Pesquisar
Close this search box.

Filtro de Categorias

Entenda a Importância das Áreas de Preservação Permanente no CAR

Áreas de Preservação Permanente - Imagem: canva/Reprodução

As Áreas de Preservação Permanente (APPs) são áreas protegidas por lei que visam preservar a biodiversidade e os recursos naturais. No Brasil, elas são especialmente importantes para a conservação da Mata Atlântica e da Amazônia. 

Se você é proprietário de uma área rural, é importante conhecer as leis e regulamentações ambientais que se aplicam à sua propriedade. O CAR (Cadastro Ambiental Rural) é a ferramenta que regulamenta a propriedade rural do ponto de vista ambiental e do uso da terra, destacando a preservação das APPs.

Por outro lado, se você é um profissional, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é uma atividade lucrativa, para profissionais prestadores de serviço.

CAR é um registro obrigatório que visa identificar e monitorar as áreas de preservação permanente (APP) e de reserva legal (RL) em propriedades rurais. Neste guia, você aprenderá mais sobre a importância das APPs no Cadastro Ambiental Rural (CAR) e como elas podem ajudar a proteger o meio ambiente.

1. O que é o Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Em primeiro lugar, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um registro obrigatório para todas as propriedades rurais do país, criado pela Lei nº 12.651/2012, que institui o Novo Código Florestal. 

O objetivo do CAR é identificar e monitorar as áreas de preservação permanente (APP) e de reserva legal (RL) em propriedades rurais, além de fornecer informações para o planejamento ambiental e econômico das propriedades. 

O CAR é uma ferramenta importante para a gestão ambiental e para a regularização ambiental das propriedades rurais. Sua elaboração é realizada por meio do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural – SICAR, onde também é possível consultar as áreas registradas.

Aprenda a elaborar o CAR e faça disso sua atividade profissional. Não precisa de diploma! Saiba mais clicando aqui. 

1.1 As vantagens de fazer o CAR

Fazer o Cadastro Ambiental Rural traz diversas vantagens para os proprietários rurais. Primeiramente, o CAR é um requisito obrigatório para a obtenção de crédito agrícola e para a participação em programas de regularização ambiental. 

Além disso, o CAR permite que o proprietário tenha acesso a informações sobre sua propriedade, como a localização de Área de Preservação Permanente e de Reserva Legal, facilitando o planejamento ambiental e econômico da propriedade. 

Áreas de Preservação Permanente - Imagem: canva/Reprodução
Áreas de Preservação Permanente – Imagem: canva/Reprodução

O CAR também contribui para a conservação da biodiversidade e dos recursos naturais, além de promover a regularização ambiental das propriedades rurais.

1.2 Como preencher o formulário do CAR?

O preenchimento do formulário do Cadastro Ambiental Rural (CAR) pode ser feito online, através do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (SICAR). Para preencher o formulário, é necessário ter em mãos informações como a localização da propriedade, a área total da propriedade, as áreas de preservação permanente (APPs) e as áreas de reserva legal. 

É importante lembrar que o preenchimento correto do formulário é fundamental para garantir a regularização ambiental da propriedade e evitar possíveis sanções. O ideal é sempre buscar a ajuda de um profissional especializado. 

Seja um profissional especializado em Geoprocessamento e Cadastro Ambiental Rural, veja como aqui.

1.3 As consequências de não fazer o CAR

A falta de Cadastro Ambiental Rural pode trazer diversas consequências negativas para o proprietário rural. Além de estar sujeito a multas e sanções, a ausência do CAR pode impedir o acesso a créditos e financiamentos bancários, além de dificultar a venda da propriedade. 

Além disso, o Governo Federal estuda a possibilidade de fiscalizar as propriedades rurais por imagens de satélite, o que tornará o CAR cada vez mais necessário. 

Outro ponto importante a se considerar, é que a regularização ambiental é cada vez mais valorizada pelos consumidores e empresas, o que pode afetar a comercialização dos produtos da propriedade. Por isso, é fundamental realizar o CAR e manter a propriedade regularizada.

Portanto, a elaboração do CAR consiste na emissão de um documento oficial que atesta a posse, a localização e a separação entre as área de exploração e as áreas de reserva legal, além da manutenção das áreas de preservação permanente. Agora veja o que são as APPs:

2. O que são Áreas de Preservação Permanente (APPs)?

As Áreas de Preservação Permanente (APPs) são áreas protegidas por lei que visam preservar a biodiversidade e os recursos naturais. Elas são definidas pela Lei Florestal (Lei nº 12.651/2012) como áreas que devem ser mantidas com sua cobertura vegetal original, sendo que, é proibida a supressão de vegetação nativa. 

As APPs podem estar localizadas em margens de rios, lagos, nascentes, encostas, topos de morros, entre outras áreas de relevância ambiental. Ou seja, as matas ciliares localizadas as margens de rios e riachos, pro exemplo, devem ser preservadas permanentemente.  

2.1  A importância das APPs para o meio ambiente

As Áreas de Preservação Permanente (APPs) são de extrema importância para a conservação do meio ambiente, por serem responsáveis por proteger a biodiversidade e os recursos naturais. 

Elas ajudam a manter a qualidade da água, a proteger o solo da erosão, a regular o clima e a preservar a fauna e a flora. Além disso, as APPs são importantes para a manutenção dos serviços ecossistêmicos, os quais são os benefícios que o meio ambiente oferece para a sociedade, como a polinização, a purificação do ar e a regulação do clima. 

Por isso, é fundamental que as APPs sejam preservadas e conservadas, garantindo assim a sustentabilidade ambiental.

3. Como as APPs são regulamentadas no CAR?

O Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um registro eletrônico obrigatório para todos os imóveis rurais do país, cujo objetivo é integrar as informações ambientais das propriedades e posses rurais. 

No CAR, as APPs são regulamentadas segundo a legislação ambiental vigente, que estabelece as áreas mínimas que devem ser preservadas em cada tipo de vegetação e em cada região do país. 

Além disso, o CAR também permite que os proprietários rurais adiram a programas de regularização ambiental, que oferecem incentivos para a conservação das APPs e outras áreas de interesse ambiental.

3.1 As consequências de não preservar as APPs

A falta de preservação das Áreas de Preservação Permanente (APPs) pode trazer diversas consequências negativas para o meio ambiente e para a sociedade. Entre elas, estão o aumento da erosão do solo, a diminuição da qualidade da água, a perda da biodiversidade e a redução da capacidade de regulação do clima. 

Além disso, a não preservação das APPs pode resultar em multas e sanções legais para os proprietários rurais, que podem ser obrigados a recuperar as áreas degradadas e a pagar indenizações por danos ambientais.

Desmatamento - Imagem: canva/Reprodução
Desmatamento – Imagem: canva/Reprodução

3.2 Como garantir a preservação das APPs em propriedades rurais?

Para garantir a preservação das Áreas de Preservação Permanente em propriedades rurais, é necessário seguir as normas estabelecidas pelo Cadastro Ambiental Rural (CAR), isto é, o registro eletrônico obrigatório para todos os imóveis rurais do país, cujo objetivo é integrar as informações ambientais das propriedades e auxiliar no controle e combate ao desmatamento ilegal. 

É importante que os proprietários rurais conheçam as regras do CAR e realizem o cadastro de suas propriedades, incluindo as informações sobre as APPs e as áreas de reserva legal. Além disso, é fundamental serem adotadas práticas de conservação do solo e da água, como o plantio de árvores nativas e a manutenção de áreas de mata ciliar.

3.3 Como identificar as Áreas de Preservação Permanente (APP) em sua propriedade?

Identificar as Áreas de Preservação Permanente (APP) em sua propriedade é fundamental para fazer o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e garantir a regularização ambiental da propriedade. 

As APPs são áreas protegidas por lei, que pretendem preservar a biodiversidade, os recursos hídricos e o solo. As principais APPs são as margens de rios, lagos e nascentes, as encostas com declividade superior a 45 graus e as áreas de topo de morros. 

Para identificar as Áreas de Preservação Permanente em sua propriedade, é necessário fazer uma análise da vegetação, do relevo e da hidrografia da região. É importante contar com a ajuda de um profissional especializado para garantir a precisão das informações.

Em suma, o Cadastro Ambiental Rural é a ferramenta que garante a preservação das APPs e permite aos órgãos competentes o monitoramento dessas áreas, fiscalizando e multando aqueles que fazem uso ilegal das áreas de preservação. 

[activecampaign]