Pesquisar
Close this search box.

Filtro de Categorias

Causas e Consequências do Tremor de Terras em Sete Lagoas

Causas e Consequências do Tremor de Terras em Sete Lagoas. Reprodução: canva

Um tremor de terra pode ser devastador para uma região, e Sete Lagoas não foi exceção. Neste artigo, analisaremos o impacto do tremor de terra em Sete Lagoas, município do estado de Minas Gerais, bem como os fatores que contribuíram para o seu acontecimento. Além disso, forneceremos soluções e medidas preventivas que podem ser tomadas para minimizar os danos futuros.

A noite do dia 28 de dezembro de 2022, a cidade de Sete Lagoas “balançou”, literalmente. Desde o mês de abril do mesmo ano, o município já registrou mais de 5 tremores sentidos em 50 bairros da cidade, além de cidades vizinhas.

Os tremores foram registrados pelos sismógrafos da USP (Universidade de São Paulo) e UNB (Universidade de Brasília). Sendo que o mais intenso registrou 3 graus na escala Richter.  

Como funcionam os tremores de terra?

Em primeiro lugar, os tremores ocorrem quando o movimento das placas tectônicas é violentamente interrompido. O movimento dessas placas produz energia na Terra, liberando-a na superfície. A magnitude de cada tremor varia segundo a profundidade do epicentro, perto da qual acontecem tremores poderosos e à medida que se afasta, os tremores tornam-se menos fortes. 

Quanto maior for a magnitude, maiores os efeitos e as consequências dos tremores para a região. Na prática, isso significa que a população irá sentir o tremor e irá observar sinais de que um tremor passou por ali, como rachaduras nas paredes. 

Geólogos afirmam que o núcleo da terra está girando ao contrário.

As principais causas de um tremor

As principais causas de um tremor são as alterações no movimento das placas tectônicas. Esses movimentos são controlados pelo calor produzido na Terra, responsável por alimentar as forças de escape e os processos de convecção no subsolo. 

Causas e Consequências do Tremor de Terras em Sete Lagoas. Reprodução: canva
Causas e Consequências do Tremor de Terras. Reprodução: canva

O excesso de pressão acumulado nas bordas dessas placas tectônicas às vezes gera deserções na superfície da Terra, liberando energia em forma de ondas sísmicas. O número e a magnitude deste tipo de atividade sísmica estão diretamente relacionados à geologia local.

E foi a geologia do município de Sete Lagoas que cedeu perante a pressão diante da intensa ocupação urbana, principalmente com a construção de um número excessivo de poços tubulares, asfalto e concreto

Como o tremor de terra afeta a região de Sete Lagoas? 

Um tremor pode ter graves consequências para os habitantes de Sete Lagoas. De curto prazo, isso inclui danos a propriedades como casas, edifícios e infraestrutura. Continuando a longo prazo, as propriedades podem não ser reutilizáveis ​​durante um longo período após o evento. 

As áreas afetadas também podem sofrer erosão dos solos devido à instabilidade das margens dos rios e falta de recursos naturais em geral.

Os efeitos potenciais do tremor sobre populações vulneráveis 

Devido aos danos causados em casas, infraestrutura e recursos naturais, as populações vulneráveis ​​de Sete Lagoas podem enfrentar graves consequências. Essas populações incluem mulheres grávidas, idosos, crianças e pessoas com deficiências. 

Algumas dessas consequências incluem doença devido à exposição à cinza que afeta o ar que respiramos ou consumo de água contaminada; contaminação dos alimentos devido ao uso de solo contaminado para agricultura; desalojamento da vida e deslocamento resultante dessa instabilidade; E possíveis ferimentos tanto físicos quanto mentais nos habitantes devido a eventuais avalanches de pedras e outros riscos associados a tremores de terra.

Que medidas preventivas devem ser tomadas para prevenir danos futuros por tremor de terra em Sete Lagoas?

Existem várias medidas preventivas que as autoridades e a população de Sete Lagoas podem tomar para enfrentar os tremores de terra futuros. Primeiro, construir casas resistentes a terremotos é crucial para evitar destruição generalizada no caso de um sismo. Além disso, realizar estudos geológicos regulares é necessário para entender o comportamento e histórico dos terremotos na região, o que é essencial para planejar melhor os esforços futuros de prevenção de desastres. Por fim, programas educacionais sobre prevenção de desastres garantam que as pessoas em risco saibam quais são seus direitos e como os órgãos governamentais fornecem assistência antes e durante desastres naturais.

[activecampaign]