecology

Ecology GIS Applications

278. Telemetria – Coleta de locais GPS de mamíferos de colarinho para armazenar, exibir e analisar suas coordenadas.
279. Adequação do Habitat – Fatoring em todas as variáveis para entender o habitat que os animais selecionam e evitam usar regressão linear.
280. Análise do Corredor de Faceta Terrestre – Identificação de ligações entre a vida selvagem e as paisagens.
281. Ferramentas de Fragmentação de Paisagem (LFT) – Classificando os tipos de cobertura de terra em categorias de fragmentação florestal – patch, borda, perfuração e núcleo.
282. Padrões migratórios – Simulando os padrões de migração dos gnus da África Oriental para o ecossistema Serengeti-Mara na África Oriental.
283. Métricas de caminho – Calcula ângulos de giro, comprimentos de passo, rolamentos, intervalos de tempo para um conjunto de dados de série de tempo de ponto usando GME.
284. Traços de DNA – Mapeamento da riqueza, distribuição e diversidade de organismos na paisagem com base no marcador molecular (DNA).
285. Tribo Surui – Equipar a tribo Surui com equipamentos de geomarcação para pôr fim ao desmatamento e à devastação cultural em sua seção da floresta tropical brasileira.
286. Espécies Biodiversidade – Aferição ao longo do tempo uma diminuição da biodiversidade ou uma abundância de espécies (invasivas ou que aumentam a perturbação) utilizando GIS temporal.
287. Abelhas – Estimular processos de pensamento espacial analisando relações entre características ambientais e saúde e abundância de abelhas (PESQUISA DE Abelhas de Mel GIS)
288. Faixas de alces – Estimando uma gama média de casas para um rebanho inteiro de mamíferos usando o Polígono Mínimo Convexo nas Ferramentas de Hawth.
289. Distúrbios Antropogênicos – Compreender os efeitos da construção de linhas de transmissão por meio do monitoramento de mamíferos com levantamentos de helicópteros. Vamos para o choppa!
290. Aves Migratórias – Localizações de aves migratórias (Osprey) da telemetria com operações de voo da Base Aérea de Langley para reduzir um ataque aéreo. (NASA Langley Research – Bird/Wildlife Aircraft Strike Hazard)
291. Índice de Diversidade H de Shannon – Medindo matematicamente a diversidade e a riqueza de espécies em uma comunidade.
292. Microclimas – Análise da exposição à luz solar com dados de aspectos como indicação de microclimas e ocorrência de espécies.
293. Índice de Robustez Topográfica – Estimar a heterogeneidade do terreno que é útil para prever quais habitats são utilizados pela espécie
294. Extinção – Trazendo espécies extintas de volta à vida e marcando seus habitats anteriores – como o pombo passageiro de 5 bilhões de aves a zero em algumas décadas.
295. Sky View – Maximizar a porção do céu visível e entender o potencial habitat florestal.
296. FragStats – Computação de uma grande variedade de métricas paisagísticas para padrões de mapas categóricos.
297. Índice de Posição Topográfica – Classificando a paisagem em posição de inclinação e categoria
298. Unidades terrestres de ecologia global – Caracterizando ambientes físicos distintos e cobertura fundiária associada aos ecossistemas globais (USGS).
299. Biogeografia – Estudando ecossistemas no espaço geográfico e através do tempo (geológico) ao longo de gradientes geográficos de latitude, elevação, isolamento e área de habitat.
300. Modelagem de espécies – Executando o modelo máximo de entropia (MAXENT).
301. Flocking Birds – Imitando pássaros em um sistema de peças interativas usando modelagem baseada em agentes.
302. Risco de Extinção – Descrevendo as condições existentes de habitat e prevendo risco de extinções, chance de recuperação e medidas de mitigação – como proibir a caça.
303. Planejador de Prioridades de Habitat – Priorizando a conservação, restauração e planejamento através do Planejador de Prioridades de Habitat da NOAA. (Planejador de Prioridades de Habitat)
304. Codificação de DNA – Anexar um local específico ao prender a vida útil. Instituto Smithsonian nacional museu de história natural –
305. Sociedade para conservação GIS (SCGIS) – Auxiliando conservacionistas em todo o mundo através do envolvimento da comunidade e para a conservação dos recursos naturais e do patrimônio cultural.
306. Santuário Áreas Ecologicamente Significantes – Delineando habitats marinhos notáveis, representativos e/ou sensíveis como SESAs
307. Alinhamento Magnético de Mamíferos – Descobrindo como os cereais podem sentir o magnetismo através da análise de imagens de satélite e observações de campo dos alinhamentos corporais dos leitos de veados na neve.
308. Contagem de populações sustentáveis – Contagem de ursos polares e sua distribuição geográfica analisando duas imagens de satélite ao longo do tempo.
309. Ovos de Crocodilo – Monitoramento em tempo real fatores como temperatura e umidade para ovos de crocodilo.
310. No Okavango – Trekking the Okavango em um mapa de estilo de revista – os últimos grandes desertos pantanosos do mundo e patrimônio mundial da UNESCO.
311. Proteção Animal Mundial – Tornando-se mais resistente a desastres futuros. (Proteção Animal Mundial)
312. Média Direcional Linear – Determinar a tendência para o movimento de alces e alces em um vale de córrego poderia calcular a tendência direcional das rotas migratórias para as duas espécies.
313. Wa-Tor Predator-Prey Simulation – Simulando populações de predadores ecológicos com aleatoriedade e respostas baseadas em regras.
314. Golden Eagle Tracking – Rastreamento de populações de águias douradas usando um sistema de rastreamento de biodiversidade em SIG de 200 anos.
315. Earth Trends Modeler – Avaliação das tendências climáticas de longo prazo, medindo tendências sazonais em fenologia e séries temporizadas de decomposição para buscar padrões recorrentes no espaço e no tempo no IDRISI TerraSet.
316. Barreira Ecológica – Marcando barreiras fisicamente isoladas entre as espécies.
317. Fotos de geotagging – Especificando locais de fotos da vida selvagem através da geotagging e simplificando o processo de importação com o ArcPhoto.

Economia

Aplicações de GIS de economia

318. Econometria Espacial – Intersecção da análise espacial com a economia.
319. Perspectiva Econômica Mundial – Projetando a economia futura e os principais indicadores macroeconômicos com a Perspectiva Econômica Mundial – FMI
320. Fluxo de Mercadorias – Ilustrando o fluxo de pessoas ou mercadorias de ponto a ponto com base em valores com linhas de desejo.
321. Globalização – Medir o grau e a extensão da globalização econômica utilizando dados de comércio internacional ao longo do tempo.
322. O Modelo Thünen – Distribuição da produção em si no espaço incorporando custos de transporte e mobilidade de fatores.
323. Liberdade Econômica – Mapeamento da liberdade econômica em todo o mundo – um guia anual publicado pelo The Wall Street Journal e the Heritage Foundation
324. Portfólio Geográfico – Diversificando seu portfólio de ações geograficamente para diferentes países e mercados de ações do mundo.
325. Comércio Global – As mercadorias exportadoras começam em um local e acabam em outra.
326. Índice de Inovação Geográfica – Investigar as relações entre proximidade geográfica com recursos de inovação e retorno de ações.
327. Indicador de Base Econômica – Visualização de indicadores econômicos para negócios, indústria e demografia com base na radial, unidade e proximidade.
328. Mapeamento Temático – Retratando dados econômicos como desemprego e informações trabalhistas em mapas temáticos de séries temporáticas porque mapas falam com pessoas
329. Zona Econômica Exclusiva (ZEE) – Esculpir limites para os direitos soberanos quanto à exploração de recursos marinhos abaixo da superfície do mar
330. Produto Interno Bruto – Criação de cartogramas de área contínua.
331. Transição Global para uma Nova Economia – Priorizando o bem-estar humano através de um mapa de projetos sustentáveis de origem coletiva. (Transição Global para uma Nova Economia)
332. Área comercial – Delineando a área geográfica onde mora uma certa porcentagem de clientes de uma loja.
333. Custos Econômicos da Poluição – Avaliação de opções de crescimento mais verdes e os custos da poluição na Índia, entendendo o estado atual da degradação ambiental.

Educação

Aplicações gis de educação

334. Navegação no Campus – Navegue por um campus universitário com aplicativos de mapeamento on-line.
335. Neogeografia – Abrindo as comportas para os indivíduos criarem seus próprios mapas, em seus próprios termos e combinando elementos de um conjunto
de ferramentas existente 336. Arte de Projeção – Investigando nossa Terra entendendo projeções de mapas.
337. Macroscópio – Vendo através do macroscópio – nossa terra como um todo em vez de ser desmontada em seus constituintes.
338. Serviços de Ônibus – Avaliar quais endereços próximos a uma escola são elegíveis para o busing.
339. Caminho seguro para o kit de ferramentas de mapeamento escolar – Decidindo a rota mais segura para a escola.
340. Revolução Geoespacial – Audiências cativantes com a Revolução
Geoespacial 341 do Estado de Penn. Modelagem Cartográfica – Utilizando álgebra de mapa para retratar as relações de transporte e geografia sobre o acesso a centros de alfabetização de adultos na Filadélfia.

Energia

Aplicações de GIS de energia

342. Risco de Energia Nuclear – Conceituar a liberação radioativa da usina nuclear com tempo de evacuação e população exposta.
343. Energia Renovável Marinha – Vendo o oceano de informações com alturas de ondas e vento para seleção de barragens elétricas.
344. Concessão – Colocar licenças de concessão que dão a uma empresa o direito de perfurar para poços de petróleo ou gás e perfurações exploratórias em um mapa.
345. Tipos de Energia Mundial – Ver quanto do mundo está sendo alimentado por combustíveis fósseis, fontes nucleares e renováveis.
346. Seleção de Resíduos Nucleares – Salvaguarda de pessoas com destinação adequada de
resíduos nucleares 347. Produção de água e escassez – Estimando a produção de água e a escassez em nível sub-bacia hidrográfica para calcular o potencial hidrelétrico até o ano 2100. Escassez de água com modeler de serviços ecossistêmicos IDRISI – O Modelador de Serviços Ecossistêmicos (ESM)
348. Limitação de acesso – Calcular limitações de acesso para construção como inclinação é um fator importante para levar vagões até o local.
349. Estoques de Carvão – Capturando imagens de satélite de fotos frequentes de minas a céu aberto e estoques de recursos para entender melhor quanto carvão foi extraído a cada mês.
350. Shale Gas Plays – Representando áreas atuais e prospectivas de recursos de gás de xisto em bacias de xisto da Associação de Informações Energéticas.
351. Seleção de Locais de Barragens – Comparando locais hipotéticos de barragens por potencial armazenamento de água para entender como o uso do terra/cobertura da terra é impactado.
352. Consumo de Energia – Desenhando a capacidade energética e o consumo em um mapa.
353. Seleção do Parque Eólico – Selecionando parque eólico adequado por meio da compreensão da energia eólica, da capacidade de transmissão, do acesso rodoviário e da terra desenvolvida.
354. Visibilidade da turbina – Visibilidade discernidora do vento para possíveis mudanças em uma paisagem, como os efeitos da adição de parques eólicos, ou a adição de um novo edifício a uma área urbana.
355. Interferência de radar – Cálculo de possíveis interferências de radar e conflitos entre turbinas e superfícies de aproximação/pouso do aeroporto com análise 3D.

Engenharia

Aplicações GIS de engenharia

356. Gestão de Ativos – Gerenciamento da manutenção de dados de infraestrutura juntamente com seu ciclo de vida.
357. Licenças de Construção – Ajudando o usuário a determinar se uma licença solicitada está ou não em um distrito histórico, um distrito de proteção de aquíferos, pântano ou planície alagada.
358. Interoperabilidade CAD – Integrando dados CAD (DWG, DXF) em GIS e vice-versa.
359. Plano de Gestão Ambiental da Construção – Mitigação dos potenciais impactos negativos dos projetos de engenharia, identificando locais sensíveis ao meio ambiente e medidas de mitigação.
360. COGO – Pontos de construção, espirais, curvas e arcos com geometria coordenada.
361. Sensores em tempo real – Monitoramento do monóxido de carbono em tempo real com extensão GeoEvent com limites e alertas definidos
362. Realidade Aumentada – Puxando diagramas de engenharia e redes de sensores em tempo real para visualizar a pressão da água ou amperagem.
363. Cut & Fill – Esculpir cortes e preenchimentos em 3D para grandes projetos de engenharia civil, como grandes construções rodoviárias.
364. Departamento do Interior – Construção de barragens, usinas e canais para proteção de recursos relacionados à água e água nos Estados Unidos.
365. Gestão de instalações – Otimização da eficiência energética com serviços de automação predial para uma visão mais abrangente de um edifício.
366. Barragem Artificial – Represando um local artificialmente, levantando as elevações ao longo de um local de barragem usando uma grade de distância euclidiana e álgebra de mapa.
367. Área de Desenvolvimento – Obtendo o panorama geral tocando em dados gis como encostas suaves e proximidade com estradas.

Ambiente

Aplicativos GIS do ambiente

368. Avaliação de Impacto Ambiental – Menção de efeitos antecipados sobre o meio ambiente de um projeto
de desenvolvimento proposto 369. Remediação do Local – Removendo a contaminação de um lote de exposição de risco de detalhamento da terra e uma visão geral com mapas.
370. Simulação de Crescimento de Incêndio – Extinguindo incêndios mais rapidamente por entender como eles crescem em passos discretos, reunindo vento, clima e combustível para o fogo.
371. Fluxo de Água Superficial – Caracterizar o fluxo de água a ser identificado como alta consequência para a mitigação do derramamento de óleo.
372. Zonas Mortas – Mapeando zonas mortas onde a vida marinha é incapaz de ser suportada.
373. Inventário terrestre canadense – Mapeando a capacidade fundiária para sustentar a agricultura, a silvicultura e a recreação.
374. Poluição de fontes não pontuais – Modelagem da poluição de fontes não pontuais, como erosão do solo e sedimentação, muitas vezes controlada por variáveis como uso/cobertura da terra, topografia, solos e chuvas.
375. Inventário do Pantanal – Delineando áreas úmidas por tipos e funções.
376. Dispersão Modular de Espécies Invasoras – Modelando a disseminação da distribuição populacional de uma espécie através de mapas de ocupação do tempo
377. Escoamento de Águas Pluvais – Conservando recursos próximos, como água e flora, melhor gerenciamento do escoamento.
378. Brownfield e Greenfield Sites – Desenterrar as informações de fundo (Fase 1) e realizar as análises geotécnicas necessárias para explorar oportunidades econômicas em locais de Brownfield e Greenfield.
379. Ozônio – Motivando o mundo a fazer sua parte mapeando a distribuição espacial das concentrações de ozônio.
380. Modelo SWAT – Testando a eficácia das políticas agrícolas e ambientais para sistemas de controle de poluição em uma determinada bacia hidrográfica como o plugin mwSWAT em MapWindow
381. Karst – Identificando recursos conhecidos de cavernas e karst em um banco de dados de digitalização de buracos para melhor seleção de alinhamento interestadual.
382. Permafrost – Interpretando a probabilidade do permafrost no Yukon.
383. Deterioração do sinal de trânsito – Avaliação dos efeitos dos poluentes atmosféricos na deterioração do sinal de trânsito. (Deterioração do sinal de trânsito)
384. Ferramenta de Índice de Apreensão para Áreas Úmidas – Desenterrar áreas úmidas com Ferramenta de Índice de Apreensão para localizar potenciais projetos de restauração de área úmida, monitorar a drenagem do pantanal e modelar o habitat do castor.

Silvicultura

Aplicações de SIG florestais

385. Inventário Florestal – Priorizando unidades de colheita de madeira, referindo-se à classe etária e ao tipo florestal para melhor medir a área de madeira e as estimativas médias.
386. Incêndios florestais – A realização de incêndios florestais com modis. (Incêndios Florestais da Universidade de Maryland)
387. Desmatamento – Aferição do desmatamento utilizando a mudança de cobertura fundiária no tempo.
388. Reflorestamento – Recarregando florestas através do planejamento de plantio de árvores em um mapa.
389. Forest Heights – Medir alturas de árvores com altimetria e perceber como as árvores geralmente diferem 20m com as mais altas no equador.
390. Perfil de ponto vertical – Visualização do perfil vertical de pontos 3D LiDAR para entender melhor a estrutura e a altura das árvores.
391. Linhas de corte – Encontrar linhas cortadas em imagens ortodas para encontrar fácil acesso.
392. Linhas de Árvores – Desenhando linhas de árvores no Ártico canadense.
393. Extração ilegal de madeira – Identifique potencial atividade ilegal com dados de satélite.
394. Reservas florestais de carbono – Sequestro de carbono através de reservas florestais e carbono observado na atmosfera.
395. Simulação baseada em agente – Simulando a disseminação de um agente (como um incêndio) desencadeada por eventos aleatórios (como relâmpagos) em uma paisagem raster em tempo discreto. (
396. Global Forest Watch – Juntando todas as peças com uma plataforma online integrada de vigilância florestal.
397. Drones para indígenas da Indonésia – Promoção de florestas sustentáveis usando drones na aldeia Setulang, indonésia.
398. Resgate de Incêndios Florestais – Salvando vidas através do monitoramento de satélites de incêndio silvestre em tempo real.
399. Potencial de Vegetação – Análise do crescimento e distribuição de árvores de vegetação com dados voltados para o oeste/leste e aspectos.
400. Índice de Área de Folha – Somando a área total de folhas por unidade terrestre.
401. Floresta Amazônica – Maximização do potencial de satélite que vê a erosão do solo, a desestabilização das bacias hidrográficas, a degradação climática e a extinção de espécies no Brasil.
402. Floresta Tropical Remanescente – Estudando dados de aspectos para descobrir como os remanescentes da floresta tropical são quase sempre encontrados em encostas voltadas para o leste (com aspecto) que são protegidas do vento seco do oeste.
403. GIS 4D – Conhecer os XYZ’s com colheita de madeira e subsequente crescimento da vegetação.
404. Idade das Árvores – Inventário da posição XY e anéis de árvores em um banco de dados para entender sua idade.
405. Doença Florestal – Mapeando o impacto de como as infestações florestais como o besouro-pinheiro-da-montanha têm sobre as florestas e a economia.
406. Simulação de Incêndio Silvestre – Automatizando a propagação de incêndios florestais no tempo usando o espaço de trabalho virtual 3D da Capaware.

Jogos

Aplicativos DE GIS de jogos

407. Oculus Rift – Construindo ambientes 3D realistas com o Esri CityEngine porque a realidade virtual é tudo sobre localização e senso de lugar. (Esri CityEngine e Oculus Rift)
408. Construção de Ambientes Virtuais – Projetando futuros edifícios, estradas, cidades e parques com contribuições de videogames. (GIS e Gaming – Matt Artz)
409. Geoguessr – Embarcando em uma jornada educativa que leva você para todo o mundo (Geoguessr)
410. Mercator Projection Game – Aprendendo sobre forma, tamanho e conformidade da Terra com projeções de mapas.
411. Integração de Dados Espaciais – Intersendo o mundo dos jogos com integração de dados espaciais ricas e reais.
412. Planet Hunters – Encontrar planetas desconhecidos com jogos online no estilo crowd-source. (Caçadores de Planetas)

Jardinagem

Aplicações gis de jardinagem

413. Living Plant Collection – Gerenciamento de coleções de jardim e registros de plantas com o ArcGIS Public Garden Data Model como o UC Davis Arboretum, Arnold Arboretum na Universidade de Harvard e Smithsonian Garden. (Jardins Públicos GIS)
414. Microclimas de jardinagem – Estudando microclimas (temperatura de grandes corpos de água, topografia, áreas urbanas prendendo calor) para escolher cuidadosamente e posicionar suas plantas e fazê-las prosperar.
415. Entrega de Informações – Inspire e eduque seus visitantes com mapas web inteligentes do seu parque ou jardim.
416. Ervas de Ervas – Armazenar ervas de ervas e dosagem de herbicidas em um banco de dados para gerenciar medidas de eficácia e controle.
417. Jardinagem do Telhado – Avaliação das temperaturas médias por zoneamento, disponibilidade de água e abrigo de posições para identificar edifícios com maior potencial para jardins no telhado.
418. Garden Reporting – Criação de relatórios e mapas baseados em dados sobre coletas de plantas sobre condições e perigos.

Geologia

Aplicações de GIS de geologia

419. Drill Hole Planner – Perfuração com ferramentas de planejamento 3D, incluindo profundidade, azimute e posições.
420. Recarga de Aquífero – Determinando a recarga potencial de aquíferos utilizando inclinação e permeabilidade
do solo 421. Visualização de dados bem & volumosicos – Criando modelos 3D poderosos, rápidos e personalizados com fusão de dados geológicos, dados GIS, dados de poço/furo e dados de nuvem de ponto. (Software Voxler Golden)
422. Projeto Mago de Placa – Reconstrução de placas convergentes e divergentes através do tempo geológico.
423. Interpretação Geológica – A geologia surficial digitalizada (sedimentos superficiais, sua morfologia e propriedades) com interpretação de foto de ar e validação de campo.
424. qgSurf – Interpretação de análises geomorfológicas baseadas em sua superfície e orientação.
425. Geologia Marinha – Inventário de Geologia Marinha. (Geologia Marinha NOAA)
426. Características da Geomorfologia – Estudo da natureza e origem das formas fundiárias, incluindo relações com estruturas e processos de formação subjacentes.
427. Dip and Strike – Plotando leituras de mergulho e ataque e sua orientação geológica com símbolos rotacionais.
428. Digital Rock Engineering – Túnel subterrâneo com atenção à topografia existente e seu entorno que inclui estruturas
acima do solo e subterrâneas 429. Anomalias aeromagnéticas – Correlacionando anomalias aeromagnéticas com geologia superficial na região tectonicamente ativa.
430. Deriva Continental – Medição do movimento da placa tectônica com GPS
431. EnterVol Geologia – Criação de modelos 3D completos e volumosos de geologia direto de dados coletados integrando dados de litologia com superfícies. (EnterVol Geology)
432. Mapeamento subsuperficial – Mapeando a subsuperfície através de dados de bem log por perfuradores com termos litológicos padrão e sistema
de classificação 433. Classificação landform – Classificando formas de terra com análise qualitativa da superfície como cumes, passes, linhas de quebra convexa/côncava, cristas e muito mais com ferramentas de geomorfologia gvSIG.
434. Estrutura Geológica – Utilização da fotogrametria em regiões inacessíveis em seções transversais 2D e 3D para mapeamento da estrutura geológica. (Fotogrametria Geoespacial Hexágona)

Geoestatística

Aplicações gis de geoestatística

435. Autocorrelação Espacial – Testar se o valor observado de uma variável em uma localidade é independente dos valores da variável em localidades vizinhas. (GeoDa Spatial Autocorrelation)
436. Mineração de Dados – Automatizando a busca por padrões ocultos em grandes bancos
de dados 437. Regressão Espacial – Construção de regressão espacial a modelos para estimar a relação entre variáveis espaciais. (Regressão Espacial GeoDa)
438. Estatísticas zonais – Somando, média ou encontrando o intervalo, mínimo ou máximo em uma determinada faixa. (Estatísticas zonais)
439. Tesselation hexagon – Definição de locais amostrais, ajudando a garantir que todas as regiões da área de estudo sejam representadas pelos resultados amostrais.
440. Primeira Lei de Geografia – Usando a Primeira Lei de Geografia de Tobler em análise: “Tudo está relacionado com todo o resto, mas coisas próximas estão mais relacionadas do que coisas distantes”.
441. Semi-variograma – Gráfico da variância em medida com distância entre os locais emparelhados amostrados.
442. Space-Time Cube – Binning data (netCDF) em uma entrada de cubo e executando estatísticas, tendências e análises de hot spot ao longo do tempo. (Cubo Espaço-Tempo ArcGIS)
443. Mapa-ematics – Fazer operações matemáticas em mapas como adicionar, subtrair, multiplicar, dividir, expor, raiz, tronco, cosseno e diferenciação (Map-ematics – Joseph Berry)
444. Kriging – Interpolando medidas desconhecidas usando kriging e outras técnicas.
445. Processo de Hierarquia Analítica (AHP) – Combinando camadas de entrada e uma tabela com vários fatores comparando seus pesos comparativos para calcular uma nova camada como uma combinação linear das camadas de entrada.
446. Média Ponderada Ordenada (OWA) – Cálculo da média ponderada de um grupo de camadas com base na ordem dos valores. (OWA – gvSIG)
447. Fishnet – Criação de uma rede de pesca para correlacionar o coeficiente entre acidentes de barco e barragens usando um arrastão.
448. Ambiente de Modelagem Geoespacial – Utilizando o software de código aberto R como o mecanismo estatístico para conduzir poderosas ferramentas de análise no ArcGIS.
449. Análise de Componentes Principais – Redução de dimensões com Análise de Componentes Principais. (Análise de componentes principais)
450. Visualização de dados em R – Redação de cada linha de código para criar mapas programáticamente (R Data Visualization – Robin Lovelace)
451. Lógica Difusa – Aplicando lógica difusa com graus de verdade porque muitas vezes não têm limites claramente definidos.
452. Tabelas dinâmicas – Gere tabelas dinâmicas de pivô em QGIS. (Plugin de estatísticas do grupo QGIS)
453. Simulação monte carlo – Modelando fenômenos espaciais com modelos de simulação.
454. Generalização de Minkowski – Determinando como o objeto é complicado com a dimensão fractal de Minkowski (minkowski-Bouligand dimension QGIS plugin)
455. Mapa Álgebra – Aplicando técnicas de funções locais, focais e zonais. (“GIS e Modelagem Cartográfica” por Dana Tomlin)

Água subterrânea

Aplicações GIS de águas subterrâneas

456. Darcy Flow – Examinando o movimento do fluxo de águas subterrâneas através de materiais grossres como areia.
457. MODFLOW – Modelando a demanda de águas subterrâneas e prevendo impacto da demanda de águas subterrâneas nas bacias. (Modelagem da água aquaveo)
458. Disponibilidade de águas subterrâneas – Análise das práticas de uso do solo com disponibilidade e qualidade da água.
459. Recarga de aquíferos – Medir a recarga de permeabilidade e quantificar o crescimento ao longo do tempo.
460. Pluma de águas subterrâneas – Delineando a contaminação das águas subterrâneas e sua mudança.
461. Hidroestiografia – Identificação de unidades mappable baseadas em propriedades hidráulicas de aquíferos.
462. DRÁSTICO – Avaliação da vulnerabilidade da poluição dos recursos hídricos com base em parâmetros hidrogeológicos.
463. Furo 3D – Simbolizando dados sub-superficiais como a magnitude de furos com profundidades invertidas.
464. Volume de águas subterrâneas – Determinante para perfurar um novo poço examinando águas subterrâneas e superficiais existentes.
465. Estratigrafia – Traçando furos, seção transversal e troncos de poços. (Golden Software Strata)
466. Contaminação – Avaliar o risco de impacto para a construção e situação de plantas industriais, aterros sanitários, atividades agrícolas e outras potenciais fontes de contaminação de águas subterrâneas
467. Puff poroso – Calculando massa por volume de soluto em um ponto discreto em um aquífero verticalmente misturado com as Ferramentas de Água Subterrânea ArcGIS.
468. Estabilidade superficial da encosta (SHALSTAB) – Células de grade de computação que são valores críticos de recarga de águas subterrâneas rasas.

Saúde

Aplicações de SIG de Saúde

469. HealthMap – Entregando monitoramento global de doenças em tempo real (HealthMap)
470. Centro de Controle de Doenças (CDC) – Servindo mapas municipais de doenças cardíacas e acidente vascular cerebral por raça/etnia, sexo e faixa etária, juntamente com mapas de fatores sociais e econômicos e serviços de saúde para todos os Estados Unidos ou para um estado ou território escolhido. (Atlas Interativo de Coração e Derrame)
471. Pesquisa de Leucemia – Investigação de grupos de leucemia com proximidade de linhas de transmissão.
472. John Snow – Forjando um novo campo de estudo (epidemiologia) estudando a distribuição espacial dos casos de cólera e identificando a origem do surto como a bomba de água pública na Rua Broad.
473. Ebola – Mapeando a mudança de casos confirmados e prováveis de Ebola ao longo do tempo.
474. Distância para Cuidados de Saúde – Encontrar o médico mais próximo é um problema
espacial 475. Registros Vitais – Registro de eventos, como nascimentos e óbitos mantidos por órgãos públicos de saúde.
476. Concentrações de chumbo – Correlacionando como as crianças com envenenamento por chumbo foram encontradas mais próximas de uma antiga refinaria de chumbo.
477. Análise de Cluster – Identificação de padrões ambientais construídos utilizando análise de cluster e SIG: relações com caminhada, ciclismo e índice de massa corporal. (Análise de cluster)
478. Distância Euclidiana – Encontrar a distância até os locais de descarte durante um surto de gripe aviária.
479. Vigilância de Doenças – Monitoramento do Vírus do Nilo Ocidental com SIG em dispositivos portáteis.
480. Asma – Conectando os pontos de asma e poluição do ar.
481. Epidemiologia – Acompanhamento de doenças e informações epidemiológicas em banco de dados espacial. (Epi-Info do CDC)
482. Exposição UV – Expondo os riscos de raios UV prejudiciais com taxas de natalidade.
483. Fotos móveis de gripe – Determinando um local ideal para veículos com gripe móvel para atender onde a demanda é mais necessária com a alocação de localização.
484. Geomedicina – Acompanhar o histórico de localização do paciente para determinar se os riscos ambientais e industriais os colocam em risco para certos tipos de doenças
485. O Ar de Madrid – Visualização do ar de Madri (gases, partículas, pólen, doenças, etc) para tornar visíveis os agentes microscópicos e invisíveis. (Mapa aéreo de Madri)
486. Resposta de ambulância – Responder mais rápido às emergências com a rota geográfica mais rápida.
487. Mortalidade Infantil – Acompanhar as imunizações infantis com taxas de mortalidade.
488. Food Trust – Fatores sobrepostos como pobreza e obesidade, supermercados frescos, doenças relacionadas à dieta – espaço para os formuladores de políticas
489. Informática em Saúde Pública – Garantir que os pacientes tenham os cuidados necessários com a informática da saúde pública.
490. Walgreens Prescription Mapping – Mapeamento e análise da influenza com base nas prescrições que os clientes estão fazendo para responder à necessidade dos usuários de forma mais eficiente.
491. Padrões de Propagação de Doenças – Traçar elipses para um surto da doença ao longo do tempo para modelar sua disseminação.
492. Caminhabilidade – Agrupando bairros andáveis com doenças de saúde como doenças cardíacas, hipertensão, obesidade e até câncer de mama.
493. Campanhas Antitabagismo – Direcionamento de campanhas antitabagismo onde é mais necessário e mais visível para o público-alvo.
494. Pesquisa do Câncer – Pesquisando câncer do céu com o satélite Landsat. (Pesquisa de Câncer Landsat)
495. Doença transmitida por mosquitos – Identificar áreas com altos índices de infestação de mosquitos e interpretar a relação espacial dessas áreas com potenciais locais de desenvolvimento larval, como pilhas de lixo e grandes piscinas de água parada.
496. Banco de Dados de AIDS do HIV – Fazer a distribuição do HIV/AIDS para gerenciar o tratamento.
497. Tele-medicina – Quantificando populações e disponibilidade de cuidados de saúde para pacientes e prestadores de cuidados de saúde.

História

Aplicações de SIG de histórico

498. Naufrágios – Documentando os restos de naufrágios, aeronaves, hulks, âncoras perdidas e quaisquer outros objetos no fundo do mar através do Projeto NAVIOS. (Projeto SHIPS – Mapeamento de Naufrágios)
499. Museu Americano de História Natural – Aplique informações sobre biodiversidade para coletar, organizar e analisar dados biológicos e ambientais para fornecer novas percepções sobre conservação, ecologia e evolução.
500. Topoview Slider Publishing mapas com um mapa estilo controle deslizante para ver como uma área parecia antes do desenvolvimento e como ela muda ao longo do tempo. (USGS Topoview)
501. Gráfico de Navegação Micronésia – Navegando de canoa usando gráficos de varas como padrões de inchaço do oceano.
502. Fotos Históricas – Fotos históricas de geolocalização em realidade aumentada. (WhatWasThere application)
503. Babilônios – Gravando o leito da terra na argila.
504. Tempo Antigo – Acompanhar os movimentos dos navios passados e contar as histórias das pessoas a bordo estudando padrões climáticos. (Tempo Antigo)
505. Peregrinações – Pisar em uma peregrinação e mapear as distâncias percorridas.
506. Mudanças de fronteira – Esculpir como os limites mudam no tempo, como após a Segunda Guerra Mundial.
507. Spy Glass – Viagem no tempo de volta a 1836 em Nova York alimentado por Esri. (Instituição Smithsonian)
508. Radioatividade Revolução Industrial – Colocando radioatividade no mapa desde a revolução industrial.
509. 3D Historic Fly-through – Subindo através de imagens históricas com ArcScene.
510. Sinais de Fumaça – Usando viewsheds para se colocar no lugar dos nativos americanos quando os sinais de fumaça foram usados.
511. Ancestralidade – Levantamento através da ancestralidade com geofilógenia – a evolução e a disseminação geográfica da ancestralidade comum e da conectividade geográfica.
512. Mapas Históricos Online ArcGIS – Explorando os antigos mapas históricos da USGS. (Mapas Históricos usgs)
513. Manhattan Immigration Patterns – Mostrando como os imigrantes em Manhattan variavam não só pelo espaço, mas também pelo tempo. (Passado tempo, lugar passado: GIS para a história)
514. Sobrenomes astecas vs Mexicanos – Alinhando nomes atuais de lugares históricos para entender a antiga geografia da cultura asteca. (Sobrenomes astecas e mexicanos)
515. Acusadores de Bruxaria – Reunir a localização geográfica dos acusadores e acusados durante os julgamentos das bruxas de Salem para mostrar rixas inter-familiares foram um forte caso para os julgamentos em vez de histeria entre as jovens.
516. Preservação Cultural – Preservação de imóveis históricos cuja documentação ainda deve ser localizada e inserida neste SIG.
517. Pangeia – Desenhando os diferentes estágios da evolução continental da Pangeia para a Terra que vemos hoje.
518. Marcha de Napoleão para Moscou em 3D – Visualizando o movimento das tropas, cidades, basilesas, temperatura em fatias de tempo usando a Marcha de Esri CityEngine Napolean para Moscou. (Marcha napoleana em 3D)
519. Georreferenciamento de Imagens Históricas – Endireitando imagens históricas utilizando georreferenciamento.
520. Padrões de Atividade Humana – Atividade de gravura em mapas que mostram padrões de movimento humano com SIG habilitado para o tempo.
521. Land Bridges – Concordando com um termo aceitável para “ponte terrestre” – que era uma área disponível devido à água amarrada em mantos de gelo.
522. Lewis e Clark – Mapeando a expedição Lewis e Clark.

Hidrologia

Aplicações de HIDRologia GIS

523. Rios trançados – Gerenciando rios trançados com sua complexa geometria e estado em fluxo.
524. Taxa de Sedimentação – Caracterização da erosão e sedimentação com o Índice de Transporte de Sedimentos.
525. Áreas de Captação – Delineando áreas de captação de bacias hidrográficas, onde as chuvas desádam em um rio. (Mapeando bacias hidrográficas em Whitebox GAT)
526. Índice de umidade topográfica – Combinando inclinação e área a montante para lhe dar uma medida relativa de umidade como os primeiros lugares onde o solo satura, começa a se acumular e gera escoamento.
527. Direção de Fluxo – Codificação da direção do fluxo com oito direções válidas. (Flo 2D)
528. Estimador de fluxo – Estimativa de vazões com uma série de estações de aferição espacialmente localizadas.
529. Altura acima do rio – Gerando superfícies preditivas para modelagem de distribuição de espécies vegetais utilizando dados DEM de alta resolução. (Altura lidar acima do rio)
530. Sinuosidade – Medir o grau de canalização e sinuosidade para um determinado curso d’água.
531. Extrator de recursos de fluxo – Extraindo recursos de fluxo (poços, pias, confluências etc.) de uma rede de fluxo. (Plugin extrator de recurso de fluxo QGIS)
532. Volume Hidrológico – Medição de volumes para a Equação do Orçamento Hidrológico e quantidade de precipitação em uma determinada bacia hidrográfica.
533. HEC-HMS – Simulando os processos hidrológicos completos dos sistemas de bacia hidrográfica dendríticas com a metodologia baseada em HEC-HMS GIS.
534. Acúmulo de Fluxo – Respondendo à pergunta “de onde veio a água” escolhendo um ponto (uma única célula no DEM) e traçando para trás mostrando todas as células contribuintes. (TauDEM)
535. Scalgo – Entendendo a hidrologia da Terra em função da topografia utilizando o SRTM DEM. (SCALGO)
536. GHydraulics – Analisando redes de abastecimento de água utilizando EPANET. (Plugin QGIS Ghydraulics)
537. Aqueduto – Mineração, Modelagem e análise do risco hídrico com as tensões atuais e futuras. (Atlas do Aqueduto)
538. Linhas de Contorno – Linhas de contorno delineando porque as inundações seguem linhas de contorno.
539. Extensões de Inundação – A digitalização de extensões de inundação vale dados de satélite, como radar de abertura sintética.
540. BACIAS (Melhor Avaliação Ciência Integrando ponto & Fonte Sem ponto) – Avaliações de qualidade da água corrente com uso do terra, descargas de origem de pontos e retiradas de abastecimento de água.
541. Crayfish QGIS Plugin – Animando saídas de modelos de inundação e propagação de inundações. (TUFLOW)
542. ArcHydro – Operando ArcHydro em ArcMap para delinear e caracterizar bacias hidrográficas.
543. Construtor de canais de drenagem – Cortar um canal simples e trapezoidal em um DEM e calcular volumes de corte. (Plugin QGIS do Construtor de Canais de Drenagem)
544. Modelo de Fluxo HEC-RAS – Prever para onde a água irá (alagamentos) para evitar estradas inundadas e inacessibilidade. (Plugin RiverGIS QGIS)
545. Horton Statistics – Calculando o número de fluxos, o comprimento médio do fluxo, a área média de captações para as ordens
de fluxo Strahler 546. Estações de Fluxo – Marcação de estações de fluxo em um mapa.
547. Falta de água – Modelando a escassez de água Califórnia
548. Rio acima/rio abaixo – Encontrando a origem da água a partir de um ponto específico. (Hierarquia Hidráulica)
549. MIKE21 – Simulando processos físicos, químicos ou biológicos em áreas costeiras ou marinhas.
550. Oxbows – Mapeando o processo em evolução de como os rios mudam no tempo e se tornam oxbows

Humanitário

Aplicações humanitárias de GIS

551. Violência eleitoral – Reportando questões como surtos de violência, intimidação ou fraude eleitoral durante a eleição da Tanzânia. (Desenvolvimento Inquieto – What3Words)
552. Projeto Haiti Ushahidi – A realização de relatórios de crise durante o terremoto no Haiti para ajuda humanitária/de trabalhadores de tecnologia com crowdsourcing. (Projeto Haiti Ushahidi)
553. Human OpenStreetMap – Respondendo a questões humanitárias e ao desenvolvimento econômico por meio do compartilhamento aberto de dados. (Human OpenStreetMap)
554. Engajamento comunitário – Aproveitando o potencial humano utilizando dados abertos e tecnologia cívica. (Laboratórios Vivos de Kathmandu)
555. Kibera Favela – Mapeando locais de estupro e crime pelas próprias pessoas para resolver onde uma delegacia deve ser localizada (e muito mais). (Kibera Slum)
556. Mapeamento de crises – Uso de drones para ajudar os nepaleses em um momento de crise.
557. Segurança Alimentar – Prestação de assistência com as saídas esperadas para os mais necessitados.
558. Assistência Humanitária – Traçar a distribuição espacial da assistência humanitária para fins de planejamento.
559. Motoristas de Insegurança Alimentar – Identificar os fatores subjacentes à insegurança alimentar, como práticas agrícolas, mudanças climáticas e mudanças demográficas.

Seguro

Aplicações gis de seguro

560. Risco de Seguro – Cobrar prêmios de seguro mais altos em áreas propensas a enchentes usando o radar
561. Monitoramento de Hábitos de Condução – Fixar cintos de segurança e monitorar o uso das pessoas para cobrar seguro do carro.
562. Fraude de Seguros – Fazer o trabalho de detetive para sinistros
fraudulentos de seguro de cultura 563. Várzea – Minimizando as perdas por inundações através de mapas de inundação da FEMA.
564. Risco em tempo real – Utilização de inteligência de localização para identificar áreas de risco em tempo real.
565. Risco de Mudanças Climáticas – Ajuste às mudanças climáticas com melhor previsão de risco futuro.
566. Integração de Mídias Sociais – Encontrar todos os posts do Flickr a menos de 100 metros de uma propriedade durante incidentes.
567. Buracos – Prevenção de riscos por entender características paisagísticas – como as depressões resultantes em uma paisagem karst.
568. Subscrição – Acelerando a subscrição compartilhando dados geográficos corporativos com fatores de risco, interação com o cliente e condições econômicas.
569. Piscinas – Crowdsourcing a busca por piscinas de campanhas patrocinadas que compilam dados do setor público e privado para uma variedade de mercados, incluindo educação, segurança pública e seguros.

Internet

Aplicações GIS da Internet

570. Geoblocking – Limitar seu acesso à internet, com base em sua localização geográfica.
571. Hiperlinking – Incorporando hiperlinks com acesso a fotos reais, vídeo, áudio, texto e dados associados aos locais do mapa.
572. Pesquisa Mapzen – Pesquisar geograficamente com um mecanismo de busca espacial por lugares baseados inteiramente em ferramentas de código aberto e alimentados por dados totalmente abertos. (Pesquisa Mapzen)
573. Ferramentas Geossociais – Pesquisando no Twitter geograficamente por tweets com a caixa de ferramentas geossocial gvSIG.
574. Mecanismo de Busca baseado em GIS – Correlacionando produtos e serviços a um registro de banco de dados GIS que corresponde a uma localização geográfica única – para direcionar geograficamente a publicidade pela Internet (Mecanismo de Busca baseado em GIS)

Planejamento de uso da terra

Aplicações landuse GIS

575. Viabilidade de Desenvolvimento de Modelos Urbanos – Avaliação de múltiplos cenários de uso do terreno; testar e refinar planos de transporte; produzindo planos conceituais de pequenas áreas e modelando questões regionais complexas com a Envision Tomorrow (Envision Tomorrow)
576. Modelo de Identificação de Conflitos (LUCIS) de uso da terra – Tomando decisões inteligentes de uso da terra com uma estratégia de identificação de conflitos de uso de terra de construção de modelos. (Análise inteligente de uso da terra: o modelo LUCIS)
577. Beijing Building Footprints – Mapeamento digital de crowd-sourcing de pegadas de construção de Pequim.
578. Desertos Alimentares – Acessando supermercados em áreas de baixa renda incorporando informações como calçadas, ciclovias e transporte público.
579. Áreas de Serviço – Medindo até onde paramédicos e bombeiros podem atender uma área.
580. Modelos baseados em agentes – Explorando cidades usando Modelos baseados em agentes e GIS. (Agentes GIS)
581. Mapeamento de base terrestre baseado em computação em nuvem – Trazendo o planejamento de uso do solo para a nuvem para cidades inteligentes como a cidade de Portland. (Cloud Computing)
582. OpenStreetMap – Aproveitando o poder do OpenStreetMap baixando os dados físicos gratuitamente (DOWNLOAD OSM)
583. Seleção do Aterro sanitário – Analisar e eliminar locais a uma distância tampão de populações sensíveis (idosos, escolas, hospitais, etc) e outras informações sobrepostas como águas subterrâneas, redes de transporte e água superficial.
584. TerraClip – Recorte dados como você nunca cortou antes – extraindo dados de cobertura de terra, clima e agricultura facilmente na extensão do seu país escolhido. (TerraClip)
585. Telhados Verdes – Telhados de greening em áreas metropolitanas com foco em iluminação e análise de sombras.
586. Mapas de Stamen – Orientando-se com mapas de terrenos de Stamen com sombreamento de colinas e cores naturais de vegetação.
587. Autômato Celular – Estimulando a simulação de expansão do crescimento urbano. (IDRISI Cellular Automata)
588. Fiscal Parcelar – Montagem de parcelas fiscais, zoneamento de informações com esquemas de cores em um visualizador web.
589. Viabilidade Econômica – Tomada de decisões de parcelas de terras agrícolas nobres utilizando o Processo de Hierarquia Analítica.
590. Distribuição de Água – Rastreamento de fluxo, pressão e concentrações químicas para nódulos, válvulas, tubos e tanques em um software de modelagem de distribuição de água. (EPANET)
591. Disponibilidade de Espaço Comercial – Verificação de dados de zoneamento para qualquer cidade, como disponibilidade de espaço comercial.
592. Política de Uso da Terra – Reproduzir comportamento individual com modelagem baseada em agentes para simular seus comportamentos e desfechos tendo um impacto direto da paisagem circundante. (Modelagem baseada em agentes)
593. Aquecimento da Cidade – Atendendo aos requisitos do SIG das redes municipais de aquecimento de água quente em Tatuk GIS (Tatuk GIS- City Heating)
594. Commuter Shed – Encontrando onde estão os galpões.
595. Centros de Reciclagem/Drop-offs – Alocação de centros de entrega de reciclagem com integração e quantificação de dados e atribuição de alternativas para roteamento de veículos.
596. Walkshed – Cálculo dos tempos de caminhada usando a função de caminhada do Tobbler com base na inclinação (Plugin de Tempo de Caminhada QGIS) Walkshed Web GIS
597. 3D Viewshed – Mostrando o que é visível com distância, direção e tom com áreas visíveis em áreas verdes e escondidas em vermelho. (3D Viewshed – Geomedia 3D)
598. Anaglyph 3D – Visualização de imagens 3D anaglyph com a Ferramenta Saga GIS Anaglyph.
599. Mudança de Uso da Terra – Resumindo estatísticas, gráficos e tabelas nas unidades
espaciais 600. Arrecadação de impostos – Aumento da receita tributária por meio de registros atualizados de terrenos e propriedades, novos registros de construção e dados departamentais integrados em um único sistema de informações cadastrais usando o Bentley Map.
601. COSTA COastal Adaptação ao nível do mar Ferramenta de elevação do nível do mar – Adaptação às decisões sobre mudanças climáticas (construção de muros marítimos, portaria de construção proativa, diques, mudança de zoneamento, realocação com COSTA. (COSTA – Mapper Global)
602. Modelos de Sintaxe Espacial – Obtendo uma melhor compreensão do comportamento humano e da conectividade através da representação gráfica da configuração do espaço em estruturas urbanas.
603. Philadelphia Redevelopment – Desenvolvendo cenários de planejamento urbano usando uma exibição de swipe 3D. (Philadelphia CityEngine)
604. Padrões de Desenvolvimento Futuro – Localização de crescimento futuro e avaliação de cenários como perda de terras agrícolas nobres.
605. Uso da Terra – Geração de polígonos e classificação com o algoritmo de segmentação de multi-resolução. (Trimble ECognition)
606. Restrições prediais – Proibição de construção onde a estabilidade geral de um blefe use aspecto para entender como as encostas voltadas para o sul sofrem ciclos mais extensos de congelamento/degelo.

Serviços de Correio

Aplicativos GIS de serviços de correio

607. Endereço Nacional – Entregando encomendas em um endereço específico, toda a velocidade em um único banco de dados nacional.
608. Sistema de Codificação de Áreas Naturais – Unificando as representações de coordenadas geográficas, códigos de área, endereços de rua, códigos postais, grades de mapas e identificadores de propriedades de todos os locais ou áreas do mundo.
609. Caixas de Correio compartilhadas – Espalhando caixas de correio para atender à demanda e à população existente com algoritmos como alocação de localização.
610. Amazon Mail Delivery Drone – Encomendas de transporte em grande estilo usando a tecnologia drone.
611. Entrega sem endereço – Geração de endereços para empresas e pessoas sem uma usando um sistema de rede global de 3×3 metros.
612. Mapas do CEP – Emendando a nação com cep/cep postal geolocal localizados e mapeando-os.
613. Eficiência diária de roteamento – Equilibrando rotas postais com base no tempo e otimização de rotas, número de rotas ou volume com paradas sequenciadas. (ArcGIS RouteSmart)
614. FedEx Package Tracking – Atender cronogramas e gerenciar rotas para tipos especiais de entregas.

Mídia

Aplicativos DE GIS de mídia

615. Direcionamento de Publicidade – Direcionamento de anúncios para demografia-alvo usando dados censitários e localização correta.
616. Histórias Comunicando – Contação de histórias em eventos de notícias com mapas como derramamentos de óleo, cenas de crime e danos climáticos.
617. Mapeamento de Mídias Sociais – Monitoramento das mídias sociais por localização.
618. Mapas de Filmes – Criando cidades 3D ultrarrealistas para grandes filmes de bilheteria. (Esri Vai para Hollywood)
619. Bigfoot Field Researchers Network – Encontrando o Pé Grande em um banco de dados de avistamentos espaciais. (Pesquisa do Pé Grande)

Município/Urbano

Aplicações do IGS Urbano do Município

620. Buracos – Reportar buracos ou detectá-los automaticamente com LiDAR para gerenciamento de infraestrutura.
621. Gestão de Ativos – Reportar defeitos de infraestrutura com fotos e geolocalizações. (Aplicativo de repórter da Cidade de Portland PDX)
622. Cidades Inteligentes – Integrando visões de desenvolvimento urbano com SIG, como planejamento urbano inteligente, utilitários inteligentes, transporte inteligente, obras públicas inteligentes e engajamento do cidadão.
623. Londres em Mapas – Mapeando a vida em Londres, Inglaterra como nunca antes com 100 mapas e gráficos. r
624. 3D Printing Oslo – Impressão de modelos 3D da Cidade de Oslo com elaboração de dados na FME. (Impressão 3D de Oslo)
625. Quebras principais da água – Saber exatamente onde estão localizadas as linhas de água e as válvulas de desligamento, antes do trabalho.
626. Lightscape – Iluminando pontes escolhendo os detalhes iluminados e áreas obscurecidas.
627. Cortes de meio-fio – Encontrar cortes de meio-fio que dão acesso a pessoas com deficiência
628. Polos utilitários – Estoque de postes utilitários com atributos importantes como sobrecarga/subsolo, número de linhas e data de construção.
629. Coleta de Lixo – Definindo áreas de coleta de lixo, encontrando rodadas de serviço adequadas quando dada a estação de lixo ou transferência. (Coleta de Resíduos – uDig)
630. Hidrantes de Incêndio – Localização de hidrantes em um município marcando sua condição geral, data para lubrificar as tampas e exercitar a válvula.
631. Infraestrutura de dados espaciais – Conectar vários usuários em departamentos separados para gerenciar dados, metadados, usuários e ferramentas.
632. Controle de Insetos – Pulverização de pesticidas para eliminar mosquitos e outras pragas com zonas sem pulverização e status do spray anterior.
633. Abrigos para Sem-Teto – Analisando as desigualdades urbanas e a falta de moradia para alocar abrigos para desabrigados adequadamente.
634. CityScan – Gestão de ativos urbanos (condições rodoviárias, utilitários, outdoors e inventários de sinais) com LiDAR móvel para inventário e garantia de padrões de segurança.
635. Rede de Esgotos – Projetar sistemas de esgoto e suas redes com considerações de direito de passagem e utilizando o fluxo por gravidade.
636. Avisos – Alertar os cidadãos para avisos de água fervente, tomando uma área em um mapa e conectando-se a um banco de dados central de números de telefone e alertas automatizados de mensagens.
Limpeza de Rua – Áreas geográficas de Arado de uma cidade.
638. Limites de velocidade – Definição de limites de velocidade em uma rede rodoviária com sinalização adequada.
639. Fechamento de estradas – Assessoria aos cidadãos de fechamentos de estradas visualmente em um mapa.
640. Fonte emergencial de água – Preparação do abastecimento de água de emergência quando contaminado. (Pesquisa de Artilharia – Geomídia)
641. Mapeamento de cemitérios – Implementei um sistema para mapear cemitérios utilizando UAVs de veículos aéreos não tripulados) e armazenando sepulturas em um banco de dados espacial.
642. Informações Abertas – Reduzindo a necessidade das operadoras de telefonia por ter dados exibidos em um mapa.
643. GIS participativo – Engrenagem para a tomada de decisão a partir de tecnologias de entrada cidadã e geoesportiva.
644. Terra para o Desenvolvimento – Encontrar terrenos disponíveis e não atendidos disponíveis para desenvolvimento.
645. Toponymy – Dando a cada lugar, parque, rio e característica de interesse um nome.
646. Estações de Elevação – Mova o fluxo de uma elevação mais baixa para uma elevação mais elevada para a utilidade do esgoto.
647. Poluição das águas pluviais – Medir a poluição das águas pluviais estimando o escoamento e as
fontes 648. Estabilidade sísmica de encostas – Modelagem de estabilidade de encostas usando modelos de geologia e elevação digital para entender o potencial de riscos de deslizamento de terra induzidos sismicamente.
649. Poços de Água – Desenvolvimento de restrições para poços de água como qualidade, quantidade, aquíferos estressados e contaminação para beber.
650. Arados de Neve em tempo real – Ver a grade de arados de neve em tempo real em uma rede municipal e GPS.
651. Resíduos Sólidos – Recolhendo-nos depois de nós mesmos com rotas de coleta de lixo georreferenciadas.

Mineração

Aplicações de SIG de mineração

652. Cálculo do volume subsuperficial – Cálculo de valores de profundidade para determinar o volume do material entre as superfícies ou entre uma camada subsuperficial e o nível do solo com o Mapper Global.
653. Pedreiras – Capturando volumes de remoção de preenchimento e prevendo volumes futuros extraídos para entender a vida útil das pedreiras.
654. Kriging – Utilizando abordagens estatísticas para avaliação da mineração com a técnica geoestatística de Daniel Krige.
655. Recursos Naturais – Mapeamento de recursos naturais como urânio, metais, pedras e pedras preciosas. (Mapa dos Recursos Industriais Naturais dos Estados Unidos)
656. Operações de Mineração – Acompanhar ativos de mineração no campo com SIG móvel.
657. Exploração de Carvão – Identificação de novas oportunidades e áreas para exploração de carvão, avaliando dados geológicos e estabelecendo metas de exploração. (Exploração de Carvão em SIG)
658. Reabilitação de Minas – Restaurar minas de volta ao seu estado original usando ferramentas GIS como a inundação de perfil 3D da mina porque quase todas as minas em funcionamento exigem bombas para remover água.
659. Avaliações de Riscos – Caracterização de infraestrutura, áreas de risco e zonas de desastre, planejamento e implementação de medidas de redução de riscos para auxiliar os planejadores na seleção de medidas de mitigação e preparação de emergência.
660. Imagens Hiperespectrais – Descobrindo novos minerais dos 4000 tipos de composições existentes utilizando dados aéreos e de satélite. (AVIRIS e AISA Hiperespectral)
661. Títulos Minerais – Administração de títulos de mineração para exploração e aquisição disponíveis no web map.
662. Diamantes – Procurando diamantes em Nairóbi em depósitos de diamantes fluviais.
663. Acid Runoff – Controle do escoamento de resíduos ácidos das minas capturando topografia de terreno, idade da mina e proximidade do córrego.

Náutico

Aplicações Náuticas gis

664. Pesquisa de Âncora – Busca de uma âncora perdida em área restrita com cabos elétricos e gasodutos utilizando sonar e batimetria. (Pesquisa de Âncora – Surfista de Software Dourado)
665. Mapa do Mar Aberto – Navegando pela grande estrada aquática azul com Mapa do Mar Aberto.
666. Cristóvão Colombo – Traçando os passos de Cristóvão Colombo em suas viagens e descoberta da América.
667. Rotas de envio – Costurando rotas de envio usando os Sistemas de Identificação Automática baseados em satélite.
668. Águas Internacionais – Alinhando as fronteiras das águas internacionais em um sistema georreferenciado.
669. Rotas Submarinas – Roteamento de vinte mil léguas sob o mar para rotas submarinas usando modelagem 3D.
670. Tráfego Marítimo Ao Vivo – Transformando seu computador em uma estação de monitoramento de tráfego marítimo, dando perspectiva de navios próximos no oceano. (Tráfego Marítimo Ao Vivo)
671. Trajetórias e Magnitude – Utilizando vetores (você e V) para retratar a velocidade e a direção do vento náutico.
672. Global Trading Ports – Boias de escalada como se você estivesse em gigantes portos de comércio marítimo – as artérias de nossa economia global.
673. Gráficos Náuticos – Plotando mosaico sem emendas, sem colarinho e dinâmico de cerca de 2.100 gráficos náuticos rasteres da NOAA em escalas variadas. (Telespectador gráficos náuticos da NOAA)

Oceano/Marinha

Aplicações ocean GIS

674. Oceano Pacífico – Abrindo o Google Earth e percebendo como o Oceano Pacífico cobre um lado da Terra em uma visão global.
675. Gramíneas Subaquáticas – Mergulhando no oceano com imagens de satélite e delineando suas extensões.
676. Riscos costeiros – Minimizando a perda ao identificar potenciais perigos como flores de algas, eutrofização e tsunamis (Perigos Costeiros)
677. Planejamento de Uso do Oceano – Delineando oceanos sustentáveis através de um planejamento cuidadoso da atividade oceânica, como produção de energia, pesca e transporte marítimo. (Planejamento de usos do oceano – Cindy Fowler)
678. Poluição marinha – Apontando a fonte de poluentes marinhos, como resíduos industriais, agrícolas e residenciais.
679. Algas Blooms – O monitoramento de algas floresce através de múltiplas imagens ao longo do tempo.
680. Redução de ondas – Redução da energia das ondas, mapeando e construindo recifes de corais e outros habitats costeiros como uma solução baseada na natureza.
681. Deepsea Dawn Wright – Entendendo a relação e os padrões de como os oceanos afetam a terra seca e muito mais. (Ocean Solutions, Earth Solutions)
682. Marine Tools Plugin – Geoprocessamento com dados marinhos para melhor compreender os problemas de pesquisa, conservação e planejamento espacial.
683. Whale Tracker – Estudando os padrões de movimento e migração das baleias ao redor das Ilhas Havaianas. (Rastreador de Baleias)
684. Underwater Street View – Subconsubsificando como se estivesse debaixo d’água na vista subaquática do Google Earth.
685. Projeto de Construção – Desenvolvimento e projeto de um projeto de construção em Granada.
686. Bathymetria – Explorando a batimetria oceânica em uma perspectiva global 3D exagerada. (Banho de Oceano)
687. Elevação do nível do mar – Identificação de áreas de risco à medida que o nível do mar aumenta gradualmente das mudanças climáticas. (National Geographic)
688. Aquicultura – A agricultura de peixes de forma sustentável, entendendo onde estão localizadas as pescas interiores. (GISFish)
689. Gestão Costeira – Adaptando-se às mudanças climáticas através de uma melhor defesa de inundação e erosão.
690. Conservação de Recifes de Corais – Entendendo o estado atual dos recifes de corais através do mapeamento para entender melhor a deterioração futura.
691. Orçamentos energéticos – Simulando os orçamentos energéticos da Terra para mudanças antropogênicas e naturais com anomalias da temperatura da superfície e pressão do nível do mar.
692. Padrão de Classificação Ecológica Costeira e Marinha (CMECS) – Combinação de colunas de água, geoformes, substratos e componentes bióticos que são utilizados coletivamente para definir ecossistemas marinhos. (CMECS)
693. Wave Heights – Replicando ondas oceânicas por fatoração de tamanho, choppiness e vento. (Wave Heights)
694. Mar dos Animais – Rastreamento de tartarugas, focas, botos e tartarugas em webmaps animados pelo tempo. (CartoDB Mar dos Animais)
695. Planos Bioregionais Marinhos – Protegendo os recursos marinhos dividindo as costas da Austrália em quatro peças geográficas.
696. Gráfico Batimétrico Geral dos Oceanos (GEBCO) – Traçando caminhos de elevação ao longo do oceano com GEBCO. (GEBCO)
697. Salinidade Oceânica – Medindo a salinidade da superfície do mar do espaço com Aquário. (Salinidade Oceânica)
698. Santuários Marinhos Nacionais – Designando 12 áreas do ambiente marinho como significado especial para entender melhor os ecossistemas marinhos e suas relações espaciais, temporais e funcionais entre criaturas, ambientes e perturbações humanas. (Santuários Marinhos Nacionais)
699. Ocean Tourism – Tire suas toalhas e deixe um pouco de sol com mapas turísticos do oceano.
700. Fractais litorâneos – Modelagem de formas naturais complexas ao longo das propriedades fractais do litoral (padrão recorrente irregular).

Petróleo/Gás

Aplicações gis de gás de petróleo

701. Perfuração direcional – Profundidade de registro, inclinação e azimute (dependente do norte verdadeiro e magnético) para perfuração direcional.
702. Licenças Ativas – Explorando poços ativos, de operações e de exploração em todos os locais em um mapa.
703. Exploração de Petróleo – Planejamento e exploração de operações de perfuração utilizando 3D GIS para analisar os dados e inspecionar visualmente os resultados.
704. Produção Offshore – Mapeamento da atividade petrolífera offshore, incluindo oleodutos, descobertas significativas de petróleo e gás e zonas restritas.
705. Ruptura do gasoduto – Respondendo às rupturas dos gasodutos para entender melhor as zonas de cerco e impacto, como parcelas privadas e áreas críticas de fumaça.
706. Pesquisa de Petróleo – Ampliando a busca por recursos e se estendendo além dos elementos centrais (Oil Search – Boundless)
707. Seleção de rotas de pipeline – Otimizando a seleção de rotas, adotando uma abordagem heurística e várias camadas, como o ambiente, os riscos geo-hazardes e a engenharia.
708. Referência geomagnética – Utilizando o campo magnético da Terra obtido pelo USGS para perfurar com mais precisão a direção e a posição. (Referência geomagnética)
709. Reservas de Petróleo – Medir a quantidade de sombra que está sendo lançada dos tanques de óleo de um telhado flutuante usando geometria e imagens de alta resolução espacial.
710. Impactos Ambientais Submarinos – Avaliar os potenciais impactos do ambiente submarino à medida que a atividade de petróleo e gás aumenta.
711. Mapa das Reservas de Petróleo – Estabelecendo os 20 principais países produtores de petróleo, com reservas em bilhões de barris de petróleo. (Múltiplo)
712. Avaliação de Impacto Ambiental – Aferição de múltiplas camadas, incluindo infraestrutura existente, travessias de rios, solos e vegetação, águas subterrâneas e elevação/inclinação para determinar o impacto do gasoduto.
713. gvSIG Viewport – Panning ao longo de um corredor de gasoduto linear em 3D com uma visão geral para saber a localização em consulta pública.
714. Infraestrutura de gasodutos – Levantamento de pegadas e inventário de infraestruturas de gasodutos como estações de bomba, terminais de tanques e dutos.
715. Síntese Deposicional da Bacia do Golfo – Fornecer contexto para exploração no Golfo do México e reduzir as empresas globais de petróleo e gás de risco, entendendo o histórico deposicional da perfuração.

Parques

Aplicações de PARQUES GIS

716. Planejamento de Trilhas – Valorização das células para pavimentar um caminho que acumule o menor ‘custo’ de uma fonte para um destino.
717. Rastreamento gps – Aplicando tecnologias de rastreamento em humanos para entender como seus movimentos afetam os ecossistemas nos parques nacionais.
718. Fuzzy Logic – Identificação de locais adequados para a construção de parques com especialistas relevantes para determinar significância e ponderação de critérios.
719. Biodiversidade – Gestão da biodiversidade em parques com smartphones.
720. Mapa do Ruído – Mapeando os níveis de som nos parques para mostrar como os visitantes e a vida selvagem interagem entre si e os recursos do parque.

Política/Governo

Políticas Governo Aplicações GIS

721. Redistritamento – Incentivo ao envolvimento do cidadão por meio de aplicativos baseados na Web para o processo de redistritamento (Redistritamento QGIS Plugin)
722. Padrões de votação – Revendo como os distritos eleitorais votaram nas urnas.
723. Bósnia-Herzegovina – Dividindo um caminho para a paz da antiga Iugoslávia no fundo do vale usando dados de terreno para apoiar a negociação diplomática. (Revolução Geoespacial Episódio 3)
724. Administração da Terra – Apoiando a tomada de decisões nativas americanas através da implementação do SIG. (Livro tribal GIS – Joseph Kerski)
725. Gerrymandering – Manipulação das fronteiras geográficas de um eleitorado para favorecer um partido.
726. Dados Abertos – Abertura de dados governamentais (pagadores de impostos) por meio de portais de dados abertos geoespacial e estratégias de compartilhamento de dados.
727. Habilitação de Governos – Economizando dinheiro investindo em um sistema baseado em SIG para tomada de decisões.
728. Tecido de Encomendas – Edição de zoneamento, áreas de disseminação e limites de designação de terras.
729. Áreas Separatistas/Disputadas – Delineando áreas de disputa de fronteira internacional e marítima da Caxemira ao Triângulo Demi, do Norte de Chipre ao Saara Ocidental (Dados naturais da Terra)
730. Sonegadores fiscais – Captura de sonegadores fiscais reconhecendo áreas de riqueza, como piscinas.
731. Dissolving Political Boundaries – Agrupando países separados em um como a Alemanha Ocidental e Oriental, bem como o Vietnã do Norte e do Sul.
732. Comissão Mista Internacional – Resolução de problemas internacionais de bacia hidrográfica por meio da colaboração internacional. (Bacias Hidrográficas Transfronteiriças)
733. National Geospatial Data Asset Management – Gestão de dados geoespaciais como um ativo de capital para compartilhamento efetivo, colaboração para apoiar a tomada de decisões eficientes e eficazes. (Plano Nacional de Gestão de Ativos de Dados Geoespaciais da FGDC)
734. Segurança nas fronteiras – Aumento da segurança nas fronteiras internacionais muitas vezes se estendendo milhas.

Imóveis

Aplicações de GIS imobiliários

735. Pesquisa da zona tampão – Tamponar uma área de pesquisa para uma consulta durante a caça da casa.
736. Análise de Mercado – Expandir os negócios através do perfil do cliente, estimar o potencial de vendas e encontrar lotes disponíveis.
737. Avaliação Domiciliar – Obtendo um panorama geral para entender o valor da casa, incluindo proximidade com escolas ou vista panorâmica.
738. Dimensionamento de parcelas – Análise de uma forma de parcela de propriedade para determinar a área e as dimensões de cada parcela identificada.
739. Viewshed – Prospectar imagens de visualizações através de pontos de observação remotamente ao definir os preços dos imóveis.
740. Avaliações de Propriedades – Apoio a avaliações precisas
de propriedade 741. Hipotecas – Escopo dos efeitos das recessões nos mercados imobiliários, mapeando as hipotecas por bairro.
742. Imobiliária Geocódida – Busca de imóveis geocódidos na Alemanha através de um JSON e R.
743. Habitação com Hipotecas – Mapeando casas ocupadas que tenham hipoteca ou empréstimo. (Habitação com Hipotecas)
744. Restaurante Wendy ‘ – Prospecção de locais ideais para restaurantes wendy’s.
745. Domino’s Pizza – Agilizando o planejamento dos territórios de franquias domino.
746. Seleção do Site de Varejo – Inspecionando o uso do espaço para o espaço comercial disponível.
747. Análise Relativa do Imóvel – Comparando o valor por metro quadrado em forma de mapa para ver quanto é o preço para propriedades similares no bloco. (Comparação imobiliária)
748. Ruído do Parque Eólico – Avaliação da população e do número de edifícios afetados afetados pelo barulho de um parque eólico.
749. High Rise Valuation – Caracterizando imóveis comerciais por sua idade única, tamanho, localização e proximidade para garantir que os valores dos imóveis sejam consistentes entre o valor avaliado e o preço de venda com visualização 3D geomedia.
750. Construção – Considerando encostas para construção e habitabilidade como 15 graus ou menos são consideradas construíveis.
751. Home Sharing – Escopo de casas e arredores compartilhados.
752. Métricas Imobiliárias – Escolher a casa certa para comprar ou construir com base na distância para escolas, parques, paradas de trânsito e outras métricas geoespaciais.
753. Google Cardboard – Visitar propriedades na experiência de realidade virtual do Google Cardboard.
754. Caminhabilidade – Entendendo fatores de saúde como transporte ativo, ciclovias e trilhas a pé em um bairro.

Reportagem/Notícias

Relatórios de aplicativos GIS

755. Furacão Andrew – Comparando geograficamente quais casas se saíram melhor da destruição do furacão Andrew por causa das mudanças no código de construção da peça de Steve Doig que lhe rendeu um Prêmio Pulitzer.
756. Coreia do Norte – Mapeando até que ponto os projéteis de mísseis da Coreia do Norte ameaçam outras nações – antes um tampão – agora corrigidas. (Extensão de mísseis da Coreia do Norte)
757. GeoJornalismo – Auxiliar os jornalistas mergulham em um mundo de visualização de dados utilizando dados geográficos.
758. Tweets geotagged – Espalhando a palavra para fazer manchetes mundiais do Missouri local e, eventualmente, de todo o mundo. (Tweets geotramados cartoDB)
759. Mapeando conflito – Colocando qualquer crise, destruição ou ataque terrorista no mapa.
760. Google News Lab – Storytelling em todo o mundo com o Google Maps e Fusion Tables (Google News Lab)
761. Super GIS – Estimando o número de manifestantes em um comício em Hong Kong, obtendo a densidade média da multidão e estimando o número de manifestantes através da interpretação de fotos aéreas. (Estimativa do Manifestante – Super GIS)
762. Acidentes Rodoviários – Informando a localização de acidentes rodoviários no mapa
763. Pesquisa demográfica – Aprofundando-se em informações censitárias para uma profunda reportagem de
pesquisa 764. Contagem das cédulas – Retratando a Distribuição espacial de estados, distritos e partidos que venceram uma eleição
de 765. The Financial Times – Utilizando ferramentas como Mapbox para criar mapas básicos elegantes com todos os detalhes certos.

Sociedade

Aplicações gis da sociedade

766. Mapeamento Temático – Mapeamento temático da pobreza com intervalos iguais, quânticos, rupturas naturais e esquemas únicos. (“Making Maps Third Edition by John Krygier”)
767. Centro de Dados Socioeconômicos e Aplicações (SEDAC) – O atendimento de dados socioeconômicos e científicos da Terra como porta de informação entre a Terra e as ciências sociais se concentra nas interações humanas no meio ambiente. (SEDAC)
768. Línguas Mundiais – Mapeando as línguas do mundo através de mídias sociais e plataformas de microblogs. (Línguas mundiais)
769. Pobreza – Dimensionamento da pobreza com os indicadores socioeconômicos da FAO GeoNetwork. (FAO GeoNetwork)
770. Zonas de Caça – Traçando zonas de caça para culturas ao redor do mundo.
771. Engajamento do Cidadão – Capacitar populações que têm pouca voz na arena pública para mudar o envolvimento geográfico e a conscientização em nível local. (Ushahidi Public Participation Geographic Information Systems (PPGIS))
772. Necessidades de Serviços – Alocação das necessidades adequadas e inclusão de populações marginalizadas.
773. Censo – Utilizando dados decennial TIGER para apoiar e melhorar estudos demográficos e econômicos selecionados.
774. Religiões Mundiais – Mapeando os detalhes intrincados das religiões internacionalmente.
775. ESPAÇO-tempo GIS – Comparando a prática científica nos EUA e na China (Space-Time GIS – Michael F. Goodchild)
776. Centro de População – Centrado na deriva populacional observando sua mudança no mapeamento dassimétrico. (Deriva populacional – Joseph Kerski)
777. Earthworks – Download de dados de Stanford, incluindo fornecimento de mão-de-obra, relação sexual e dados da sociedade. (Terraplenagem)
778. Desigualdade de Gênero – Mostrando a história de como as mulheres estão trabalhando no campo do SIG.
779. Demografia – Projetando populações em todo o mundo com um mapa estilo de densidade de pontos.
780. Simbologia do Gráfico – Aproveitando gráficos de tortas, gráficos de linha e gráficos de barras para exibir dados socioeconômicos por área.
781. Povos Indígenas – Registro do uso tradicional da terra dos povos indígenas.
782. Disponibilidade de Transporte Público – Revisão da disponibilidade do transporte público nas sociedades.
783. Desagregação populacional – Estimativa da população por construção por meio da desagregação dos blocos censitários
784. Decadência de distância – Observando a decadência da distância entre locais de grupos étnicos, quanto mais distantes eles estiverem, menor a probabilidade é que eles interajam muito.
785. Campos de Refugiados – Capturando os padrões de movimento dos refugiados através do tempo. (Padrões de Refugiados)
786. Conhecimentos Tradicionais – Preservação de crenças culturais e sua localização associada em um banco de dados espacial.
787. Segmentação de Tapeçaria – Dividindo as áreas residenciais dos EUA em 67 segmentos distintos com base em sua composição socioeconômica e demográfica — classifica ainda mais os segmentos em LifeMode e Urbanização Groups. (Segmentação tapeçaria)
788. Resgate de Migrantes – Melhorando as operações humanas e resgatando migrantes através da implantação de estações de água de emergência em rotas conhecidas por serem usadas por migrantes que vêm para o norte através do nosso deserto. (Resgate de Migrantes)
789. Mapas prisma – Desenho de cada objeto de limite como um prisma elevado, onde a altura do prisma é relativa ao valor dos dados associados. (Golden Software Map Viewer)
790. Tomada de Decisão em Grupo – Mediando interesses e obtendo preocupações valorizadas na comunidade e na sociedade através do PGIS.
791. Tribo Maori – Gravação, organização e disponibilização de informações dos valores tradicionais dos anciãos maori. (Anciãos da Tribo Maori)
792. Mobilidade Humana – Medição da mobilidade humana utilizando registros de telefones celulares aprimorados com dados gis.
793. Graffiti – Estudando conjuntos de pichações com outros fatores, como a proximidade com construções da cidade, como guardas de trânsito, caixas telefônicas e caixas de eletricidade.
794. Storytelling with Maps – Aproveitando o poder dos mapas da história, como a compreensão da diferença entre o salário mínimo e os que ganham de alta renda. (Ganho de Renda em Mapas)
795. Analfabetismo em Mianmar – Construir alfabetização em Mianmar e avaliar programas de alfabetização em uma base de dados do SIG com indicadores como fundos orçados, níveis de abandono e treinamento disponível.
796. Estudos de Gênero – Explorando como a infraestrutura de transporte apoia o acesso à mobilidade a serviços básicos vitais para alcançar a redução da pobreza, a igualdade de gênero e os objetivos de desenvolvimento sustentável em Gana.
797. Abuso infantil – Alocação de serviços familiares para locais onde o abuso infantil é mais prevalente.

Soils

Aplicações gis de solos

798. Tipos de Solo – Modelando tipos de solo através do modelo de Jenny envolvendo clima, organismos, topografia, material e tempo.
799. Soil Grid – Ajudando a agricultura a tomar decisões com a propriedade de solo em escala de 1km da ISRIC e mapas de classe do mundo. (SoilsGrid)
800. Classificação de Textura – Desenterrar a sujeira na textura do solo através da classificação
de textura do solo usda 801. Umidade do solo – Estimando a umidade do solo do espaço com os satélites
SMAP e SMOS 802. Base de Dados Geográficos de Pesquisa do Solo (SSURGO) – Fazendo sentido os parâmetros do solo como a condutividade nos Estados Unidos. (Banco de dados do USDA SSURGO)
803. Capacidade de retenção de água – Determinando a capacidade de retenção de água para diferentes tipos de solos e características topográficas.
804. Estratégia de Redução da Erosão – Identificação de pontos quentes de erosão através de características de topografia, solo e uso da terra. (Controle de erosão e sedimentos)
805. Parâmetros de inclinação – Desenvolvimento de perfis de inclinação, como cônvexo e côncavo usando gráficos de perfil 3D.
806. Equação da perda do solo – Medir a perda média anual do solo causada pelas chuvas e pelo fluxo terrestre associado, conforme definido pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.
807. Concentração de chumbo em solos – Coleta de amostras de solo e mapeamento da paisagem geoquímica de chumbo. (Mapeamento de concentrações de chumbo)
808. Fator LS – Cálculo do fator comprimento da inclinação (LS) como parte da Equação Universal de Perda de Solo (USLE) com base na inclinação e área de captação específica.
809. Ângulo de Repouso – Computação do ângulo mais íngreme (dependendo do material) de uma superfície na qual material solto como o solo permanecerá no lugar em vez de deslizar ou desmoronar.
810. Salinidade – Inspecionando a salinidade com levantamentos eletromagnéticos para encontrar a condutividade elétrica nos solos e interpolando os resultados para encontrar desconhecidos.
811. Picos e Cumes – Detectar picos e cumes em uma paisagem para ajudar a modelar a salinidade com elevação, como áreas de depressão, tem uma salinidade maior. (Landserf)
812. Erosão da vegetação – Encontrar os tipos dominantes de vegetação dependentes do aspecto e melhorar a modelagem da erosão usando aspecto e vegetação para ver como as encostas irão corroer ao longo do tempo, juntamente com a precipitação, temperatura e períodos de crescimento.
813. Ferramentas de Estereoscopia – Criação de pares estéreo a partir de duas fotografias aéreas com anaglyph e modo virtual-z. (Purview)
814. Índice de Solo de Diferença Normalizada (NDSI) – Aferição do conteúdo da água do solo do espaço usando infravermelho de ondas curtas, comprimento de onda infravermelho próximo e NDSI.

Esportes/Recreação

Aplicações de GIS de recreação esportiva

815. Mapa de Calor strava – Aquecendo a estrada com mais de 375 bilhões de pontos de dados mostrando exatamente quais rotas outros ciclistas estão tomando. (Rotas de Bicicleta Strava)
816. Fitbit – Conectando seu Fitbit para mapear suas corridas.
817. Tennis Analytics – Dominando seu oponente de tênis com análises espaciais aprofundadas. (Análise de Tênis)
818. Ski Hill – Criando cruéis corridas de esqui de diamante preto triplo usando um caminho mais íngreme.
819. Trilha de Caminhada – Incorporando fatores no desenvolvimento de trilhas como encostas suaves para um caminho acumulado de menor custo.
820. Viagem Ideal – Planejando uma viagem do século pelos Estados Unidos usando a rota mais curta para todos os principais pontos turísticos.
821. Golf Course Water Systems – Planejamento do sistema de água subterrânea e sistema de irrigação de um campo de golfe em 3D.
822. Montanha russa – Criando um fly-through realista a partir de caminhos interpolados usando capacidade de animação 3D no ArcGIS Pro. (Animação montanha-russa)
823. Heli-ski – Avaliando os impactos do heli-ski no comportamento animal da montanha usando rastreadores GPS e áreas de esqui frequentes.
824. Segurança do Estádio – Obtendo o panorama geral, dando à polícia e aos socorristas que rastreiem as atividades em uma plataforma geoespacial baseada na web.
825. Montanhismo – Subindo encostas íngremes no Google Street View.
826. Surf Breaks – Dimensionando as alturas das ondas dos altímetros de radar de satélite em órbita. (Projeto GlobWave)
827. Rotação da Maratona – Planejando o percurso de uma maratona usando mapas de elevação e base.
828. Mapas de Esqui 3D – Percorrendo uma montanha virtualmente em passeios virtuais 3D realistas. (Mapas de esqui 3D em Software Dourado)
829. Estádios de Futebol – Transforme mapas em viagens em linha reta com o transformador ShortestPathFinder da FME. (Jornadas dos Estádios de Futebol)
830. Google Earth Elevation Transect – Puxando encostas íngremes usando a ferramenta de transect de elevação no Google Earth para qualquer rota de ciclismo e corrida.
831. Geocaching – Caçando tesouros e até mesmo levantamento de monumentos através da geocaching.
832. Swisstopo – Esculpindo belos mapas de topografia em 3D. (SwissTopo)
833. Mapas de Pesca – Criação de mapas batimétricos 3D em tempo real com Sonar (Navionics)
834. Ride Sharing – Proporcionando compartilhamento ideal e dinâmico de passeios em áreas urbanas.
835. Mapbox Outdoors – Alimentando suas aplicações fitness e ao ar livre com mapas de terreno que destacam milhares de trilhas de bicicleta, caminhadas e corridas, bem como subidas através de linhas de topografia.
836. Estádios Esportivos – Visualização de geometrias complexas como estádios esportivos em 3D. (Vizitown QGIS 3D Plugin)

Levantamento/Geodésia

Levantamento de aplicações de GIS Geodesy

837. Calculadora de coordenadas – Conversão da ferramenta de conversão coordenada escolhida para SIG. (Calculadora de Geografia – Mapper Global)
838. Projeto do cabo de fibra óptica – Extraindo pontos de terra LiDAR para auxiliar no projeto de cabos de fibra óptica nas travessias de água.
839. Círculos Tissot – Caracterizando distorção das projeções do mapa (Indicatrix Mapper QGIS Plugin)
840. Sistemas de Posicionamento Global – Localizando a posição de qualquer coisa e em qualquer lugar da Terra.
841. Pesquisa de Artilharia – Elaborando mapas como um dos maiores produtores de mapas do mundo. (Pesquisa de Artilharia)
842. Saliente do Equador – Medindo a protuberância da Terra no equador
843. Rolamentos – Importação de rolamentos e distâncias de uma pesquisa para mapeamento de encomendas e transcrição em um mapa.
844. Triangulação – Utilizando a trigonometria para medir os ângulos em um triângulo formado por três pontos
de controle de pesquisa 845. Missão Topográfica de Radar shuttle (SRTM) – Obtendo um modelo global de elevação digital do inSAR. (SRTM)
846. Ajuste Nacional Geodésico – Ajustando posições de datum com o Ajuste Nacional Geodésico.

Telecomunicações

Aplicações GIS de telecomunicações

847. Propagação radio-onda – Estimando a propagação de ondas de rádio para rede com reflexões complexas e difração e linha de visão.
848. Localização de Torres de Células – Localização de colocações de torres de células em áreas urbanas usando estruturas de edifícios 3D.
849. Gestão de Rede – Gerenciamento de uma rede de cabos e torres de telecomunicações em um conjunto de dados de rede.
850. Zonas de Fresnel – Encontrar a região do espaço entre transmissor sem fio e receptor onde obstruções causam interferência no sinal.
851. Otimização da altura da antena – Otimização da altura da antena usando modelagem GIS 3D.
852. Sistemas de Suporte de Operações (OSS) – Garantir que a rede funcione corretamente, incluindo paralisações, faturamento e testes por meio de serviços compartilhados do SIG.
853. Cabo submarino – Esboçando cabos submarinos que se estendem pelos oceanos. (Mapa do cabo submarino)
854. Interpolação de sinal de rede – Agrupamento geograficamente alto e baixo sinais de rede e interpolação de resultados em mapas
de sinal celular 855. Análise de Cobertura Celular – Maximização da cobertura celular usando a altura da torre usando análise de interferência, incluindo vista e linha de visão.
856. Gerenciamento de Frequência – Regulação do espectro de rádio para avaliar interações de frequência ao aprovar aplicativos usando dados de uso, meio ambiente e construção. (Regulação do Espectro)
857. Cabo de Fibra Óptica – Planejamento de infraestrutura de cabos de fibra óptica através de visualizações de rede mostrando capacidade, equipamentos e demografia do cliente.
858. Segmentação de Mercado – Segmentar clientes geograficamente e prever a demanda por serviços onde o crescimento provavelmente ocorrerá.
859. Operações – Investigar interrupções no serviço e gerenciar trabalhos de reparo e manutenção com o modelo de infraestrutura Autodesk Topobase. (LIWEST e AutoCAD 3D)
860. Expansão de sinal – Planejamento de expansão por entender melhor os pontos fortes do sinal em edifícios tridimensionais – ou mapear seu sinal Wi-Fi doméstico em 2D.

Turismo

Aplicações de TURISMO GIS

861. Personality Atlas – Atribuindo estereótipos de personalidade a países ao redor do mundo com base em um tamanho amostral das perspectivas da população global.
862. Mapa turístico – Traçando pontos turísticos em mapas turísticos.
863. Nascer e Pôr do Sol – Encontrar o nascer e o pôr do sol perfeitos durante qualquer local. (SunCalc)
864. Mapa do Metrô – Simplificando mapas para o leitor entender melhor, como as linhas de um mapa do metrô em cores de alto contraste.
865. Referenciamento linear – Utilizando referências lineares ao longo das margens para rastrear volumes de detritos orgânicos.
866. Faixas off-beat – Encontrar a faixa off-beat para mochileiros e marcar sua posição com 3 palavras. (Localização da faixa off-beat – What3Words)
867. Viagem Segura – Aconselhando viajantes onde a localização insegura está em um mapa.
868. Dólares do Turismo – Acompanhamento das exportações de bens e serviços adquiridos utilizando linhas de desejo.
869. Planejamento Turístico Sustentável – Identificar interesses conflitantes do turismo e resolver problemas examinando locais adequados para desenvolvimentos propostos.
870. Pesquisa de Hotéis – Procurando geograficamente por hotéis cinco estrelas usando um raio de círculo.
871. Bloqueio de horizonte – Calculando a linha de bloqueio do horizonte em todas as direções a partir de um determinado ponto de observação com o Bloqueio de Horizonte do GVSIG.
872. Detecção do Modo viagem – Detectando o modo de viagem (a pé, carro, ônibus, metrô e trem) a partir de uma rede de transporte multimodal usando SIG e GPS em Nova York.
873. Finding Islands – Usando satélite para encontrar ilhas desabitadas ao redor do mundo – Landsat encontrou a Ilha Landsat perto da costa do Canadá.
874. Fusos horários – Representando fusos horários em todo o mundo.
875. Seleção de Sites de Ecoturismo – Aferição de impactos ambientais para locais de ecoturismo sustentáveis.
876. Viagem Virtual – Veja seu destino antes de estar fisicamente lá. (Google Earth Street View)
877. Geo-tagging – Descubra lugares com 360 visualizações panorâmicas de câmera. (Mapilário)
878. Planejamento Rodoviário – Construção de mirantes com múltiplas camadas como ecologia, topografia e características culturais para uma rodovia visual tridimensional.
879. Ártico Virtual – Explorando o Ártico no Google Street View sem sair da cadeira.
880. 3D Cena Sintética – Sobrepondo cenas sintéticas sobre a cena real. (Múltiplo)
881. Viagens da Vida – Viajantes que acompanham em suas viagens de vida em forma de mapa. (Onde no mundo está Andrew?)
882. Yellowstone – Juntando todas as peças em um banco de dados GIS no Parque Nacional de Yellowstone, incluindo seu passado geológico, recarga de gêiseres e atividade sísmica.
883. Planejamento de Viagem – Aventurando-se para sua próxima viagem com pit stops e offbeat usando sites sugeridos.
884. Pontos de Observação – Cálculo da visibilidade através de vários pontos de observação.
885. Historic Street View – Viagem no tempo no passado para ver o quanto um local mudou ao longo do tempo com vista histórica para a rua.

Transmissão

Aplicações GIS de transmissão

886. Analista de Corredores – Identificação de possíveis corredores e rotas de transmissão preferidas utilizando engenharia, ambiente e algoritmos combinados de roteamento.
887. Monitoramento de linhas de transmissão – Monitoramento de torres de transmissão aérea com dados de satélite ativos e passivos.
888. Viewshed – Entendendo os impactos de como uma linha de transmissão ficaria usando viewsheds.
889. Direito de passagem – Tamponamento proposto linhas de transmissão que serão áreas liberadas para a linha de transmissão.
890. Design da linha de transmissão – Considerando inclinação, solos e uso da terra para fatoração no design da linha de transmissão.
891. Invasão de árvores – Redução do risco de queda de árvores com LiDAR em busca de árvores mortas e moribundas perto de linhas de utilidade.
892. Consulta Pública – Visualização da linha de transmissão com torres durante o público utilizando ambientes 2D e 3D.
893. Visão de linha – Sincronizando a visualização 2D em ambientes 3D com viewports. (plugin 3D gvSIG)
Geometria 3D 894 . – Esboçando torres de transmissão 3D personalizadas e linhas para importação para ArcScene. (Google SketchUp e COLLADA)
895. Perfil de linha – Utilizando perfis de inclinação para gerar perfis de terreno com SIG de múltiplos.
896. Monitoramento Ambiental – Referenciando locais ambientalmente sensíveis ao longo de um sistema de transmissão linear.
897. Automação de mapas – Geração de mapas automaticamente a partir de telhas ao longo de um corredor de transmissão com páginas orientadas a dados ArcGIS ou QGIS Atlas.

Transporte

Aplicativos DE TRANSPORTE GIS

898. Vendedor itinerante – Construindo viagens eficientes que visitam qualquer número de pontos em uma rede em nenhuma ordem específica. (Vendedor ambulante)
899. Hadoop – Aproveitando a estrutura hadoop para milhões de pontos de dados com análise espacial de big data. (Quadro Hadoop)
900. Estradas Mais Mortíferas – Identificando as estradas mais seguras e mortais do planeta com o Mapa das Estradas. Spoiler: A República Dominicana tem as estradas mais perigosas. (Mapa de morte de estradas)
901. Multimodal – Tirar carros da estrada para opções multimodal, estudando ciclovias e andabilidade.
902. Vire restrições – Adicionando restrições a u-turns em um conjunto de dados de rede. (Análise de rede TNT)
903. Demanda de estacionamento – Estimar a demanda de estacionamento e seu ajuste com capacidade de estacionamento com Python. (PARKFIT)
904. Teste A/B – Fazendo escolhas reais enviando carros para várias rotas para as entregas mais rápidas. (Teste Espacial A/B)
905. Instalação mais próxima – Resolvendo o custo de viajar entre incidentes e instalações para as quais estão mais próximas uma da outra.
906. Danos na infraestrutura – Reportar infraestrutura danificada em um sistema de mapeamento da Web do navegador.
907. Colisões de Veículos Automotores – Correlacionando colisões de veículos automotores com atributos espaciais, como limites de velocidade, guardrails e estacionamento na rua.
908. Análise de intersecção – Melhorando a segurança do cruzamento através da análise de segurança de acidentes e estradas com o Plugin de Software de Segurança MapWindow.
909. Sistema de Transporte Inteligente (ITS) – Alimentando dados de unidades GPS, câmeras de vídeo e unidades de monitoramento rodoviário para promover a eficiência e a segurança dos sistemas de transporte.
910. Caminho mais curto – Gerando a rota mais curta, mais rápida ou menos cara entre qualquer número de origens e qualquer número de destinos, com qualquer número de pontos intermediários. (Caminho mais curto)
911. Rastreamento de embarcações – A plotting automatic identification system (AIS) aponta em um mapa em tempo real.
912. Custos de Viagem em Rede – Determinando os custos de viagem de cada origem para todos os destinos
913. Road Asset Management – Utilizando dados de pesquisa terrestre mostrando ativos em uma estrada em Manifold GIS.
914. ENTREGA DE encomendas UPS – Ver todos os motoristas em tempo quase real para estudar a segurança e encontrar rotas mais curtas – economizando tempo, piso de pneus e custos.
915. Sistemas de Carros Flutuantes – Exibindo frota de táxi em uma hora.
916. Gestão Logística – Planejamento, implementação e controle do fluxo e armazenamento eficiente e eficaz de bens e serviços de um ponto de origem ao ponto de consumo.
917. Reparo de Rua – Inventário e prestação de contas de reparos nas ruas.
918. Avaliação Viária – Medindo o pavimento através de LiDAR aéreo e móvel.
919. Geração/Produção de Viagens – Estimando o número de viagens produzidas ou originárias em cada zona de uma área de estudo. (TransCAD Trip Generation and Production)
920. Ferrovias – Amarração de ferrovias juntamente com o mapa ferroviário da CartoDB – da carga aos trens de passageiros. (Ferrovias – Um Grampo para o Crescimento)
921. Áreas de Serviço – Identificação de áreas de serviço a partir de pontos fixos ao longo de uma rota de rede para mostrar cobertura de resposta para veículos de emergência.
922. OD Cost Matrix – Melhorando a coordenação entre os provedores de transporte quando dada múltiplas origens e vários destinos.
923. Paratransit – Acessando passeios através de pontos de entrada de endereços e buffering para encontrar rotas mais próximas.
924. Tráfego Mundial – Ajudar os motoristas a chegar aos destinos de forma eficiente com as condições de tráfego em todo o mundo. (Mapa Mundial do Tráfego)
925. Plano Diretor de Transportes – Planejamento de futuras rodovias e estradas, olhando para o crescimento das comunidades e da demanda de tráfego.
926. Planejamento aéreo – Navegando para um espaço aéreo mais seguro, incluindo o uso da terra nas proximidades para sistemas de iluminação de pista.
927. Roteamento de Trabalhadores – Otimizando rotas vendo sobreposição que economiza custos de combustível.
928. Vias de Trânsito – Ver o mundo apenas como via de tráfego. (Vias de Tráfego)
929. Carona – Adicionando lotes de carona analisando o número de viagens recebidas em uma cidade.
930. Rota de Ônibus – Projetando rotas de trânsito com custos e impactos demográficos. (TransMix Transit Planning)
931. Planejamento Ativo de Transporte – Alavancando o público com Sistemas de Informação Geográfica Participativo e transporte
ativo 932. Conflação – Conflating dois conjuntos de dados rodoviários com extensão OpenJump Vivid “Road Mapper” ou Ajuste Espacial em ArcGIS.
933. Ciclo de Vida em Infraestrutura – Reiterando o processo de planejamento, concepção, construção, operação e manutenção de um sistema de transporte.
934. Transporte Intermodal – Compilando dois modos diferentes de transporte (como ferroviário e caminhão) para movimentar mercadorias ou passageiros.
935. Rails-to-Trails Conservancy – Conversão de ferrovias não utilizados em caminhos multiuso pavimentados. (Trilhos-para-Trilhas)
936. Congestionamento de trânsito – Aliviando o congestionamento do tráfego, fazendo o melhor uso possível da rede de transporte existente e coletando dados para melhorar as decisões de modificação da rede.
937. Inventário de Calçadas – Armazenar dados de calçada em um banco de dados com atributos como largura, tipo de superfície e prioridade de compensação.
938. Transporte de Trânsito – Coleta de estatísticas sobre quantos passageiros transitam em um determinado bairro.
939. Inventário nacional da Ponte – Fazer um repositório de pontes em um banco de dados nacional.
940. UPS Telemática – Monitore o desempenho e a segurança dos carros de embalagem Segurança, incluindo uso do cinto de segurança, velocidade e se uma porta foi fechada ou não.
941. Poluição atmosférica do tráfego urbano – Registro da poluição e qualidade do tráfego urbano através da visualização 3D em vistas planares e não planares.
942. Análise de decisão multi-critérios – Selecionar rota de rodovia utilizando vários critérios. (Plugin QGIS de análise de decisão de vários critérios)
943. Caminhabilidade – Mapeando pontos quentes e pontos frios com capacidade de caminhada e densidade do kernel.
944. Compartilhamento de bicicletas – Otimizando locais de programas de compartilhamento de bicicletas.

Utilidades

Aplicações GIS de utilidades

945. Sistemas de Faturamento – Atualização e correção do sistema de cobrança para o custo da iluminação pública e de segurança. (Sistemas de Faturamento Espacial)
946. Gerenciamento de Rede – Visualizando teias espaciais complexas de redes de utilidades como base para gerenciar o ciclo de vida dos ativos de rede para utilitários. (GE Smallworld)
947. Reparos de Emergência – Sinalizando potenciais emergências com previsões meteorológicas, preparando apoio onde necessário e logística para a circulação de pessoas.
948. Utilitários Subterrâneos – Penetrando no solo com radar para locais precisos de serviços de gás subterrâneo, água, elétrica e telefonia.
949. Inventário de Polos – Fixação com postes de utilitário de precisão GPS.
950. Distribuição de energia – Descobrir qual linha de distribuição pode derrubar uma rede inteira.
951. Invasão de Vegetação – Sobreposição de dados lidar com transmissão para ver onde e quanta vegetação está invadindo
952. Modelo de utilidade 3D subsuperficial – Visualização de utilitários subterrâneos em 3D.
953. Gerenciamento do ciclo de vida – Atualizando o status do ciclo de vida das informações de utilidades como existente ou proposto no GE SmallWorld
954. Permafrost – Avaliando os impactos do congelamento e descongelamento do permafrost nas linhas de utilidade.
955. Substituição do Polo de Utilidades – Obtenção de todas as informações ao substituir postes de utilidade e outras operações comerciais (ID de ativos, data de construção, condutor aéreo/subterrâneo e condutores que suporta com número de segmentos de fios e cabos
956. Quedas de energia – Ajudando os clientes a manter as luzes acesas com ativos e atributos como postes e transformadores no AutoCAD Map 3D.
957. Caminho de Custo – Implantação de um gasoduto de um local para outro local com um esquema CAD em AutoCAD 3D.
958. Uso de energia – Mapeamento de tendências de uso de energia elétrica que são medidos em uma rede.
959. Smart Grids – Determinando locais ideais para a smart grid e componentes analíticos em tempo real.
960. Projeto de Infraestrutura – Planejamento de infraestrutura de rede, construção, operações e manutenção com o Smallworld Core.
961. Estimativa da Demanda de Energia – Combinando volume de construção, número de andares e outras características para prever a demanda de energia para aquecimento e resfriamento utilizando modelos 3D da cidade na Alemanha. (Estimativas de Demanda de Energia)
962. Esquemas – Representando uma complexa rede de utilidades em um diagrama de esquema simples com esquemas ArcGIS.
963. Street View Measure – Examinando as operações de utilidades em street view e distâncias de medição (MM Plugin in ArcGIS)
964. Facilidades de extensão de linha – Criação de facilidades de extensão de linha elétrica (direitos legais de acesso) na GE SmallWorld Electric Office Geospatial Asset Management
965. Cloud Computing – Construindo e compartilhando mapas na nuvem para uma tomada de decisão comum e mais rápida.

Voluntário

Aplicações de GIS voluntários

966. GIS Corps – Voluntariado em projetos de SIG, como a ponte entre os mercados de seguros do mundo e as pessoas mais vulneráveis e de baixa renda. (GIS Corps)
967. National Geographic Society – Preservando e protegendo nosso planeta como uma organização global sem fins lucrativos financiando centenas de projetos a cada ano. (National Geographic Society)
968. Associação de Sistemas de Informação Urbanos e Regionais (URISA) – Resolução de desafios nos governos local e nacional por meio do SIG e outras tecnologias da informação. (URISA)
969. Wikimapia – Descrevendo o mundo em mapas online, editáveis e mashups com dados gratuitos disponíveis para você experimentar e criar aplicativos exclusivos. (Wikimapia)
970. OpenStreetMap – Estabelecendo informações abertas como um mapa gratuito e editável através de entrada voluntária.
971. Consórcio Geoespacial Aberto – Disponibilização de padrões de qualidade abertos para a comunidade geoespacial global. (Consórcio Geoespacial Aberto)
972. USGS Earth Explorer – Abrindo dados de satélite para o mundo gratuitamente. (USGS Earth Explorer)
973. NASA World Wind – Monitorando padrões climáticos, visualizando cidades e terrenos, acompanhando o movimento de aviões, veículos e navios, analisando dados geoespaciais e educando as pessoas sobre a Terra com a plataforma transversal, baseada em Java NASA World Wind. (NASA World Wind)
974. Open Source Geospatial Foundation (OSGeo) – Apoiando o desenvolvimento colaborativo do software geoespacial de código aberto e promovendo seu uso generalizado. (OSGeo)
975. ArcGIS Open Data – Explorando dezenas de milhares de conjuntos de dados ao redor do mundo a partir de milhares de organizações em todo o mundo. (Dados Abertos ArcGIS)
976. Colaboração em Tempo Real – Colaborando no OpenStreetMap com várias entradas de usuários. (Colaboração em tempo real)
977. Terra Natural – Produção de dados de domínio público com belas camadas de cartografia.
978. Volunteered Geographic Information (VGI) – Utilizando ferramentas para criar, montar e disseminar dados geográficos fornecidos voluntariamente por indivíduos (Cidadãos como Sensores – Goodchild, 2007)
979. QGIS – Pioneira na opção número 1 para software GIS aberto. (Fundador da QGIS – Gary Sherman)

Tempo

Aplicações de SIG meteorológico

980. Relâmpago em tempo real – Captura de raios em tempo real em um mapa com estações de monitoramento localizadas ao redor do mundo. (Relâmpago em tempo real)
981. Vetores de Vento Global – Exibindo ventos fortes com vetores como direções. (Global Wind – Null School)
982. Albedo – Medindo albedo para o orçamento de calor da Terra usando dados de satélite de reflectância superficial – áreas brilhantes refletem mais do que áreas escuras.
983. Irradiance Solar – Aproveitando a energia da energia solar com a Irradiance Solar Horizontal Global. (Irradiação Horizontal Global)
984. Fronteira do Dia da Noite – Ilustrando quais partes da Terra as pessoas estão dormindo e estão bem acordadas com o mapa de fronteira do dia da noite. (Limite do Dia noturno)
985. Chuva – Ilustrando as chuvas no mapa web do Serviço Nacional de Meteorologia da NOAA.
986. NASA Ocean Color – Download de concentrações de clorofila e conjuntos de dados de temperatura de superfícies do mar para estudar o risco crescente de acidificação e hipóxia dos oceanos. (Nasa Ocean Color)
987. Clima Histórico – Padrões climáticos exigentes estudando o tempo antigo. (Tempo Antigo)
988. Temperatura – Mapeando a temperatura com NetCDF multidimensional que inclui dimensões de latitude, longitude, altitude e tempo. (NASA Temperature NetCDF)
989. Queda de neve – Sabendo quanta queda de neve ocorreu onde.
990. Azimuth – Cálculo da elevação solar, azimute solar e horas solares no céu para cada local (R.Sun – GRASS GIS)
991. Anomalias climáticas – Acompanhamento de eventos climáticos em um banco de dados espacial, como a neve no deserto do Saara ou no sul da Argélia.
992. 3D Snow Depths – Plotando profundidades de neve 3D em estações de esqui usando o Software Dourado. (Mapa de Profundidade da Neve)
993. Bolha do Oceano Pacífico – Mapeando a extensão de “A Bolha” – um corpo anômalo com temperatura da superfície do mar muito acima do normal.
994. Dados Atmosféricos 3D – Visualizando camadas das características atmosféricas como perfil vertical.
995. Análise de Corrente da Superfície oceânica Em Tempo Real (OSCAR) – Entregando correntes globais de superfície oceânica em tempo real. (Dados do OSCAR)
996. Avisos meteorológicos – Alimentando avisos ao vivo com locais físicos do Serviço Nacional de Meteorologia. (Avisos meteorológicos)
997. Precipitação Histórica – Observando precipitação histórica de estações terrestres e radares na NetCDF com MapWindow Meteobase.
998. Nuvens Cirrus – Detectando nuvem cirrus com a banda Cirrus de Landsat.
999. Diagramas hovmoller – Traçando dados meteorológicos com latitude e longitude como eixo. (Diagramas hovmoller – ILWIS)
1000. Radar Doppler – Previsão de chuvas usando o Radar Doppler.
1001. Fator Sky View – Considerando o céu visível e influências topográficas para estimar os equilíbrios de radiação, temperatura e evapotranspiração.
1002. Estações Meteorológicas – Obtendo as posições de latitude e longitude das estações meteorológicas em todo o mundo.

Agora é sua vez. O que vem depois?

Mostramos que o SIG é uma ferramenta poderosa que encontra um lar em quase todas as disciplinas ao redor do mundo. Milhões de decisões estão sendo alimentadas pelo SIG.

Desnecessário dizer:

No dia a dia, muito depende do SIG para a tomada de decisões espaciais.

Um grande homem disse uma vez:

Você não entende totalmente seus dados até ver como ele se relaciona com outras coisas.

Como você usa o SIG? Quais são algumas decisões espaciais que você toma todos os dias?

Comente abaixo. Deixe-me saber.

 

https://gisgeography.com/gis-applications-uses/ em 15/02

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Categoria

Gis

Tem uma pergunta?

Entre em contato com nosso suporte para qualquer dúvida.